Home / Informações / Tudo Sobre Papagaio

Tudo Sobre Papagaio

Se você está acostumado a assistir desenhos animados, certamente já viu algum papagaio como personagem. Um exemplo era o filme Rio, lá não tinha um papagaio, mas sim uma arara azul que não sabia voar. Entretanto, o papagaio pertence à família dos psitacídeos, que inclui as araras e também as maritacas e os periquitos. Logo abaixo, selecionamos as principais características dessa ave. Mas antes de apresenta-las analisamos a sua origem evolutiva.

Tudo Sobre Papagaio
Tudo Sobre Papagaio

Origem evolutiva das aves

Acredita-se que as aves tenham surgido entre 245 e 208 milhões de anos atrás, a partir de um grupo de dinossauros. Alguns estudiosos consideram que as aves e os répteis, apesar de aparentarem diferenças, são essencialmente semelhantes e deveriam ser categorizados na mesma classe. As descobertas paleontólogas revelaram que muitos dinossauros tinham o corpo coberto de penas. Em 1986, foram descobertos fósseis de um animal extinto, classificado no gênero Protoavis, este tem uma relação direta com as aves atuais.

Distribuição geográfica

Os papagaios vivem no hemisfério sul. No Brasil, podem ser encontradas em todo o país, contudo, algumas espécies são encontradas apenas em determinadas regiões. As florestas equatoriais e tropicais são os locais que eles habitam. Mas, algumas espécies podem ser encontradas no Cerrado e em pinheirais.

Papagaio Distribuição
Papagaio Distribuição

Aspectos físicos

O tamanho dos papagaios é algo que varia bastante. No Brasil, são encontradas espécies com cerca de 35 centímetros de comprimento, algumas atingem os 41 centímetros. Porém, algumas não ultrapassam os 23 centímetros.

Cor e Corpo

O corpo do papagaio costuma ser verde, mas penas de outras cores, tais como, vermelho, amarelo e azul, são comuns em áreas como as asas e a cabeça.

Papagaio Corpo
Papagaio Corpo

O corpo dos papagaios é robusto, seu pescoço é curto e possui quatro dedos em cada pé. Dois dedos são voltados para trás e dois são virados para frente. O papagaio consegue se movimentar, escalando galhos e subindo em árvores, com a ajuda dos seus pés e bico. Seu bico forte e curvo também serve para abrir cascas, como a do amendoim ou do pinhão.

Alimentação

Os papagaios comem, sobretudo sementes e frutas. Na natureza sua alimentação é a base de castanhas, frutas silvestres e sementes, principalmente as leguminosas. Em cativeiro são oferecidos, além da ração, os frutos, as sementes e os vegetais. É feita uma simulação de alimentação balanceada com todos os nutrientes necessários para uma vida saudável.

Papagaio Alimentação
Papagaio Alimentação

Os filhotes, em cativeiro precisam de cuidado redobrado, pois é necessária uma grande monitorização a alimentação deve ser dada na boca até que eles tenham a capacidade de se alimentarem sozinhos. Em seu habitat, os papagaios procuram o seu alimento tanto nas copas das árvores mais altas, como em certos arbustos frutíferos. Ao subiram nas árvores, usam o bico como um terceiro pé e as patas para segurar a comida e leva-la a boca. Há preferência pelas sementes do que a polpa das frutas. Suas árvores frutíferas mais favoritas para buscar as sementes são: as mangueiras, jabuticabeira, goiabeiras, laranjeiras e mamoeiros.

Reprodução

A diferença entre os machos e fêmeas não é visível externamente, nesse caso, é necessário realizar um exame de sexagem pelo DNA. A fêmea passa a maior parte do tempo no ninho e o macho muitas vezes leva comida até ela. A maturidade sexual é atingida após os 4 anos de idade e o período reprodutivo ocorre entre os meses de outubro e fevereiro. Em média a fêmea bota de 3 a 4 ovos e os choca por 28 dias. Após o nascimento, os filhotes permanecem no ninho por mais 9 semanas em média.

Papagaio Filhote
Papagaio Filhote

Falantes

Os papagaios podem ser ensinados a pedir coisas, cantas músicas e falar frases inteiras. Alguns profissionais do ramo ressaltam que os papagaios tem a inteligência similar a uma criança de 4 anos. Assim, necessitam de atenção, distrações, para evitar o arrancar das penas, o estresse, os gritos e a agressividade.

Extinção

Infelizmente algumas espécies de papagaios estão ameaçadas de extinção. O seu habitat tem sofrido constantes devastações, as árvores das florestas em que eles vivem são cortadas para que no terreno se construam fazendas, cidades e indústrias. Muitos traficantes aprisionam as aves para vendê-las como animais de estimação. Mas no Brasil a caça e captura de animais silvestres são proibidas por lei.

Papagaio Extinção
Papagaio Extinção

Espécies ameaçadas do Brasil

Papagaio charão

Sua plumagem é verde, como nos demais papagaios. As suas asas são contornadas por penas vermelhas e azuis e a cauda é amarela na extremidade, tem uma máscara vermelha. Alimenta-se especialmente de pinhão, a semente do pinheiro do Paraná (Araucaria angustifolia). É típico das matas de araucária, aparecia de São Paulo ao norte da Argentina, mas atualmente está restrito aos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Papagaio de cara roxa

É uma ave com cabeça vermelha no topo e azul nos lados. Suas asas possuem penas vermelhas e azuis e a garganta é roxa. Esta espécie habita exclusivamente a Mata Atlântica. Originalmente, prevalecia de São Paulo ao Rio Grande do Sul, contudo, hoje está restrita à área do litoral de São Paulo ao extremo norte de Santa Catarina.

Chauá ou Papagaio-cachorro

O chauá tem o bico vermelho, acompanhando a cor da sua fronte. A garganta é azulada e tem algumas penas laranja em torno do bico. Essa espécie ocorre exclusivamente na Mata Atlântica, de Alagoas ao Rio de Janeiro.

Papagaio de bochecha azul

O papagaio de bochecha azul tem as bochechas, as penas que cobrem os ouvidos e os lados da nuca na cor azul violeta. Já a sua asa tem uma extremidade verde amarelada. O loro, região entre os olhos e o bico, tem cor laranja. Essa cor também acompanha as suas asas. A ponta da cauda é amarela esverdeada. Esta espécie é considerada quase ameaçada de extinção. Aparece na Venezuela, na Guiana, no Suriname, e na Guiana Francesa, mas há evidências também no Pará e no Amapá no Brasil.

Papagaio de peito roxo

O papagaio de peito roxo tem a fronte vermelha e a nuca azulada.  As suas penas, especialmente as do pescoço, se arrepiam diariamente. Esse nome se deve à coloração no seu peito, que lembra uma cor arroxeada meio opaca. Essa espécie ocorre do sul da Bahia ao Rio Grande do Sul, Paraguai e norte da Argentina.

Gostou desse artigo sobre o papagaio? Aqui no blog todo o dia tem conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Sugiro que você deixe sua opinião, sugestão ou exponha alguma dúvida logo abaixo, nós com certeza leremos todos os comentários e responderemos. Quero pedir uma última coisa, compartilhe esse conteúdo com o seus amigos! Combinado? Se quiser receber artigos exclusivos no seu e-mail como este post, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela.

Aproveite! Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *