Home / Informações / Tudo Sobre a Jararaca e a Sua Picada

Tudo Sobre a Jararaca e a Sua Picada

A jararaca tem o nome científico de Bothrops jararaca e é considerada uma cobra muito perigosa em nosso país embora seu tamanho não seja assim tão expressivo e amedrontador. Mas hoje você vai conhecer um pouco mais sobre este animal e entender a sua periculosidade.

A Bothrops Jararaca

A jararaca verdadeira, jararaca do campo, jararaca do cerrado, dormideira, ou ainda jararaca preguiçosa são apenas alguns dos nomes que a Bothrops jararaca pode ser denominada.

É uma cobra que está presente em nosso país dos estados da Bahia ao Rio Grande do Sul, e por ser vista em áreas adjacentes da Argentina e concomitantemente do Paraguai.

Seu nome vem do tupi yara’kara e embora possa ser um cobra extremamente perigosa seu comprimento fica em torno de um metro e sessenta mais o menos (isso para os maiores indivíduos da espécie).

Jararaca 
Jararaca

Ainda falando sobre as suas características físicas tem o corpo cilindro achatado nas laterais. Seu corpo é derivado de um mistura de marrom amarelado bem escurecido com manchas rajadas em formato triangular na cor preta. Próximo a sua boca possui escamas em tom de ocre o que permite uma excelente camuflagem em seu meio. Atrás dos olhos curiosamente possui uma faixa marrom que se estende até sobre a região os supralabiais em sua boca. A sua língua é em uma diferente coloração preta. Em outras palavras podemos simplesmente dizer que a jararaca é um animal característico e facilmente identificável.

Trouxemos um pouco sobre os estados onde é possível encontrar este animal. Mas os seus habitats especificamente ainda não. Bom, a jararaca gosta de locais úmidos, então é possível ser avistada principalmente próximo a córregos e rios. É desta área onde tira o seu principal alimento, visto que se alimentam-se de roedores e sapos. Este consumo de sapos e ratos muitas vezes depende da idade da cobra. Isso porque cobras mais maduras por assim dizer se utilizam dos meios terrestres para obter o seu alimento. Cobras mais jovens da espécie acabam sendo um tanto quanto arborícolas por assim dizer, para a obtenção do seu alimento. Mais abaixo comentaremos detalhadamente esta informação.

O Papel Da Jararaca No Ecossistema

As jararacas são exímias em sua arte de obter alimento para a sua sobrevivência.

São animais que podem facilmente se camuflar sob a vegetação e ali espreitar a sua presa. Quando estão sob as folhas secas e sentem a ameaça se aproximar costumam-se achatar contra o próprio corpo e bater a cauda por sobre as folhas.

Ao ouvir um barulho assim é melhor se afastar porque a jararaca costuma após este ato dar o bote no objeto de sua ameaça e justamente por este comportamento é considerada uma cobra tão perigosa.

Ainda falando sobre sua alimentação as cobras mais velhas da espécie como comentamos anteriormente utilizam-se predominantemente dos meios terrestres para obter o seu alimento, em outras palavras, do solo mesmo. As mais jovens por sua vez se utilizam da vegetação como meio para conseguir a sua presa. Em ambos os casos podemos considerar que tanto as jararacas mais jovens quanto as mais maduras acabam consumindo principalmente roedores, sendo este o seu principal alimento. No ecossistema as jararacas ajudam a controlar a população de ratos que como bem sabemos são responsáveis por nós transmitir uma série de doenças como a leptospirose, por exemplo.

A Sua Picada E As Coisas Que Você Não Deve Fazer

A cobra jararaca é uma cobra peçonhenta. Como tal é caracterizada como uma serpente que possui veneno para o ataque a sua presa. Ao contrário das espécies não peçonhentas como a jiboia por exemplo que se utiliza da constrição para matar a sua presa.

O veneno da jararaca que entra em contato com a corrente sanguínea após uma picada pode causar sérias lesões na região, incluindo a necrose. Em casos mais graves pode levar a amputação do membro afetado pela picadura. Por estes e outros motivos a jararaca não é uma serpente nada amigável para nós seres humanos.

Agora que você já sabe que a jararaca é uma cobra pra lá de peçonhenta vamos a algumas dicas que separamos para você sobre atitudes que você não deve adotar em caso de acidentes.

Jararaca Picada
Jararaca Picada

O primeiro passo após ser picado por uma cobra peçonhenta como a jararaca por exemplo é não tentar amarrar o membro afetado a fim de isola-ló. Isso pode complicar a circulação de sangue e contribuir para a morte dos tecidos afetados.

Não tente cortar a região, qualquer tipo de lesão sobre a região pode levar a um quadro infeccioso. Outra dica é não chupar nem aplicar sobre o local qualquer tipo de substância. Qualquer um destes procedimentos pode contribuir para uma infecção que dará ainda mais trabalho para quem foi picado.

Para quem for acometido com o problema da picadura de uma peçonhenta como a jararaca a melhor dica é imediatamente assim que possível lavar o local com água, sabão ou soro fisiológico. Manter a vítima calma e principalmente deitada ajuda e muito também. Isso porque movimentos e até mesmo permanecer em pé pode favorecer a circulação de sangue mais rapidamente e consequentemente a propagação do veneno.

E Por Falar Em Veneno…

E já que estamos falando das propriedades do veneno da jararaca. Um pesquisador o extraiu e de sua extração um farmacologista desenvolveu um medicamento muito conhecido, o Captopril destinado ao tratamento de problemas de hipertensão. Mas como se não fosse o bastante, atualmente pesquisadores tentam utilizar o veneno da serpente para o tratamento de doenças degenerativas. Ainda não há estudos conclusivos ou muito elucidativos mas os nortes da pesquisa são estes.

Curiosamente ainda falando sobre a aproximação da jararaca com nós seres humanos, no estado de São Paulo foram registrados indivíduos da espécie quase 50% maiores do que os indivíduos considerados de tamanho mediano. Segundo pesquisadores da Unesp e do Instituto Butantan estes exemplares eram resultado da interferência humana em seu habitat, ou melhor, da ocorrência de vivência partilhada entre as duas espécies. Temos neste caso a interferência positiva do homem que altera substancialmente o alimento disponível bem como limita os predadores da jararaca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *