Home / Listas / 5 Tubarões Ameaçados de Extinção no Mundo

5 Tubarões Ameaçados de Extinção no Mundo

Animais que se encontram ameaçados de extinção infelizmente já é um problema crônico e praticamente nenhuma espécie está protegida contra um eventual desaparecimento de indivíduos.

Hoje falaremos um pouco especialmente sobre os tubarões que estão ameaçados de extinção e que correm sérios riscos de desaparecerem da face da terra.

Introdução A Extinção Dos Tubarões

Embora sejam tidos como animais perigosos para nós seres humanos os tubarões desempenham um papel importante enquanto ocupantes do topo da cadeia alimentar dentro dos oceanos. Com a extinção destes animais haveria sem dúvida um desequilíbrio da fauna local, uma vez que sem predadores os animais que compõe a sua cadeia alimentar poderiam se propagar sem um fator limitante.

Cação Azeiteiro
Cação Azeiteiro

A extinção ou o risco de extinção de tubarões ao redor de todo o mundo seria desencadeada dentre outros motivos pela caça esportiva, destruição de seu habitat natural por meio da população e também pela progressiva degradação ambiental dos oceanos.

O seu desaparecimento, como esperado, diminuirá a diversidade biológica da espécie e causaria como reação em cadeia o desequilíbrio das relações entre os tubarões e as outras espécies constituintes dos oceanos.

No caso do Brasil, cerca de oitenta e duas espécies diferentes de tubarões já foram catalogadas, deste total, duas já teriam desaparecido em meados da década de setenta.

Do total ainda encontrada em nosso país, cerca de dezenove espécies estão criticamente ameaçadas de extinção.

No Brasil, os tubarões estão distribuídos em toda a costa e mais concentradamente podem ser vistos na região sul do país.

Motivos Para O Risco De Extinção Dos Tubarões

Além dos motivos que destacamos anteriormente há outros que podem ser causadores do desaparecimento das espécies de tubarões. Dentre eles, podemos citar o comércio de barbatanas destinadas para a produção de sopa de barbatanas, uma iguaria de origem asiática muito apreciada mundo afora. Além do mercado de barbatanas que mata anualmente milhões de tubarões ao longo do ano, há ainda o mercado de carne, óleo de fígado de tubarão e de couro de tubarão.

Neste comércio de barbatanas, a Índia é a maior responsável pela exportação do produto para o mundo todo.

Outro fator que contribui para a baixa densidade populacional dos tubarões é a sua baixa reprodução.

Com estas informações preliminares, vamos conhecer algumas destas espécies ameaçadas de extinção?

1. Tubarão Martelo

Tubarão Martelo
Tubarão Martelo

O tubarão-martelo é um das espécies que está atualmente ameaçada de extinção. É um exemplar bem particular, com características que o distinguem facilmente de outras espécies.

Sua cabeça realmente lembra o formato de um martelo, como o seu nome sugere, e seu olhos estão localizados nas extremidades desta curiosa estrutura.

Se alimentam basicamente de peixes, raias, cefalópodes e até mesmo de outros tubarões. Habitam regiões quentes e temperadas, estando distribuídos principalmente na plataforma continental. No Brasil, são encontrados nas regiões Sul e Sudeste.

Infelizmente não é possível quantificar quantos indivíduos atualmente existem desta espécie, mas os principais motivos para a sua progressiva diminuição populacional vem da pesca esportiva.

Em nosso país, houve um movimento progressista da caça do tubarão-martelo nas últimas décadas.

Uma curiosidade em relação a esta espécie é que a posição dos seus olhos o permite enxergar tanto acima, quanto abaixo de seu próprio corpo, dando lhe um campo de visão de trezentos e sessenta graus.

São espécies que vivem em grandes bandos de cerca de cem indivíduos.

2. Tubarão Martelo Liso

Tubarão Martelo Liso
Tubarão Martelo Liso

Esta espécie assim como a anterior está ameaçada de extinção e pode ser encontrada nas regiões costeiras em grande profundidade. O tubarão-martelo liso pode ser encontrado a partir de duzentos metros de profundidade.

Quando jovem possui o hábito de viver em grandes cardumes com mais de cem indivíduos. Quando já adulto possui o hábito migratório.

Seu habitat favorito é o de águas temperadas e tropicais. No Brasil pode ser encontrado na região Norte, Nordeste, Sul e Sudeste.

Dentro do território brasileiro é fortemente abatido pelo comércio de barbatanas que são consumidas pelo mercado exterior. No mercado interno o consumo é o de sua carne. É abatido pela pesca industrial e pela pesca artesanal.

3. Tubarão Galha Branca

Tubarão Galha Branca
Tubarão Galha Branca

O tubarão galha branca é outra espécie que se encontra terrivelmente ameaçada de extinção segundo levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Não possui um porte tão expressivo quanto outras espécies e pode atingir pouco mais de quatro metros de comprimento com peso médio de cento e sessenta quilos.

Vive nas regiões semi tropicais e nas zonas quentes, podendo ser encontrado em nosso país.

As suas barbatanas estão entre as mais bem avaliadas no mercado internacional. Mas felizmente, ao menos no Brasil, desde 2013 sua pesca se tornou proibida. Esta determinação obriga que quem por ventura venha a pescar um tubarão desta espécie ainda que acidentalmente, devolva o animal a natureza mesmo em casos em que ele se encontre morto.

Esta devolução deve ser feita com o animal em perfeitas condições, ou seja, inteiro.

4. Cação Azeiteiro

Cação Azeiteiro
Cação Azeiteiro

Este animal pode ser facilmente encontrado em regiões costeiras, a baixa profundidade (onde habita já pode ser encontrado por volta de trinta metros de profundidade).

Está presente nas águas do Atlântico, do Pacífico, em locais de temperaturas quentes, sendo avistando nas duas frentes do continente americano.

No caso do Brasil pode ser encontrado tanto nas regiões Norte quanto Nordeste, podendo chegar até a região Sul do Paraná.

Infelizmente a espécie não é muito conhecida mundo afora, sendo o Brasil o local onde mais foi estudado até o momento.

5. Cação Mangona

Cação Mangona

Essa espécie possui um comportamento migratório e pode ser encontrado em plataformas continentais tão como a baixa profundidade. Para se ter uma ideia essa espécie de tubarão pode ser encontrada já a partir de dois metros de profundidade a até quase duzentos metros.

Em relação ao seu habitat é o mais diversificado possível, podendo ser encontrado em recifes, corais e colunas d’água.

É extremamente vulnerável a pesca e junto a sua baixa reprodução, baixa densidade populacional está severamente ameaçado de extinção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *