Home / Listas / 20 Raças de Porquinho da Índia que Existem

20 Raças de Porquinho da Índia que Existem

Como outros animais, também existem diversas raças de porquinhos da Índia. 22, para ser mais preciso. Ou seja, um leque de opções para quem está pensando em comprar/adotar um como bicho de estimação. Um fato a ser ressaltado é que quanto mais rara for a raça, mais caro será.

Vamos conhecer mais sobre a variedade dessa espécie? 

Sobre os porquinhos da Índia

Apesar do nome, o porquinho tem sua origem na América do Sul. Na época, o continente americano era chamado de caminhos para as índias. No começo, a espécie era achada na natureza e em apenas uma cor: cinza. Atualmente, o bicho não é mais encontrado neste local e só se reproduz em cativeiro. Por causa disso, novas cores e novas raças surgiram. 

Raças de porquinhos da Índia 

1 – Porquinho da Índia Selvagem 

Porquinho da Índia Selvagem
Porquinho da Índia Selvagem

Como dito, a primeira raça a ser conhecida era a do porquinho da Índia Selvagem, o Cavia aperea tschudii. Ao contrário dos domésticos, este tem hábitos noturnos. Ele exibe um corpo alongado, assim como o seu nariz, bem diferente daqueles criados em casa, que tem a região bem redondinha. Outra coisa que o diferencia dos exemplares atuais é sua cor. O animal apresentava uma única coloração, o cinza. Hoje, com o domésticos, é possível encontrá-los em diversos tons, com pelos curtos ou longos. 

2 – Abissínio 

Porquinho da Índia Abissínio
Porquinho da Índia Abissínio

Com pelos curtos, o abissínio é conhecido por ter uma pelagem ásperas, além de ter vários redemoinhos ao longo do seu torso, o que dá a impressão que ele está divertidamente despenteado. Um “messy hair”, digamos assim. Mas na juventude, estes são sedosos e só vão tomando essa forma quando ele vai crescendo. 

3 – Coroado inglês e americano 

Porquinho da Índia Coroado inglês
Porquinho da Índia Coroado inglês

A maior característica dessa raça é que ele exibe um coroa, como seu nome sugere, na cabeça. A única diferença entre esses dois indivíduos é que o americano exibe uma marca branca, já no inglês esta é na mesma cor do pelo do seu corpo. Quase um moicano. 

4 – Pelo curto inglês 

Porquinho da Índia Pelo curto inglês
Porquinho da Índia Pelo curto inglês

Esse é o espécime mais comum e também o mais vendida. Nesta raça, é possível achar exemplares de diversas cores e padrões diferentes. A pelagem é curta e sedosa. 

5 – Peruano 

Porquinho da Índia peruano
Porquinho da Índia peruano

Existem duas espécies do porquinho da Índia peruano, um com pelos grandes e outro com curto. Inclusive, ele foi o primeiro a ser descoberto com a pelagem comprida. Estes são tão grandes que fica quase impossível diferenciar a cabeça da sua parte traseira, podendo chegar a 50 centímetros de comprimento.

Se deseja ter um desses, já vai se preparando para passar algumas horas, todos os dias, penteando o bicho. Uma outra opção é mantê-los aparados, principalmente na parte da frente para facilitar a limpeza. 

6 – Rex 

Porquinho da Índia Rex
Porquinho da Índia Rex

Este é conhecido por ter pelos bem espessos e crespos, parece que ele tem um Black Power por todo o corpo. Ele é original da Inglaterra e é muito parecido com o Teddy Americano. 

7 – Somali 

Porquinho da Índia Somali
Porquinho da Índia Somali

O Somali surgiu do cruzamento entre a raça rex e o abissínio. Ele é original da Austrália. Provavelmente por causa dessa mistura a criatura não é reconhecida pela associações que tem como intuito definir se o animal é ou não um porquinho da Índia. 

8 – Ridgeback 

Porquinho da Índia Ridgeback
Porquinho da Índia Ridgeback

O Ridgeback tem uma coloração incrível, que mescla o castanho com preto. É muito cobiçado devido a crista que tem nas costas. Ele é bem semelhante ao abissínio. 

9 – Teddy Americano

Porquinho da Índia Teddy Americano
Porquinho da Índia Teddy Americano

Parecido com o Rex, o Teddy tem sua origem na América, assim como seu nome sugere. Também exibe pelos curtos e ásperos. 

10 – Teddy Suíço

Endêmico da Suíça, este indivíduo detém pelagem curta, áspera e sem redemoinhos. É um dos maiores de todas as raças, podendo pesar 1400 gramas. 

11 – Alpaca 

Porquinho da Índia Alpaca

A Alpaca surgiu entre o cruzamento do peruano com outros espécimes. É bem parecidos com a raça que lhe deu origem, com a diferença que os pelos são encaracolados neste. 

12 – Angorá 

Porquinho da Índia Angorá
Porquinho da Índia Angorá

Outro animal que não é reconhecido pelas associações especializadas no assunto. Ele surgiu entre o cruzamento do Peruano com o abissínio. Sua pelagem é curta na cabeça, barriga e patas, já nas costas estes são longos. Apresenta um redemoinho na parte traseira do corpo.

13 – Coronet 

Porquinho da Índia Coronet
Porquinho da Índia Coronet

Além dos pelos compridos, o Coronet exibe uma coroa na cabeça. Ele é uma mistura de coroados e shelties. É outro animal que precisa de cuidados constantes com a sua pelagem. 

14 – Lunkarya 

Muitos semelhante ao Texel, tem pelos longos e enrolados. 

15 – Curly 

Este na verdade é uma variação do Lunkarya. Também não é reconhecido como um porquinho da Índia. 

16 – Merino 

Merino
Merino

Com pelagem longa e frisada, o merino advém de uma mistura entre o Texel e o Coronet, por causa disso também exibe uma coroa no topo de sua cabeça. 

17 – Mohair 

Mohair
Mohair

O Mohair é basicamente um Angorá de pelagem encaracolada. 

18 – Sheltie 

Sheltie
Sheltie

Parecido com o peruano, tem pelos grandes. A única diferença entre os dois é que estes são curtos no rosto do Sheltie. 

19 – Texel 

Porquinho da Índia texel
Porquinho da Índia texel

Os pelos do texel parecem um permanente, são frisados com algumas ondas na ponta. 

20 – Skinny e Baldwin 

Porquinho da Índia Skinny
Porquinho da Índia Skinny

Ao contrário de basicamente todas as outras raças, esses dois indivíduos não têm pelos. O Skinny exibe alguns na região do nariz, patas e cabeça. Já o Baldwin é totalmente pelado. Bem diferente do que estamos acostumados. Por causa disso ele se assemelha mais a um rato do que um a porquinho da Índia. 

Como dá para perceber, tem raças para os mais diversos gostos, você só precisa conferir se elas estão disponíveis no Brasil. Apesar da acessibilidade, nem todas são achadas por aqui. Lembre-se também do que comentamos sobre valor, quando menos comum, mais alto será o preço. 

Mas além de se preocupar com a raça, não esqueça de oferecer todos os cuidados que o animal precisa, como cuidados com os pelos, uma moradia que precisa ser grande e com muitos brinquedos, preferencialmente de madeira para que o roedor possa gastar seus dentes, além de se distrair, comedouro, bebedouro, uma dieta saudável e balanceada, etc. E, claro, não esqueça de separar um tempo para brincar com ele. 

Não deixe de compartilhar. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *