Home / Listas / 9 fatos interessantes sobre os Morcegos

9 fatos interessantes sobre os Morcegos

Alguns animais são realmente muito perigosos, como cobras, escorpiões, jacarés, crocodilos, águas-vivas, sapos, mas, outros, porém, só levam a má fama, como é o caso do morcego. Talvez isso aconteça devido ao misticismo que existe em torno dele. Culpa de Hollywood, provavelmente. E por que? Bom, qual a primeira coisa que você relaciona quando falamos desse bicho? Vampiros, certo?! Nos longas da indústria cinematográfica, o morcego é representado como a forma animalesca de um vampiro, alguém que morreu e agora se alimenta de sangue. Mas é principalmente por este traço em questão que a criatura é temida: sugador de sangue. É assim que ele é conhecido ao redor do mundo. Mas essa é uma relação bem errônea a se fazer a ele. Existem morcegos que sugam sangue? Sim, mas isso não é a realidade de todos eles. E, estes, normalmente preferem os dos animais, como vacas, por exemplo. Então, pode ficar tranquilo que o bicho não vai te atacar ou te transformar em um vampiro, se bem que essa última parte seria bem legal.

Mas, existe, sim, um motivo para ficar atento com eles. Como se sabe, muitos acabam transmitindo raiva, então, fique alerta com isso. O resto é só informação sem base científica e fantasias por parte de Hollywood. 

Vamos, agora, a fatos reais sobre essa espécie. 

  1. Características físicas 

A primeira coisa que você deve saber é que eles são mamíferos, assim como nós. Ou seja, tem sangue quente, amamentam os filhos e tem pelos pelo corpo. 

Como se sabe, é um indivíduo que tem a capacidade de voar, mas o que o difere dos outros que fazem isso é que, enquanto esses seres apenas planam, o morcego tem a capacidade de continuar voando.
Assim como nós, tem um polegar e mais quatro dedos nas mãos. Estes são tão longos que são maiores que o próprio corpo do indivíduo.
Sua expectativa de vida é de 20 anos. 

  1. Habilidades vampirescas 

Bom, já esclarecemos sobre isso lá em cima. O título é para deixar a coisa mais divertida.
Para começo de conversa, assim como vampiro, este animal é um ser noturno, saindo nesta hora do dia para caçar. Fazem isso porque neste horário eles não tem concorrência.

São capazes de tal peripécia por conseguirem enxergar no escuro. Isso é possível por meio da ecolocalização. Eles emitem um ruído e aguardam as ondas sonoras chocarem com algum objeto, se isso não acontecer, quer dizer que o ser pode voar em segurança.

Um fato interessante é que o espécime consegue dizer a distância de vários itens de acordo a rapidez que essas ondas voltam para ele. Uma ótima forma de se guiar, não? 

E, das mil espécies, apenas 3 se alimentam de sangue. Estes são chamados de morcegos vampiros. A maior característica desse ser são seus dentes pequenos e super afiados, capazes de perfurar a pele da sua vítima. A grande sacada é que fazem isso sem a caça perceber. Ou seja, come e vai embora, sem ser notado. Bem inteligente. Ah, e é essa espécie a responsável pela transmissão da raiva, então talvez você queira evitar eles.  

Morcegos
Morcegos
  1. Alimentação saudável 

Como dito, apenas alguns deles se alimentam de sangue, o restante tem uma dieta a base de frutas, insetos e alguns comem até peixe, escorpiões, lagartos e até outros morcegos. Estes são considerados carnívoros.

  1. O maior da espécie 

Dentre as mil espécies, o maior deles é o morcego pteropus, conhecido também como raposa voadora. 

  1. Em grupo ou sozinho 

Como é comum entre os animais e é uma atitude que varia de espécie para espécie, este bicho pode viver tanto sozinho, como em grupos de milhares de membros. Por isso é comum achar cavernas com centenas deles. 

  1. Amigo da natureza

Você sabe que muitos animais que voam são os responsáveis por ajudar a espalhar as sementes das plantas. Pois é, o morcego é o maior entre eles. O bicho fica a cargo de 95% desse trabalho. Claro, aqueles que se alimentam de frutas. São eles os criadores de novas plantas nas florestas tropicais. Está vendo, ele não é o vilão que todo mundo pensa.

Ah, e eles são controladores naturais de pragas. Então, se você tem uma fazenda ou um sítio com plantação de alguma coisa e existe uma colônia desses seres próximo, nem precisa investir em pesticida. O morcego faz esse trabalho de graça para você e ele não brinca em serviço, viu. O ser pode consumir até 600 insetos por hora. Inseticida pra quê? 

  1. Animal pré histórico 

Segundos evidências científicas, esta criatura habita a terra há mais de 50 milhões de anos. Os fósseis mais antigos encontrados apresentam esqueletos bem semelhantes dos bichos atuais. 

Morcegos
Morcegos
  1. Controlados da própria gestação

Isso que são mães preocupadas. As fêmeas, com o intuito de oferecer a melhor condição externa para os seus bebês, tem uma habilidade biológica onde ela controla a fertilização, implantação do óvulo e desenvolvimento do feto. 

Por exemplo, na espécie onde a cópula acontece no outono, as mães guardam o sêmen do macho no sistema reprodutor. Estes só serão fertilizados na primavera.  Em alguns casos, isso ocorre logo após o acasalamento do casal, porém, a implantação só é feita em condições favoráveis decidida pela mãe. Existe ainda, um terceiro processo onde tudo se dá logo após a cópula, mas o feto fica numa espécie de hibernação por um longo período. 

E por que as fêmeas fazem isso? Para garantir que os bebês nascem na estação com a maior oferta possível de frutas e insetos dentro do ambiente que vive. Muito inteligente! 

  1. Modo econômico 

Um dos hábitos mais estranhos do morcego é o fato dele descansar e dormir de ponta cabeça. Mas isso não é só um comportamento bizarro, existe um motivo: economia de energia. 

Aliás, sabia que para eles é muito mais confortável ficar assim do que permanecer em pé? Isso é possível graças ao seu sistema circulatório, que é totalmente diferente do nosso. Sem contar que como ele voa, isso quer dizer que o animal exibe músculos e ossos super leves, então não é nenhum esforço para ele sustentar o peso do seu corpo nessa posição. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *