Home / Informações / Toupeiras: Curiosidades, Nome Científico e Tamanho

Toupeiras: Curiosidades, Nome Científico e Tamanho

Morador das partes subterrâneas da terra, hoje vamos conhecer mais sobre a toupeira.
A Talpidae ou cava-terras, ratos-cegos ou moles é um mamífero adaptado a vida embaixo da terra. Ou seja, ele não é um animal de superfície e este é, inclusive, um dos motivos pelos quais o bicho foi muito caçado. Mas falaremos sobre isso mais tarde. 

Ele tem um corpo cilíndrico, olhos e ouvidos pequeno e quase totalmente imperceptíveis e pelos aveludados. Seus membros posteriores são pequenos, já os anteriores são curtos, mas muito fortes e bem desenvolvidos, fazendo com que o indivíduo seja um exímio caçador. Isso é possível graças a esse desenvolvimento e suas grandes patas adaptadas para escavações. 

Apesar do termo toupeira ser usado para uma certa quantidade de indivíduos, é usado a denominação toupeiras verdades para nomear aquelas que fazem parte da família Talpidae, da ordem Eulipotyphla. Ele é muito visto na América do Norte, Ásia e Europa, mas existem outras criaturas que entram na categoria de “toupeiras falsas” que moram na Austrália e no sul da África. 

Mas antes de sabermos sobre as características físicas, comportamento, alimentação, entre outras coisas da toupeira, vamos saber algumas curiosidades que envolvem o animal?

Toupeira
Toupeira

Curiosidades sobre a toupeira 

  • A toupeira-nariz-de-estrela tem um pelo à prova d’água. 
  • A espécie também é considerada uma das mais feias e estranhas do mundo animal. 
  • Aquelas que são chamadas de toupeiras não verdadeiras tem o corpo desse bicho, mas ela não se encaixa nas definições das criaturas que fazem parte do família Talpidae. 
  • A toupeira-nariz-de-estrela consegue identificar e comer alimentos em menos de dois milésimos de segundo, tendo oito para se decidir se é algo comestível ou não. Por isso ela é considerada o animal mais rápido da terra na hora de se alimentar. 
  • Sua estrela, que na verdade é um órgão, é o mais sensível ao toque entre todos os mamíferos. O focinho tem cerca de 100 mil fibras nervosas. Aliás, esse órgão pode ser considerado como a visão humana
  • A toupeira é cega. 
  • Por meio de uma pesquisa, foi possível ver quais partes do cérebro controlam cada pedaço do torso da toupeira por meio de um corante específico. 
  • A toupeira-nariz-de-estrela consegue cheirar debaixo da água. Quando está submersa, o bicho sopra bolhas na água e as inala novamente, em seguida. Isso é feito com o intuito de farejar presas. Devido a esse traço, ela é o primeiro mamífero conhecido a ter essa capacidade.
  • O bicho raramente precisa sair da sua toca para se alimentar, já que ela consome animais que também moram no subsolo.
  • Ao cavar com suas poderosas patas dianteiras, o movimento se assemelha ao nado de peito.
  •  Seu abrigo é do tamanho de uma bola de futebol e é coberto com folhas secas, capim e fica um pouco abaixo da rede de túneis que constrói. 
  • A toupeira comum, a mais conhecida da espécie, está completamente adaptada,  evolutivamente falando, para abrir túneis em qualquer lugar.
Toupeira de Nariz Estrela
Toupeira de Nariz Estrela
  • Ela consegue comer, por dia, cerca de 120 gramas de minhocas, lesmas, cupins e tatuzinhos.
  • Como é cega, tem o olfato e audição bem apurados. Aliás, a criatura se guia nos túneis e caça com esses dois sentidos. 
  • Ela não tem orelhas. 
  • Por ter um metabolismo rápido, passam grande parte do seu dia comendo. 
  • A gestação da criatura é super rápida, durando apenas um mês. Os filhotes viram independentes ao dois meses de idade. 
  • O bicho tem uma espécie de dispensa onde guarda minhocas. Já foi achado um local desse com mil animais vivos. Aliás, ela consegue manter eles neste estado devido uma substância paralisadora presente na sua saliva. 
  • Quando captura sua presa, tira sua cabeça, mas isso não o mata. 
  • Seu caçador natural é a coruja. 
  • Quando sai da toca costuma fazer isso apenas a noite. 
  • Caso algum animal entre em seu túnel, como uma cobra, por exemplo, os bichos cavam com rapidez para tapar o buraco com uma barreira de terra, impedindo o invasor de chegar na câmara de reprodução. 
  • Parecido com a abelha, as toupeiras têm uma rainha, que manda nas operárias. Ela também confere constantemente o estado reprodutivo destas. Quando morre, as fêmeas crescem rapidamente, mas somente uma irá mandar na colônia.  
  • Durante a gravidez suas tetas incham, mas o corpo se alonga, permitindo que ela cave túneis mesmo grávida. 
  • As fêmeas escolhem o macho para reprodução incentivando uma espécie de competição, onde ela analisa velocidade e resistência. 
  • Ela tem um polegar extra em cada pata, ele é chamado de prepólex. 

Respiração da toupeira 

Por ser um indivíduo que vive debaixo da terra, a criatura possui uma respiração adaptável a este local. Mas um fator interessante é que ela consegue tolerar níveis altos de dióxido de carbono muito melhor que outros mamíferos. Isso é possível graças às suas células de sangue que tem uma forma especial de hemoglobina, detendo uma maior afinidade com o oxigênio do que outros indivíduos. 

Sua respiração também é muito eficaz se comparada com as outras existentes. Ela reutiliza o seu próprio ar. O que quer dizer que ela expele o oxigênio e depois o respira novamente. Por causa dessa capacidade o bicho consegue sobreviver em ambientes com esse elemento reduzido, como suas tocas subterrâneas, por exemplo.  

Características físicas 

É uma espécie de pequeno porte, medindo até 15 centímetros de comprimento, isso para a toupeira-europeia, que é  considerada a mais conhecida. Já a nariz de estrela consegue chegar aos 20 centímetros. Quanto ao peso, a primeira pesa 130 gramas, enquanto a segunda é mais leve e chega apenas a 55 gramas.  

Comportamento

O animal é do tipo solitário, vivendo sozinha e só se juntando com outros de sua espécie apenas para reprodução. As vezes ele divide o território com outros, mas preferem não encontrar os demais bichos. Quando isso acontece, ocorre uma briga entre os machos. 

Pelos 

Lembra que falamos, lá no começo, que a criatura era caçada por causa do seu pelo e por ser um indivíduo do tipo subterrâneo? Isso acontece porque ele tem uma pelagem curta e densa, sem direção. Por causa disso tem estes numa textura aveludada, o que acabou virando um ótimo ingrediente para roupas de pele. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *