Home / Informações / Simbologia da Coruja

Simbologia da Coruja

A coruja é uma ave predadora pertencente à ordem Strigiformes e que possui, na grande maioria das espécies, hábitos noturnos.

A plumagem é especial, a fim de garantir um voo totalmente silencioso; os olhos são grandes e não se movem, mas a cabeça gira até 360° para compensar esse fato; a audição é extremamente apurada associada a uma espécie de antena na face, que possibilita detectar a origem de qualquer movimento, garantindo a localização da presa, mesmo na completa escuridão.

Com tantas peculiaridades, não é de se estranhar que tenha surgido as mais diversas lendas em torno desse animal que, além de tudo, possui um canto tão melancólico.

Simbologia da Coruja
Simbologia da Coruja

Conheça agora algumas das mais simbologias da coruja, nas mais diversas partes do mundo e culturas.

Simbologia da Coruja Mitologia Grega

A associação da coruja com a sabedoria é influência da mitologia grega, visto que Atena, deusa da sabedoria e justiça, tinha como mascote uma coruja. De acordo com a lenda, a coruja era capaz de revelar segredos, através da clarividência, desvendando mistérios durante a noite enquanto todos os homens dormiam.

Outro fato a ser considerado é que os gregos consideravam a noite como o momento propício para o pensamento filosófico e a revelação intelectual. A coruja, por ser uma ave noturna, era representada pelos gregos como símbolo da busca pela sabedoria.

Simbologia da Coruja na Mitologia Celta

Na cultura celta, a coruja está associada a Blodeuwedd, uma divindade mitológica galesa.

De acordo com a mitologia, Blodeuwedd foi criada a partir de brotos de carvalho para ser esposa do jovem deus Lleu. No entanto ela acaba se apaixonando pelo deus da caça da floresta e, juntamente com ele, planeja matar Lleu. Quando chega o momento de colocar o plano em prática, Llew se transforma em uma águia e desaparece. Mas um feiticeiro, Gwydion, consegue localiza-lo e, além de transformá-lo novamente em forma humana, vai atrás da Blodeuwedd para puni-la, transformando-a em coruja.

Neste caso, a coruja é relacionada à iniciação e ao ciclo de vida e morte. Essa divindade, patrona das corujas, é responsável pela noite e os mistérios da lua.

Simbologia da Coruja no Candomblé

No Candomblé, Iyami-Ajé é a personificação sagrada da figura materna e a guardiã do segredo da criação. Em sua forma animal, ela é representada pela coruja rasgadeira, vagando durante o escuro da noite e pousando em suas árvores favoritas, principalmente a jaqueira.

Durante os rituais a Iyami, a pena da coruja é utilizada para obter proteção contra os perversos espíritos da noite, ameaças e inveja. A coruja também é a responsável em levar os feitiços até seus destinos.

Simbologia da Coruja na Bruxaria

Durante algum tempo, as corujas eram consideradas bruxas transformadas em forma de um animal. Posteriormente foram consideradas companheiras das bruxas como forma de comunicação espiritual e conhecimento dos poderes secretos da noite.

Acreditava-se também, que as corujas eram capazes de encontrar qualquer pessoa, por mais escondida que ela estivesse, devido a uma conexão mágica entre a bruxa e o animal.

Por serem encaradas como bruxas, as corujas eram amarradas nos pés das árvores e largadas para morrer, evitando, dessa forma, qualquer mau que supostamente poderiam causar.

Simbologia da Coruja na Xamanismo

No horóscopo xamânico, as pessoas regidas pela coruja são inteligentes, bem articuladas e discretas. Com um olhar aficionado em detalhes, são pessoas perfeccionistas e que precisam de liberdade de expressão, apesar de serem silenciosas.

Simbologia da Coruja na Roma Antiga

Não se sabe ao certo como surgiu essa crença, mas na Roma Antiga, vários textos remetem a coruja como um sinal de agouro. O som produzido por esse animal era visto como presságio de morte. Segundo consta, as mortes de Júlio César, Augusto, Aurélio Cômodo e Agripa, teriam sido anunciadas por uma coruja.

Simbologia da Coruja no Egito

No Egito Antigo, a figura da coruja representava a morte nos hieróglifos. Acredita-se que tal fato possa estar ligado à deusa Neith, deusa da guerra e da caça. Essa deusa, que também possuía uma coruja como mascote, era, de acordo com a mitologia, criadora dos deuses e homens, sendo responsável tanto em conceber a vida, como em findá-la.

Simbologia da Coruja no Brasil

No Brasil, a expressão “mãe coruja” é muito utilizada e remete à imagem de uma pessoa disposta a fazer de tudo por sua prole, incapacitada de perceber seus defeitos morais e físicos.

Essa expressão surgiu por conta da fábula “A águia e a coruja”, escrita pelo francês La Fontaine. Nessa fábula, ambas as aves entram em um acordo de paz, no qual a águia promete não devorar os filhotes da coruja. Para que a promessa seja cumprida a coruja descreve seus filhotes como os mais encantadores, elegantes e sedutores. No dia seguinte, durante um voo, avistou um ninho cheio de filhotes horrorosos e sem pensar duas vezes devorou todos. Só depois foi descobrir que se tratava das pequenas corujinhas, que não foram descritos com sua real aparência.

Coruja no Brasil
Coruja no Brasil

Além dessa simbologia, também existe uma referência à coruja no folclore da região norte. De acordo com a lenda, há muito tempo atrás vivia nessa região do país, uma alegre moça chamada Matinta Perera. Um certo dia, quando ela estava grávida, seu marido chegou em casa bêbado e depois de uma discussão ele acabou matando ela. Mas ela possuía proteção sobrenatural, o que permitiu, dessa forma, retornar em forma de uma senhora de dia e de uma coruja na noite.

Quando viva, ela adorava fumar, e, portanto, passava os dias batendo nas casas e pedindo cigarros. Se alguém negasse, ela retornava de noite em forma de coruja para colocar seu feto morto na porta da casa da pessoa. Também era capaz de prever a morte das pessoas, cantando perto das casas das pessoas que estavam prestes a morrer.

Simbologia da Coruja na China

As corujas serviam de oferenda em sacrifícios religiosos e eram usadas para ornamentar a parte externa da casa como forma de proteção de coisas maléficas, principalmente fogo e raios.

Simbologia da Coruja na Índia

As penas são colocadas debaixo dos travesseiros de crianças inquietas, pois acreditam que a coruja tem a capacidade de proporcionar um sono tranquilo.

Simbologia da Coruja no Japão

As estatuetas da coruja em madeira, são penduradas nas portas das casas para combater a fome e a peste. Ouvir ou ver uma coruja dourada, traz sorte e felicidade.

Simbologia da Coruja na Alemanha

Se uma coruja pia no momento do nascimento de uma criança, esta estará condenada a viver uma vida infeliz.

Simbologia da Coruja no Reino Unido

Na Escócia e na Irlanda, acredita-se que se uma coruja pousa três noites seguidas na janela é um aviso de morte. Para tentar evitar a morte, era necessário jogar sal no fogo, a fim de silenciar o animal.

Já no país de Gales, quando uma coruja pia entre a casa de duas moças, está anunciando que uma delas perdeu a virgindade.

Simbologia da Coruja na Nigéria

A coruja era um significado tão grande de má sorte, que no lugar de pronunciar o nome do animal, alguns preferem dizer: “o pássaro que causa medo na gente”.

Coruja Simbologia

Mas diante de tantos significados diferentes, que tal nos contar, através de um comentário, o que a coruja simboliza para você?

Coruja Simbologia
Coruja Simbologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *