Home / Informações / Tudo Sobre A Baleia Azul: Nome Científico E Comprimento

Tudo Sobre A Baleia Azul: Nome Científico E Comprimento

Que o sinônimo mais correto para as espécies de baleias no geral não seria nem grande, mas sim gigante, todos sabemos, mas e se eu te disser que vamos falar nesse texto sobre a existência do maior animal do mundo? Pois é, essas são as baleias azuis. De nome científico, balaenoptera musculus, são denominadas como baleias azuis, claramente pela sua cor cinza azulada, coloração que pode variar de acordo com as subespécies, podendo ser totalmente uniforme ou com tons diferentes.

Baleia Azul
Baleia Azul

Subespécies E Habitats Da Baleia Azul

Ainda sobre sua coloração, uma característica comum de todas as subespécies é seu peito de cor totalmente destoante, a branca, e nos aprofundando mais nas duas subespécies, no total são quatro, com a teoria de que talvez seriam três ao invés do número anterior, isso porque a subespécie balaenoptera muluscus brevicauda e a outra subespécie balaenoptera muluscus indica ter uma genética muito parecida, podendo se tornarem uma só subespécie, o que é muito comum no mundo animal quando cientistas estudam mais a fundo.

As outras duas subespécies restantes são a balaenoptera muluscus muluscus e a balaenoptera muluscus intermédia. Como conhecidos mamíferos marinhos que são, habitam os acenais e até o começo do século vinte a população das baleias azuis era muito maior em quase todos os oceanos do mundo, mas atualmente devido à sua caça, sua população já não é mais tão abundante assim. Atualmente seguindo respectivamente a ordem que foram apresentadas suas subespécies mais acima, a primeira é encontrada no oceano Índico, a segunda, conhecida também como baleia azul pigmeia, se encontra nos oceanos Índico e mais ao sul do Pacífico, a terceira, ao norte dos oceanos Atlântico e Pacifico e a quarta, por todo o oceano Antártico.

Comportamento E Alimentação Da Baleia Azul

Há a teoria de que atualmente a população de baleia azul seja de três a quatro mil indivíduos, o que as classifica no intermédio de ameaça de extinção. Sobre o seu comportamento, vivem de forma solitária ou convivem com mais um indivíduo, formando um casal por um período incerto, mas ao mesmo tempo que têm essa característica não são territoriais ou violentas com outros indivíduos, o que é comum no mundo animal, tanto que já foram avistadas em um grupo de mais de cinquenta baleias azuis compartilhando a mesma alimentação em uma área abundante.

Sobre a sua alimentação, sua presa principal, o que se torna a base de sua nutrição, são os desconhecidos krill, um crustáceo muito peculiar que remete ao mais popularmente conhecido camarão. Também se alimentam de outros crustáceos, não na mesma proporção que o krill mas que também são importantes para a sua nutrição, como o molusco, a lula, algumas espécies de peixe, zooplancton, entre outros.

Talvez para você seja contraditório pensar que o maior animal do mundo já existente, que pode medir até trinta metros de comprimento e pesar até noventa toneladas, se alimente somente desses alimentos. Mas e se eu te disser que são capazes de comerem até quarenta milhões de krill em um dia? Não se torna mais tão contraditório, não é mesmo?

Mais Detalhes Sobre O Seu Porte

Ainda sobre o seu absurdo porte, as maiores baleias azuis já registradas mediam pouco mais de trinta e três metros de comprimento e pesavam cento e noventa toneladas, eram duas fêmeas. Isso porque as fêmeas são maiores que os machos no caso das baleias azuis, o que é mais incomum no mundo animal, geralmente é o contrário.

Mas mesmo com essa informação, com um animal tão gigante fica difícil saber definir dimorfismo sexual ou até mesmo tentar saber o seu sexo a olho nu. Já que não é qualquer um que vá se deparar com esse animal algum dia, trouxemos algumas curiosidades para te aproximarmos mais de deste animal tão grande, o que se torna até difícil de imaginarmos por se distanciar da nossa realidade.

Para começar, o registro do maior dinossauro do mundo que já existiu possuía oitenta toneladas, ou seja, nem a metade do que uma baleia azul pode pesar e olha que os dinossauros são caracteristicamente gigantes, outra curiosidade mais uma vez comparado com um animal mais próximo da nossa realidade, o elefante, somente sua língua tem a média do seu peso.

Baleia Azul
Baleia Azul

Quando vemos a foto de uma baleia azul, sua cabeça tem um formato de “u” esguio e comprido, proporcional ao seu corpo, o que nos faz imaginar o tamanho de sua língua, mas curiosamente, assim como a característica do seu corpo esguio, sua garganta tem a desproporcional espessura de uma bola de futebol. Quanto aos órgãos maiores, seu pulmão tem o volume de cinco mil litros e seu coração também está no topo da lista de tamanho entre os maiores órgãos dos animais assim como o seu porte.

Suas nadadeiras dorsais, peitorais e da cauda medem de três a quatro metros de comprimento, o que não é tão grande comparada a outras espécies de baleias, mas como já falamos aqui, seu corpo é caracteristicamente longo e esguio apesar de tamanho porte. Com suas nadadeiras, têm a capacidade de nadar até cinquenta quilômetros por hora, mas geralmente nadam vinte e após se alimentarem, somente cinco.

Hábitos E Sua Reprodução

Como mamíferos marinhos que são, sobem a água para expirar e esguicham água através do seu espiráculo ou no caso delas, um orifício respiratório duplo. A altura desse esguicho pode atingir os nove metros de altura.

Seus ruídos, típicos das baleias, podem ser ouvidos a até oitocentos quilômetros de distância. O pênis de uma baleia azul pode chegar a medir três metros, já que entramos neste campo, sua reprodução é entre o inverno e a primavera, quando migram para áreas tropicais e subtropicais.

Sua gestação dura de onze a doze meses. Logo que nascem, os filhotes medem sete metros e pesam duas toneladas, cerca do mesmo peso de um hipopótamo adulto e atingem a maturidade sexual somente aos dez anos. Não são amamentados através das mamas, as mães soltam seu gorduroso leite na água, que sendo assim não se misturam e os filhotes mamam cerca de quatrocentos litros de leite por dia, o que permite o seu desenvolvimento de até noventa quilos de ganho de peso por dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *