Home / Informações / Tudo Sobre Wallaby: Origem E Peso

Tudo Sobre Wallaby: Origem E Peso

O wallaby ou wallabie como também é a sua nomeação é pertencente à família macropodidae junto com o canguru e o de nome parecido wallaroos. Quando falamos em canguru dificilmente alguém não conhece ao menos a aparência deste animal, já quando falamos em wallaby o desconhecimento é mais fácil, neste caso é comumente associado ao canguru por sua aparência e características parecidas, afinal são da mesma família.

Infraclasse Marsupialia

Mais uma vez parecidos, são classificados biologicamente na infraclasse marsupialia, o que os caracterizam mais peculiarmente, pela sua reprodução mamífera diferenciada. Por esta mesma característica se diferenciam por tempos distintos em suas reproduções. Para te aproximarmos mais do que estamos falando vamos aos detalhes.

Primeiramente devemos lhe explicar o que seria um mamífero marsupial. A forma mais conhecida de reprodução por nós é a nossa e a da maioria dos mamíferos, em que o embrião se desenvolve totalmente no útero da genitora, nasce depois de cerca de nove meses e é amamentado pelo leite da mãe por cerca do mesmo tempo.

Wallaby
Wallaby

Os cangurus que são mais conhecidos do que os wallabies tem a popular característica de possuir uma espécie de bolsa em seu ventre e assim também são os wallabies e esta peculiaridade diz muito sobre a sua curiosa reprodução. Cerca de somente seis porcento dos mamíferos são marsupiais. Tanto o canguru quanto o wallabie têm somente um filhote por reprodução. Basicamente esta classificação reprodutiva destes mamíferos acontece da seguinte forma, o embrião se desenvolve por cerca de somente um mês no útero da mãe, após este período nasce e vai instintivamente para a espécie de bolsa da mamãe, mais corretamente chamada de marsúpio, por lá passa o maior período da gestação, cerca de nove meses, literalmente grudado as mamas da mãe recebendo todo o leite necessário para o seu completo desenvolvimento.

Curiosamente as mães marsupiais têm a capacidade de produzir leites de acordo com as necessidades de cada fase evolutiva do filhote. Quando nascem e passam do útero para o marsúpio ainda são minúsculos mas já têm a incrível capacidade de mamar mesmo tão pouco desenvolvido. Após o desmame os filhotes passam mais cerca de um mês no marsúpio da mãe aprendendo a sobreviver, depois saem do mesmo e são independentes na natureza.

Reprodução E Desenvolvimento Do Wallaby

Explicada a forma reprodutiva do wallabie vamos a mais alguns detalhes sobre a sua reprodução. O seu período reprodutivo anual é de dezembro até fevereiro do ano subsequente.

Sua convivência pode ser tanto solitária quanto em grupos de até trinta indivíduos. Nestes grupos sempre há um macho dominador que reproduz as fêmeas do mesmo e seus filhotes. Quando reproduzem desenvolvem o embrião por cerca de somente um mês no útero, depois que o mesmo nasce, passa cerca de sete a oito meses no marsúpio sendo amamentado, após o desmame passa aproximadamente mais um mês na bolsa da mãe, fase em que é mais dependente. Quando abandona o marsúpio, com cerca de um ano a um ano e dois meses atinge a maturidade sexual e também já podem se reproduzir. Apesar dos wallabies serem vítimas de caçadores pela sua carne, couro e pelo e pela sua reprodução baixa por acasalamento, os wallabies não estão em más condições na natureza, ou seja, em risco ou ameaçados de extinção.

Wallaby Filhote
Wallaby Filhote

Sua expectativa de vida é de dez a quinze anos, baixa se comparada a do seu parente o canguru.

Já que comparamos mais uma vez este animal ou protagonista do tema deste post, vamos lhe apresentar algumas curiosidades sobre este também marsupial. Sobre a primeira informação que o comparamos ao wallabie, sua expectativa de vida é quase o dobro dependendo do indivíduo, de vinte a vinte e cinco anos de vida. Compatível a sua expectativa de vida mais longa é o seu desenvolvimento mais lento. São amamentados e se desenvolvem no marsúpio cerca de nove meses, após o seu desmame passam mais dois meses dependentes da mãe na bolsa e quando independentes, atingem a maturidade sexual com somente dois anos de idade.

Cangurus Ou Wallabies?

Visualmente a principal diferença entre a wallabie e o canguru são seus portes e cores de pelos. O macho da maior espécie de canguru e o maior marsupial entre todos eles, o canguru vermelho, pode chegar a medir até duzentos e cinquenta centímetros, do seu longo rabo até as orelhas e pesar até noventa quilos, enquanto a média de peso de uma fêmea é de vinte.

Já um macho de wallabie pode medir até cento e oitenta centímetros nas mesmas condições e pesar até vinte quilos e a média de uma fêmea é de onze quilos. Assim ficou clara a sua diferença, não é mesmo? Há ainda claro as distinções das suas pelagem, geralmente os wallabies são pretos, cinzas, marrons ou brancos, já os cangurus com diferentes tons de marrom, mais uniforme. Uma curiosidade da família macropodidae é que suas longas patas traseiras têm somente quatro dedos, mas as dianteiras têm cinco.

Wallaby Características
Wallaby Características

Com suas patas traseiras bem mais compridas do que as dianteiras têm a capacidade de alçar longos pulos e atingir grandes velocidades. Com a força de suas patas dianteiras podem dar chutes fortíssimos, capaz de machucar gravemente outro indivíduo, tanto é que quando brigam na natureza é desta forma que se defendem.

Vale ressaltar aqui que são animais tranquilos, mas que como qualquer outro animal, quando se sentem ameaçados, se defendem da sua forma. Por isto, pense muito bem antes de provocar um wallabie ou um canguru com todo seu porte e força, especialmente nas longas pernas.

Habitat E Alimentação Do Wallaby

São caracteristicamente habitantes da Austrália e em menor população na Tasmânia e Nova Guine, onde se encontram em savanas, selvas, bosques, montanhas e rochas, estes dois últimos especialmente em épocas de seca. Como o imaginado por seu habitat, são herbívoros e se alimentam de raízes, arbustos, folhas, frutos, ervas, entre outros. Em época de seca podem ser considerados pragas onde chegam a consumir plantações. Apesar da seca sua desidratação não é comum, já que os próprios alimentos que consomem são ricos em suco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *