Home / Informações / Porquinho Da Índia: Tudo Que Você Precisa Saber Antes De Adotar Um

Porquinho Da Índia: Tudo Que Você Precisa Saber Antes De Adotar Um

Está pensando em adotar um porquinho da Índia? De fato estes animais são adoráveis e despertam o nosso carinho e amor. Mas antes que você procure efetivamente a adoção ou a compra de um exemplar da curiosa espécie, vamos trazer alguns pontos importantes que você não deve ignorar antes de trazer o mais novo membro da família para casa.

Vamos As Apresentações

Embora sejam animais comuns em algumas regiões, poucas pessoas realmente conhecem todas as particularidades deste animal e também as suas necessidades. Antes de mais nada precisamos desmistificar que em nada o porquinho da Índia tem a ver com o seu nome. Para começo de conversa ele não tem nada a ver com o porco que conhecemos, exceto claro, pela sujeira que eles produzem.

Em relação à Índia, esta espécie não é originária da Índia, pelo contrário é uma espécie nativa da América do Sul e graças a sua alta apreciação como animal de estimação não são quase encontrados em liberdade na natureza. São comumente avistados apenas em lojas, criadouros e ambientes totalmente controlados.

São animais muito similares aos coelhos e aos hamster e são de fato parentes muito próximos. Veja tudo  que você precisa saber antes de adotar ou comprar um para você.

Porquinho Da Índia
Porquinho Da Índia 

Alimentação De Um Porquinho Da Índia

A primeira coisa na qual você deve se atentar antes de adotar um porquinho da Índia é quanto a sua alimentação. São animais roedores e sua alimentação se assemelha bastante a dos coelhos e hamsters, que mencionamos anteriormente. Se você nunca teve nenhum destes animais e acha difícil estabelecer uma alimentação equilibrada e adequada para o animal é recomendado que você compre uma ração que será a responsável por fornecer todos nos nutrientes de que o animal precisa para se desenvolver e se manter saudável.

Feno também pode ser ofertado diariamente em pequenas proporções, como duas ou três colheres dia. Apesar de a ração ser a fonte principal de nutrientes para o animal é fundamental oferecer a ele outras opções de alimento como os vegetais e frutas frescas. Mas cuidado, nem todos podem ser dados ao porquinho da Índia. Indicamos que você dê dentre outros estes vegetais e frutas: melancia, maçã, tomate, alface, couve, pepino, beterraba, laranja, uva, espinafre e melão.

Não se esqueça que no local onde o porquinho será criado é necessário que haja ali comedouros e bebedouros para ele e neste caso, ambos devem ser higienizados regularmente visto que estes animais fazem uma sujeira considerável.

Local Para Criação: Onde Colocar O Seu Porquinho Da Índia?

Sabemos que os animais de estimação precisam de seu espaço e no caso dos porquinhos da Índia há diversas opções de gaiolas e cercados para que eles possam ter onde ficar. Não recomendamos que o animal fique em uma área de menos de uma metro quadrado. São animais que exigem um pouco no quesito espaço, mas é importante lembrarmos que eles não andam pela casa ou pelo quintal como um gato, ou um cachorro. Por isso capriche ao escolher a sua gaiola.

Nesta gaiola é importante que a higienização seja feita pelo menos a cada três dias, trocando a forragem disponível. Esta forragem pode ser feita de serragem ou jornal velho. Trocando-o a cada três dias você impede que o animal entre em contato excessivo com suas próprias fezes e que a sua gaiola fique com mau cheiro.

A sua gaiola deve conter além de espaço, local para que possam descansar e se esconder do olhar atento de curiosos e também brinquedos para que possam roer, como bons roedores que são. Além disso, é importante que você se atente quanto a temperatura de sua gaiola, que não deve ser superior a vinte e cinco graus e não deve igualmente ser exposta diretamente ao sol. Estes animais são sensíveis ao sol excessivo e ao frio em demasia.

Valores, Características E Outras Informações Importantes Para Você

O porquinho da Índia é um animal que dificilmente pode ser adotado, sendo uma espécie comum de ser encontrada nos petshop e lojas correlatas. O custo de um fica em torno de R$25 a R$50 na maioria dos casos, mas há subespécies que podem ultrapassar R$ 200. Existem algumas variações entre os diferentes porquinhos que você pode encontrar. Temos o porquinho da Índia de pelo curto inglês (um dos mais comuns), os de pelo longo (como o peruano e o Shelties), e os de pelo de médio (temos com esta característica o porquinho angorá e o Teddy).

Lembre-se por mais atraente que seja um porquinho da Índia de pelo longo, mais trabalho ele demandará de você.

Sua coloração a depender da raça pode ser única, sendo ele branco, marrom ou preto, ou ainda uma mescla de todas elas com creme e também bege.

Ainda em relação aos cuidados com este animal é preciso destacarmos que são frágeis e como tal não devem ser manuseados por crianças que sem intenção podem acabar machucando o animal. Por falar em manuseio, quando o porquinho chegar em sua casa evite manuseá-lo demais, respeitando o seu espaço. Isso porque demandará tempo para que ele confie e principalmente se afeiçoe a você. Neste processo de conquista você pode acabar sendo mordido, o que é algo normal e não muito doloroso.

Os porquinhos da Índia devem ser lavados a cada quatro meses com água e sabão. O procedimento deve proteger o seu rosto do contato com a água.

Porquinho Da Índia
Porquinho Da Índia

Uma particularidade interessante da espécie é que a saúde do seu porquinho pode ser avaliada de acordo com a aparência de seu pelo. Quanto mais grosso, sedoso e brilhoso mais saudável está o seu animal de estimação. Os porquinhos da Índia vivem cerca de oito anos, mas a média infelizmente está abaixo disso podendo viver entre quatro e seis anos apenas, quando bem cuidado.

Uma dica importante de convivência em casa é deixar o seu porquinho da Índia longe de animais como gatos e cachorros que podem acabar machucando o animal ainda que involuntariamente.

O porquinho da Índia é uma espécie que pode ser criada livremente em nosso país sem a necessidade de autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *