Home / Informações / Tipos de Mosquitos e Pernilongos

Tipos de Mosquitos e Pernilongos

Mosquitos, pernilongos ou muriçocas são insetos que formam a família Culicidae. Esta família pertence à ordem Diptera, um grupo de insetos muito diverso, caracterizado pela presença de um único par de asas, sendo o segundo par reduzido em halteres.

Importância dos Mosquitos e Pernilongos

A família Culicidae e seus membros são notórios devido ao fato de serem vetores de importantes enfermidades. São animais hematófagos, transmitindo muitas doenças responsáveis pela morte de milhões de pessoas, tais como malária, dengue, febre amarela, filariose, leishmaniose e muitas outras. A saliva das fêmeas contém os organismos causadores dessas doenças, sendo passados aos seus hospedeiros através da picada.

Mosquitos e Pernilongos 
Mosquitos e Pernilongos

Características dos Mosquitos e Pernilongos 

Os mosquitos e pernilongos são dípteros, apresentando, portanto, duas asas apenas. São animais pequenos, apresentando de três a seis milímetros de comprimento em média. Os mosquitos e pernilongos são delgados, apresentando apêndices locomotores estreitos e longos. O corpo é dividido em cabeça, tórax e abdômen.

A cabeça é pequena, com olhos compostos. Os mosquitos apresentam uma probóscide longa e flexível que constitui o aparelho perfurante e sugador, utilizado pelas fêmeas em sua alimentação hematófaga. O tórax apresenta três pares de apêndices locomotores, um par de asas membranosas, estreitas, compridas e cobertas por escamas e um par de halteres, que são asas modificadas.

O abdômen é estreito e longo, contém o intestino posterior e as gônadas e a sua extremidade posterior carrega orifícios genital e anal, rodeados das genitálias. A genitália masculina apresenta importância sistemática, sendo usada na classificação dos grupos.

Distribuição Geográfica dos Mosquitos e Pernilongos

A família Culicidae é cosmopolita, estando distribuída em todo o mundo, exceto na Antártida, sendo encontrada desde 1250 metros abaixo do nível do mar até 5500 metros de altitude, majoritariamente em regiões temperadas e tropicais. Os mosquitos são mais diversos em ambientes de florestas tropicais, habitando preferencialmente regiões onde o ar é relativamente frio e a umidade é alta.

Classificação e Tipos de Mosquitos e Pernilongos

Atualmente, existem cerca de 3700 espécies de mosquitos e pernilongos descritas, sendo este número aumentado anualmente. A família Culicidae subdivide-se em três subfamílias.

A subfamília Toxorhynchitinae compreende espécies que apresentam a probóscide curvada para baixo e para trás, não sendo utilizada como estrutura perfurante. Esta subfamília é, portanto, o único grupo de mosquitos e pernilongos cujas fêmeas não são hematófagas e não se alimentam de sangue de vertebrados, sendo incapazes de transmitir doenças aos seres humanos e outros animais. Os animais adultos deste grupo alimentam-se unicamente de fontes de carboidratos, estando, muitas vezes, restritos a uma alimentação baseada em néctar e seivas. As espécies deste grupo estão divididas dentro de um único gênero, Toxorhynchites.

O gênero Toxorhynchites é caracterizado por espécies muito coloridas, de hábito diurno. São animais grandes, em comparação com as demais espécies de mosquitos e pernilongos, podendo chegar a 18 mm de comprimento. Apresentam formas larvais aquáticas predadoras, que se alimentam de outros insetos, notadamente larvas de outras espécies de mosquitos. Por esta razão, as espécies são fortes candidatas a serem utilizadas como controles biológicos de muitas espécies vetores de doenças, tendo sido usadas com sucesso no combate às larvas de muitas delas. As espécies desta subfamília apresentam ampla distribuição, sendo encontradas no mundo todo entre 35 ° N e 35 ° S de latitude.

Mosquitos e Pernilongos de Importância Médica

As demais subfamílias do grupo, Anophelinae e Culicinae, compreendem as espécies com importância médica, já que as fêmeas apresentam hábito hematófago. A subfamília Anophelinae é bastante diversa, apresentando quase 500 espécies formalmente reconhecidas. O grupo é dividido em três gêneros: Anopheles, Bironella e Chagasia. Os animais adultos permanecem, quando em repouso, com o corpo inclinado a um ângulo de 30° a 45° em relação à superfície.

Os indivíduos apresentam manchas escuras e claras nas veias das asas. As larvas da maioria das espécies de Anophelinae utiliza água estagnada para o seu desenvolvimento. A maioria dos animais adultos apresenta hábito noturno, estando ativos durante a noite. As fêmeas se alimentam do sangue de vertebrados de sangue quente, majoritariamente mamíferos, mas algumas espécies se alimentam de aves.

Mosquitos
Mosquitos

O gênero Anopheles  apresenta grande importância médica, uma vez que suas espécies são vetores da malária, filariose e arboviroses. As espécies deste gênero estão amplamente distribuídas nas regiões tropical e subtropical. A maioria dos adultos das espécies de Anopheles são insetos delgados, com a cabeça e o abdômen orientados em linha reta em um ângulo com a superfície quando em repouso.

As espécies dos gêneros Bironella e Chagasia não apresentam importância médica ou econômica. Os indivíduos adultos e os estágios larvais de Bironella são semelhantes aos de Anopheles, mas distinguem-se facilmente pela venação das asas. Os Bironella são insetos com coloração marrom. As fêmeas de algumas espécies foram relatados picando seres humanos, mas não são conhecidas por transmitir quaisquer patógenos de doenças humanas. Os adultos de Chagasia também são semelhantes aos de Anopheles, mas a postura de repouso é diferente. As espécies deste gênero também não são conhecidas por transmitir patógenos aos humanos.

Pernilongos
Pernilongos

A subfamília Culicinae é a maior subfamília do grupo, apresentando quase 40 gêneros e cerca de 3000 espécies. É também o grupo com maior distribuição geográfica, sendo possível encontrar espécies em todos os continentes, com exceção da Antártica. Majoritariamente, as espécies estão concentradas em regiões tropicais. As espécies da subfamília apresentam palpos maxilares geralmente muito mais curtos que a probóscide. As veias das asas geralmente são inteiramente escuras, mas algumas manchas ou escamas brancas ou amarelas estão presentes em algumas espécies.

Os animais adultos mantêm o corpo paralelo à superfície quando em repouso e podem estar ativos durante o dia ou à noite, mas a maioria das espécies apresenta hábitos diurnos, estando ativas durante o dia, incluindo períodos crepusculares. Os animais adultos de ambos os sexos se alimentam de néctar e seivas, mas as fêmeas também se alimentam de sangue de vertebrados, obtendo uma refeição rica em proteínas para a produção de ovos. As espécies do grupo são, então, parasitas de muitos animais vertebrados e a maioria das espécies deposita seus ovos em água parada. Os gêneros Aedes, Culex, Mansonia e Stegomyia são os mais importantes do ponto de vista médico, pois contêm a maioria dos mosquitos vetores de helmintos e arbovírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *