Home / Listas / 12 Fatos Fascinantes Sobre os Gatos 

12 Fatos Fascinantes Sobre os Gatos 

Mesmo achando que conhecemos bem nossos pets, o universo deles é mais vasto do que imaginamos. Não estou dizendo com relação ao comportamento, temperamento dele. Isso, sem dúvida alguma, você conhece melhor que ninguém. Estou me referindo as estatísticas e características físicas que é comum em todos os gatos. Quer saber mais sobre o mundo do seu amigo de quatro patas? Abaixo, separamos algumas curiosidades bem interessantes. Vem ver! 

Curiosidades sobre os gatos 

  1. Populares 

Provavelmente você já pelo menos tem uma idéia sobre isso, mas sabia que o gato é um dos animais de estimação mais populares do mundo? Só não falamos que é o mais, porque não podemos nos esquecer dos cachorros. E não vai achando que isso é de hoje. Os felinos estão em nossas casas desde a antiguidade, sendo até considerados bichos sagrados, mas isso falaremos mais para frente. Uma coisa de cada vez. 

Mas só para você ter ideia, essa convivência acontece a mais de 10 mil anos. É muito tempo. 


  1. Eles vão dominar o mundo! 

Você faz ideia de quantos peludos destes são pets de estimação? Eu vou te dizer. Contando todos, ao redor do mundo, existem cerca de 500 milhões deles dentro dos lares, espalhados por todo o planeta. Se organizar direitinho, dá para dominar o mundo, hein.

E, diante da situação atual da humanidade, não seria uma má ideia não. 

  1. Evitando a fadiga 

Bem provável que você ache que seu gato não passa de um preguiçoso? Bom, talvez (risos). Mas, na verdade, existe um motivo para eles dormirem tanto. A criatura faz isso para economizar energia, por isso passa cerca de 13 a 14 horas tirando aquele cochilo, diariamente. Acho que quero ser um gato. 

Mas a questão é, para que eles fazem isso? Só para ficar correndo feito loucos na casa, no meio da madrugada? Pode ser. Aposto que você pensou a mesma coisa. 

Gatos 
Gatos

  1. Quase acrobatas 

As aterrissagens arriscadas e perfeitas que o peludo faz é possível graças ao seu corpo flexível. Mas não é só isso que se flexiona muito bem, seus dentes têm a mesma característica. Estes são adaptados para caça de pequenos animais, como ratos. Se o seu ignora esse roedores, saiba que ele está fazendo de propósito, porque capacidade de predação ele tem. É só uma questão de escolha mesmo. 


  1. Matilha?

Assim como os lobos, um grupo de gatos também tem nome. Esse conjunto é chamado de clowder. Dentro deste, um macho é chamado de tom e a fêmea, de molly ou rainha. Já os jovens são intitulados de gatinhos. 

  1. Peso pesado 

A média de peso de um felino varia de 4 a 8 quilogramas. O mais pesado já registrado na história, pelo menos até o momento, foi um animal com 21.297 quilos. Um pouquinho acima do peso, não.

  1. Excelentes caçadores 

Apesar de atualmente não passar de um bola de pelo preguiçosa, esse indivíduo possui  habilidades de caça bem desenvolvidas, uma descendência dos seus antepassados. Quando está caçando, é sorrateiro e let. Adota uma postura específica, caminhando com as patas traseiras pisando exatamente onde as dianteiras estavam anteriormente. Isso faz com que ele não emita um único ruído.  Por isso falamos que se o seu amigo não caça aquele rato que invadiu a sua casa, é simplesmente para evitar a fadiga. 


  1. Sentidos super apurados 

Como já sabemos, esses pets tem sentidos super apurados, e não é diferente com esse felino. Por exemplo, ele tem uma visão excelente, conseguindo enxergar seis níveis menores de luz do que um humano é capaz. O mesmo vale para a sua audição e para o seu olfato. É por isso que ele sempre aparece do nada quando você pega o saquinho de petisco. De bobo ele não tem nada. 


  1. Rivalidade com os jovens

Vai adotar um amigo novo e está com medo de como o seu companheiro de longa data vai reagir? Bom, saiba que ele pode sim tomar uma atitude agressiva com o novo membro da família, é algo comum entre eles. Mas nada que a convivência não resolva. Se mesmo assim estiver apreensiva ou o pet for muito bebê e frágil, você pode deixá-los separados e introduzindo um a presença do outro aos poucos. Os bichos são como filhos, é óbvio que eles vão sentir ciúme de dividir o dono com alguém recém chegado. 

  1. Brigando de mentirinha 

Você com certeza já reparou que seu gato adora brincar, principalmente de fingir que está brigando com o seu parceiro. Apesar de parecer perigoso, existe um motivo para os indivíduos fazerem isso. Pratica tal atividade com o intuito de desenvolver suas habilidades em caça e luta. É um aprendizado, nada mais. Então, fique tranquila.

Gatos 
Gatos
  1. Debutante 

Com certeza esses bichos vivem por muito menos tempo do que gostaríamos. Sua expectativa de vida varia de 12 a 15 anos. Mas existe uma forma de você prolonga isso ou pelo fazer com que ele viva esses anos plenamente: levando ele ao veterinário para check ups, dando todos os medicamentos que ele precisa – antiparasitas, vacinas, vermífugos, etc – e, obviamente, investindo numa dieta saudável e balanceada. 


  1. Gatos na história 

Como dissemos lá no começo do texto, essa criatura já foi amada, mas também odiada ao longo da história. Após a queda do Império Romano, a Europa medieval foi tomada pela igreja católica, que considerava todos que fossem contrários a doutrina cristã, bruxos. E qual era o animal de estimação das bruxas? Gatos. Nesta época, um miado dessa criatura poderia ser interpretado como feitiçaria, orgia, traição sexual, baderna ou massacre. Foi nesse período que os felinos de pelo preto ganharam má fama, pois era considerado feiticeiras disfarçadas. É também desta fase que vem a crença de que ao cruzar com um gato preto era sinal de mau agouro. 

O que diverge com o seu passado. 4 mil anos antes, o ser era visto como a encarnação da deusa Bastet, símbolo da fertilidade. Foram encontrados cerca de 300 mil felinos mumificados, muitas vezes enterrados no lugar de maior honra na época, ao lado dos faraós. Sua representação na história advém das pinturas rupestres, onde eram pintados com adornos e jóias. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.