Home / Informações / Tartaruga Almiscarada: Curiosidades, Fotos, Habitat e Alimentação

Tartaruga Almiscarada: Curiosidades, Fotos, Habitat e Alimentação

Ao contrário do que muitos podem acreditar, nem todas as tartarugas são grandes. Existe um grupo que é composta de ínfimos animais, como é o caso de alguns membros da família Kinosternidae, ao qual a almiscarada faz parte. É um bicho nativo do leste dos Estados Unidos e sudeste do Canadá.

É muito conhecida entre os amantes de aquários por se tratar de uma espécie comum como animal de estimação. 

Características da Tartaruga almiscarada 

Conhecida como Sternotherus odoratus, este indivíduo tem uma carcaça marrom ao cinza escuro ou preto. Seu casco é arqueado, estreito e alongado. 

Os jovens apresentam manchas escuras nesta região. Neste também é possível ver três quilhas que desaparecem conforme eles vão envelhecendo. 

Cabeça, pernas e outras regiões ” moles” tem uma coloração do preto ao cinza claro, podendo mudar com o decorrer da vida do animal. 

Em sua cabeça, nas laterais, exibe duas faixas amarelas, sendo uma acima e outra abaixo dos olhos, que se estende até o pescoço. Estas também podem tanto aparecer quanto desaparecer com a idade. 

Ela pode chegar aos 13,7 centímetros de comprimento, mas a média é de 7 a 10 cm, com ambos os sexos no mesmo tamanho. 

No Canadá, é encontrada ao sul de Ontário e Quebec, já nos Estados Unidos é vista no norte, sul e leste do Maine, sul da Flórida e oeste de Wisconsin e Texas. 

Tartaruga Almiscarada
Tartaruga Almiscarada 

Habitat 

Habita todos os tipos de água doce, como lagoas, lagos, canais, pântanos e rios. Mas prefere principalmente locais com fundos arenosos e um correnteza fraca. Gosta de ficar em áreas rasas. 

Comportamento da Tartaruga almiscarada

Esse bicho dificilmente sai da água para se bronzear. É uma tartaruga totalmente aquática. 

Gosta de ficar em troncos – na água – para tomar sol, com o intuito de se aquecer.

Quando está em terra, ela prefere se acomodar em árvores ou galhos caídos. 

Costuma ser ativa ao anoitecer. 

Como se trata de uma criatura de sangue frio, ou seja, precisa se aquecer, ela não é muito fã de inverno. Sendo assim, a espécie normalmente some neste período, menos na parte sul, onde fica mais ativa nessa época do ano.  

Alimentação

A criatura se alimenta de insetos aquáticos, caracóis, anfíbios, peixes, sapos, girinos, camarões, moluscos e também carniça. 

Ocasionalmente, ervas são incluídas no cardápio. 

Reprodução da almiscarada

O ciclo reprodutivo começa na primavera, com as fêmeas depositando de dois a nove ovos. Estes eclodem no fim do verão ou no início do outono. 

Os bebês nascem com menos de uma polegada de comprimento. 

Expectativa de vida 

Assim como a maioria das tartarugas, a almiscarada também tem uma expectativa de vida longa. Na natureza, pode chegar de 20 a 30 anos, já em cativeiro alcança os 50, com uma espécime tendo chegado aos 54. 

32 Curiosidades sobre a Tartaruga (outras espécies) almiscarada 

  1. Seu nome científico advém de uma característica física da criatura: ela produz um cheiro forte e fedorento quando alguém tenta caçá-la. Sendo assim, a tradução literal do nome seria “tartaruga fedorenta”. 
  2. Tem habilidades de escalada. 
  3. No Canadá, como vive em território limitado, é necessário ficar atento para que o bicho não entre em extinção. O mesmo não ocorre com a população dos Estados Unidos. 
  4. A fêmea pode guardar o DNA do seu último parceiro por dias, podendo misturá-lo com outros. Este, inclusive, permanece mesmo após a reprodução. 
  5. Elas não tem dentes. Sua boca tem um forma que ajuda ela a segurar sua presa e puxar a carne. 
  6. O bicho consegue ficar até 4 horas embaixo d’água sem respirar. 
  7. Entre elas acontece um fenômeno chamado de arribada. Isto acontece com uma espécie em específico, com várias delas subindo na mesma praia para desovar, ao mesmo tempo. 
  8. Ela raramente morde seres humanos. 
  9. Na hora da cópula, o macho crava suas unhas na fêmea para impedir que ela fuja.
  10. Para saber diferenciar um macho de uma fêmea, basta observar suas unhas e sua cauda, ambas são maiores no sexo masculino.
  11. Sua mordida é tão potente que ela consegue se alimentar de esponjas marinhas. 
  12. Ela prefere desovar em locais quentes. 
  13. Exibe uma visão lateral, e não frontal. 
  14. Tem os três principais sentidos – olfato, audição e visão – bem desenvolvidos. 
  15. Alcança os 20 quilômetros por hora quando está nadando. Sua velocidade é diretamente afetada pelo clima, o que faz ela ficar mais lenta no inverno. 
  16. Quando está repousando no fundo de um local, consegue reduzir seus batimentos a um por minuto. 
  17. Quando coloca seus ovos em areia quente, a probabilidade de nascer fêmeas é muito maior. Em situação contrária, com local frio, nascerão mais machos. E se pensarmos que estamos lidando com o aquecimento global, de qual forma isso será afetado? A resposta é óbvia. 
  18. Algumas tartarugas podem ficar acima do peso. 
  19. O bicho tem em sua cabeça uma glândula de sal que absorve o excesso dessa substância. Este é eliminado em suas lágrimas. 
  20. É muito fácil identificar um jabuti saudável. Se esse estiver bem, seu casco será liso, caso contrário, ele exibirá placas em relevo. 
  21. O crânio da terceira maior tartaruga do mundo é maior que a da primeira colocada da lista. 
  22. Sua coloração ajuda na camuflagem. A parte superior é sempre escura, já a inferior é clara. Quem a vê de baixo para cima acha que está vendo a luz do sol, ao contrário, o fundo do mar. 
  23. São animais ectotérmicos, o que quer dizer que ajusta sua temperatura de acordo com o ambiente. Ao contrário dos seres vivos que quando estão com frio tentam ficar quentes, essas em ambientes gelados ficam frias e não sentem nada, como as aves. 
  24. O termo tartaruga de água doce não é correto, o certo seria marinha, cágado ou chelinios. 
  25. Vivem em todos os continentes, menos na Antártida. 
  26. A softshell e a marinha tem cascos flexíveis. 
  27. A tartaruga aquática e semiaquática tem a pele bem fina. 
  28. Todas colocam seus ovos em terra firme. 
  29. Depois de anos sendo exploradas, elas correm risco de extinção. 
  30. Sua cópula pode durar horas, e a fêmea pode ser fecundada por vários machos. 
  31. Seu ciclo reprodutivo pode ter intervalos de um, dois ou três anos. 
  32. A tartaruga alaúde, a maior que existe, pode colocar 100 ovos em apenas 10 minutos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *