Home / Informações / Tatu-Galinha: Características E Curiosidades

Tatu-Galinha: Características E Curiosidades

Os tatus são integrantes da ordem  Xenarthra que já fora também chamada de edentata. São cerca de vinte espécies destes pequenos animais que como parentes próximos possuem as características preguiças e o tamanduá.

O nome da ordem a qual integra faz um associação a falta de ossos em articulações lombares. O antigo nome dado a essa família, o nome edentata não fazia tanta associação com as características deste animal de fato. Edentata vem de sem dente, o que não é verdade nem tanto para o tatu nem tanto para o bicho preguiça. Somente o tamanduá é desprovido de arcada dentária. Para se ter uma ideia, o tatu canastra possui mais dentes que todos os mamíferos, exceto algumas baleias, totalizando incríveis cem dentes.

Bom, já situamos você sobre estes animais, agora vamos conhecê-lo melhor.

Tatu Galinha, Tatu Canastra E Tantos Outros

O tatu faz parte de uma família de nome difícil, a Desypodidae. Mas não pense que o tatu está muito atrás disso. O seu nome científico é Dasypus novemcinctus L.

Como comentamos inicialmente são cerca de vinte espécies diferentes destes animais. Todas as espécies são habitantes das Américas. O tatu galinha foco do nosso texto hoje é um habitante nos Estados Unidos, na região norte da Argentina e concomitantemente no Brasil.

Tatu Galinha
Tatu Galinha

Com a sua rica diversidade, destas vinte espécies é possível encontrar oito delas em território nacional.

Todos os tatus podem parecer iguais mas há características que os diferem entre as várias subespécies. O tatu tem um tipo de linha que marca o corpo deste animal. É um tipo de camada sobreposta que entre elas podem apresentar uma fina camada de pelos. Ao que tudo indica a depender da espécie o número destas marcações são distintas.

A sua barriga assim como majoritariamente todo o seu corpo é desprovida de pelos e é extremamente macia.

O tatu galinha além do seu nome científico e deste “apelido” também é chamado de tatu verdadeiro, tatu veado e tatu folha.

O Tatu Galinha E As Suas Semelhanças

É engraçado pensarmos em espécies distintas de tatus quando estes animais apresentam basicamente os mesmo hábitos, comportamentos e costumes. O que acaba variando entre uma e outra espécie diz respeito ao número de marcações também chamadas de bandas nas costas, o tamanho e o peso. A sua alimentação a depender da espécie e do local onde habita também pode sofrer pequenas interferências.

Em média o tatu galinha apresenta nove bandas no corpo mas esse número pode ficar entre oito e onze. A média de comprimento fica de quarenta a sessenta centímetros e a cauda apresenta expressivo tamanho também. A cauda pode chegar aos quarenta e cinco centímetros. O peso médio fica próximo aos quatro kilos.

São animais com poderosas garras isso por conta do seu hábito de cavar para a construção de suas tocas.

A alimentação pode variar como adiantamos anteriormente. Alguns comem insetos puramente, outros são onívoros e além dos insetos encontrados consome também frutas, vegetais e folhas disponíveis.

Tatu Galinha Características
Tatu Galinha Características

Estão disponíveis em diversos tipos diferentes de ambiente. Podendo habitar as matas, pastagens, campis, áreas voltadas para a agricultura e igualmente pode ser visto nos cerrados.

Preferem regiões ou locais onde há a existência de uma camada vegetal sobre o solo. Fazem parte de suas preferências áreas quentes e úmidas.

O tatu galinha assim como outras espécies podem ser animais noturnos ou diurnos, contudo, evitam o calor escaldante, sendo desta forma mas comumente visto no período da noite.

Ainda sobre a obtenção do seu alimento, os tatus apresentam uma visão extremamente deficiente, sendo assim, conseguem localizar-se bem e encontrar comida por meio do olfato que em contrapartida a sua visão é bem desenvolvido. Surpreendentemente estes animais podem até mesmo chegar a nadar para se alimentarem.

Glândulas Anais E O Compartilhamento Das Tocas

Como comentamos que os tatus possuem um excelente olfato eles se comunicam pela resposta deste sentido. O tatu utiliza de um glândula anal para marcar território e também para se comunicar com outros indivíduos. Por isso é comum ver o tatu apoiado sobre as pernas posteriores respirando, essa é uma maneira de se ambientar.

Esse pode ser um fato curioso mas ainda mais incrível nestes animais é que não são totalmente territoriais, tanto que pode chegar a partilhar a mesma toca. Muitas vezes estes indivíduos são da sua própria família. Mas ainda assim pode ser um animal extremamente agressivo com a sua mesma espécie. Como entender?

As tocas não são assim tão grandes mas cada indivíduo possui em média seis tocas cada um. São em suas tocas que se protegem, descansam e dão à luz aos seus filhotes.

Seus Predadores, Suas Defesas

Os tatus não apresentam muitos predadores mas os poucos que os são tem a característica de serem implacáveis. São predadores do tatu as onças pintadas e as pardas, raposas, outros felinos de menor porte, os furões e as aves de rapina.

Embora você certamente não veja os tatus reagindo a um ataque de animais como estes saiba que as mesmas glândulas anais que os permitem marcar território e também se comunicar são uma ótima ferramenta. Isso porque o tatu ao soltar esse odor pode acabar afugentando-os.

Tatu Galinha Habitat
Tatu Galinha Habitat

Sua Carne É Saborosa?

Essa pergunta pode soar estranha mas há quem diga que a carne de tatu é extremamente saborosa e por isso a caça desse animal acaba sendo feita. Apesar desse triste dado, o tatu não se encontra em perigo de extinção. O tatu galinha é o mais distribuído entre as espécies. A sua estimativa de vida é relativamente alta, podendo chegar aos quinze anos.

Uma intrigante característica em relação a sua reprodução é que a fêmea ao dar à luz aos seus filhotes eles são todos de um único sexo. Isso mesmo, toda a sua cria é de apenas um sexo. A gestação dura cerca de nove meses e os seus filhotes nascem com os olhos abertos e com o corpo ainda mole. Durante o período reprodutivo que acontece anualmente entre os meses de agosto a novembro os pares são formados. A fêmea se reproduz apenas com um único parceiro. O tatu macho por sua vez pode se reproduzir com várias fêmeas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *