Home / Listas / 10 Fatos Curiosos Sobre Coiotes

10 Fatos Curiosos Sobre Coiotes

O que você sabe sobre os coiotes? Talvez, no máximo, o coiote dos desenhos animados, mas como eles não pertencem ao território nacional, não é comum lermos ou falarmos sobre ele. Coiotes são da mesma família dos cachorros, dos lobos e das raposas. Eles são originários da América do Norte e América Central, encontrados particularmente nos desertos, nas florestas, montanhas e planícies, são animais acostumados com o clima tropical.

A verdade é que os coiotes são um dos predadores mais bem-sucedidos e difundidos na América do Norte, são animais ágeis, inteligentes e equipados para se adaptarem aos ambientes que os seres humanos estão mudando constantemente. São animais intrigantes! Vamos descobrir um pouco mais sobre eles?

1. Seu Espaço Na História Americana

Coiote
Coiote

O coiote possui um espaço muito definido na história dos nativos norte-americanos. Muitas das tribos colocam o coiote como um personagem central em seus contos populares, construindo uma imagem de astúcia e perseverança. Talvez a percepção como ele sendo um animal trapaceiro e um quase vilão (principalmente nas animações e desenhos) esteja ligado à característica central do coiote: o máximo aproveitamento das circunstâncias e fazer o que for necessário para sua sobrevivência.

2. Um Animal Engenhoso

Coiote
Coiote

A sua adaptabilidade foi muito importante para que a raça conseguisse sobreviver a uma época onde muitas espécies diminuíram seus números. É um animal que tem uma dieta muito variada e diversificada, comem desde pequenos mamíferos como roedores e coelhos a frutas, grama, insetos, carniças e até mesmo lixo, caso seja necessário. A inteligência e criatividade na sua sobrevivência passa também pelo fato de que ele consegue construir seu covil do zero ou, também, ampliar tocas escavadas por outros animais menores e transformá-la para seu uso próprio.

3. Os Sons Feitos por Coiotes

Coiote Uivando
Coiote Uivando

Os coiotes são famosos pelos seus uivos, mas, definitivamente, este não é o único som que eles emitem. Coiotes possuem uma ampla gama de vocalizações, são 11 ruídos que servem para transmitir diferentes mensagens e se comunicar entre si. Fora os uivos usados para o contato de longo alcance, os sons podem ser categorizados como cumprimentos (gemidos e latidos) ou agnósticos (latidos de aviso e vocalizações de alarme).

4. Coiote vs Papa-léguas

Coiote e Papa-léguas
Coiote e Papa-léguas

Já vimos que o desenho da Looney Tunes não é muito preciso ao representar esses animais na vida real, mas em uma coisa o desenho estava certo: os coiotes perseguem o “papa-léguas” quando estão famintos e precisam caçar. O “papa-léguas” existe na realidade? Sim! Ele é um pássaro que vive nos desertos americanos, mais especificamente na região da Caligórnia, e seu nome científico é Geococcyx californianus e é conhecido pelos americanos como roadrunner (corredor das estradas).  O erro do desenho é que na verdade o coiote é mais rápido do que o papa-léguas, chegando a correr 65 km/h enquanto o roadrunner chega a atingir apenas 30 km/h.

5. Animais Solitários

Coiote Solitário
Coiote Solitário

Ao serem comparados aos seus parentes maiores: lobos, que caçam e vivem em matilha, os coiotes são considerados animais bastante solitários. Ao perseguirem pequenos mamíferos, por exemplo, eles geralmente preferem trabalhar sozinhos. Apenas quando a caçada é considerada grande demais para seu tamanho, eles se reúnem e revezam perseguindo o animal até que ele fique cansado demais para correr.

6. Coiotes Podem Pular

Coiote Pulando
Coiote Pulando

Além de serem ótimos corredores, os coiotes também conseguem pular grandes distâncias. Ao pular horizontalmente, eles podem atravessar uma distância de até 4 metros de comprimento. Uma má notícia para pessoas que vivem em áreas que são divididas com os coiotes é que se não bastasse a sua velocidade e o alto alcance de pulo, eles também conseguem pular alto! O que significa que não será uma cerca ou muro de quintal que vai impedir que um coiote passe pela sua residência.

7. São Animais Urbanos

Coiote na Cidade
Coiote na Cidade

Depois do nosso item número seis, que descobrimos o alcance do pulo e corrida de um coiote, vamos te contar agora o aumento que têm o corrido dos seus aparecimentos em regiões urbanas. As cidades dos Estados Unidos são habitats que podem ser muito atraentes para os coiotes. As florestas jovens que crescem nessas áreas metropolitanas atraem os mesmos animais pequenos que eles comem normalmente. Este fato adicionado à falta de lobos, graças ao desenvolvimento humano, os coiotes conseguem dominar completamente o território. Uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual de Utah, revelou que de 105 áreas urbanas, 96 delas têm populações de coiotes.

8. Os Cientistas Estão Estudando seu Cocô

Coiote
Coiote

Pois é! À medida que os coiotes estão de deslocando para as cidades, os cientistas procuram novas maneiras de estudar o impacto dessa espécie no convívio com os seres humanos. Um desses métodos envolve coletar as suas fezes que eles deixam para trás. Este mecanismo permite examinar e entender a melhor dieta do animal em ambientes urbanos e até analisar seu DNA. Estes programas de coleta são tão importantes para os estudos que já foram implementados em Nova Iorque e Los Angeles.

9. Os Coiotes do Leste Podem ser Criaturas Hibridas

Coiotes do Leste
Coiotes do Leste

Já vimos que os coiotes são ótimos quando se fala adaptação e engenhosidade. O desenvolvimento humano na América do Norte transformou muitos ecossistemas, fazendo com que algumas áreas perdessem seus predadores naturais e facilitando a furtividade dos coiotes. O que foi descoberto por pesquisadores é que os coiotes que sempre estiveram na zona leste do país, na verdade, não são os mesmos encontrados nos desertos da Califórnia. Amostras genéticas desses coiotes mostram que existe uma mistura entre os materiais genéticos dos coiotes, dos lobos e dos cães.

10. Reprodução

Coiote Filhote
Coiote Filhote

Um coiote fêmea, quando prenha, procura uma toca abandonada por algum outro animal, se isola e fica por lá até que os seus filhotes nasçam, cerca de dois meses. Geralmente a coiote gera de cinco a oito filhotes, que participam ativamente das caças e das operações diárias até completarem dois anos de idade. Após aprenderem como funciona o cotidiano da sua família, começam a empreender a sua jornada por conta própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *