Home / Informações / Tudo Sobre a Baleia Orca: Expectativa de Vida, Comprimento e Peso

Tudo Sobre a Baleia Orca: Expectativa de Vida, Comprimento e Peso

A primeira coisa que nos vem a mente quando nos referimos ás Orcas, é o seu título de “baleia-assassina”, apelido gerado devido ao filme mundialmente conhecido com direção de Michael Anderson, “Orca, A Baleia Assassina” de 1977, que narra a história de uma baleia em busca de vingança contra um caçador que capturou sua companheira prenha. Diferentemente da história, não há registro de ataques desse mamífero a humanos em ambiente natural.

CARACTERÍSTICAS

A Orca (Ornicus orca), espécie de cetáceo da subordem Odontoceti, pertence à família dos golfinhos e pode ser considerada um golfinho gigante. As baleias e os golfinhos fazem parte da mesma ordem, o que torna a expressão “baleia-orca” correta.

Uma característica fundamental das Orcas é o seu dorso na cor preta e branca na parte dos olhos.

Baleia Orca
Baleia Orca

COMPRIMENTO X PESO

A população de Orcas esta mais concentrada em águas mais frias, ao longo da costa noroeste dos EUA e Canadá, Ártico Antártico e norte da Noruega. Para manter sua temperatura, conta com uma grossa camada de gordura, funcionando como um isolante térmico. Esse belíssimo animal possui uma dieta carnívora e pode chegar a 6 toneladas!

As orcas dificilmente ficam sem opções, caçam de tudo! Desde peixes, morsas, tubarões, tartarugas marinhas, lulas, pinguins a outros tipos de baleia. Essa mudança de cardápio varia de acordo com a região que se encontra.
As orcas de tamanho médio podem comer cerca de 227 kg de comida por dia. Elas possuem cerca de 45 dentes cada um medindo 7,6 cm, que são moldados para abocanhar e rasgar as presas apenas, já que elas não mastigam a comida e conseguem engolir pequenas focas e leões-marinhos inteiros. Chamadas muitas vezes de lobos do mar as orcas caçam e vivem juntas em seus grupos familiares.

Uma fêmea adulta chega a medir 8,7 metros, já um macho pode chegar a 10 metros!

PREDADORES NATURAIS

Não possui na natureza inimigos pelo fato de ser juntamente com o tubarão-branco um dos maiores predadores dos oceanos. O maior inimigo das baleias passa a ser o ser humano, com a poluição dos oceanos e poluição sonora proveniente das embarcações. E principalmente, os pescadores que veem muitas vezes as orcas como concorrente na captura de peixes.

COMPORTAMENTO

As Orcas se comunicam através de assobios, batendo suas nadadeiras na água e com gritos.
Sua organização social é matriarcal e muito bem estabelecida, sendo diferenciada por seu comportamento residente ou transiente.

Nas populações residentes, todos permanecem juntos, como uma grande família, mesmo que feridos ou doentes, por toda vida e só se ausentam em seu o período reprodutivo, por volta dos 10 anos de idade. As mamães Orcas carregam seus filhotes entre 15 a 18 meses, e eles são amamentados até seus 2 anos, vivendo a sua vida junto sua à mãe.
Depois de uma certa idade, em torno dos 40 anos, as Orcas perdem o interesse reprodutivo, executando apenas o papel de “vovôs”. Estes grupos podem possuir um dialeto único, sons compreendidos apenas entre membros do grupo.

Já as populações transientes apresentam uma estrutura social mais aberta, pois os filhotes costumam se afastar do grupo de origem, encontrar outros grupos, assim como outros indivíduos, podem chegar também e fazer parte da “família”.

EXPECTATIVA DE VIDA

Sua expectativa de vida varia de acordo com as condições ambientais em que ela se encontra. Em cativeiro elas podem viver até 30 anos, já em seu habitat natural, sua expectativa de vida dobra e pode ser de 60 a 80 anos!
Uma triste curiosidade é de que 100% delas em cativeiro possuem a barbatana dorsal caída, um sinal claro de estresse, já na natureza apenas 1%.

ESPETÁCULO X CRUELDADE

As orcas eram a principal atração dos parques aquáticos SeaWorld, que recebem mais de 12 milhões de visitantes por ano. O SeaWorld é o parque aquático mais visitado em Orlando eé baseado no oceano e na vida marinha. Foi inaugurado em 15 de dezembro de 1973, sendo o segundo parque mais antigo da cidade, ficando atrás apenas do Magic Kingdom da Disney.

A história mais famosa envolvendo esse cenário foi com a Orca Tilikum que no ano de 2010 matou sua treinadora afogada e com múltiplos traumatismos.

De acordo com o site G1, no relatório do parque, a agência descreve Tilikum como tendo “conhecidas tendências agressivas”. A baleia de seis toneladas era uma das três orcas apontadas pela morte de outra treinadora em 1991, que perdeu o equilíbrio e caiu na piscina do Sealand of the Pacific, na cidade de Victoria. Tilikum também estaria envolvida em outra morte em 1999, quando o corpo de um homem que furou a segurança do parque em Orlando foi encontrado.

Tilikum que anteriormente vivia em uma parque no Canadá, morreu em Orlando, na Flórida, com 36 anos no Parque SeaWorld em 2017. No Brasil, as regras para manter as orcas em cativeiro são tão rígidas e limitantes que torna uma situação inviável, mesmo que não seja proibido. Além disso deve existir uma grande infraestrutura para que o animal fique confortável. Além dos EUA, há orcas em parques no Japão, no Canadá, na Espanha, na Rússia, na Argentina e na França.

CURIOSIDADE

A pesca de baleias é um grande problema em algumas partes do mundo, já que a carne dos animais é considerada uma iguaria popular para dois terços da população.

O comércio da carne de baleia pode gerar muito lucro, podendo render milhares e milhares de dólares, o que varia de acordo com seu tamanho. Por todas as questões que cercam esse mercado, o maior público para venda são moradores locais e comunidades próximas. Além da carne, a gordura também é utilizada para produção de lubrificante e até margarina.

Os pescadores usam um facão e retiram os pedaços de carne e apenas descartam a grande quantidade de dentes e os olhos do animal.

Existem alguns projetos de lei e manifestações de Ong’s contra a caça e comércio dos animais, mas o interesse econômico sobressai ás questões ambientais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *