Home / Informações / Significado do Bode: Espiritual e Tatuagem

Significado do Bode: Espiritual e Tatuagem

Embora os bodes sejam animais inocentes, eles foram associados a muita simbologia e usados como imagens espirituais que representam forças malignas. Na cultura pop, o bode é muito usado para representar a forma de satã encarnado.

Seja figuras, tatuagem ou mesmo estatuas e filmes, a imagem do bode está sempre ligada ao misticismo junto a elementos simbólicos de feitiçaria. Hoje eu trouxe para vocês o significado desses animais para o meio espiritual e para as tatuagens que são feitas utilizando a sua imagem. Bora conhecer as tatuagens de bode e seus significados no meio espiritual? Confira!

Significado do Bode
Significado do Bode

Tatuagens de bode

Esse tipo de tatuagem pode representar uma série de cultura diferente, dependendo da crença da pessoa que a solicitou. No oriente, a imagem do bode, ou de qualquer animal que possua as patas fendidas, é associado a demônios, Deuses e serem da mitologia.

Se você busca um significado para o bode no meio das tatuagens, esquece, você não vai encontrar. A figura do bode, como eu disse, pode estar ligada a cultura religiosas, representando demônios, ou mesmo mitológica. Porém, a casos que ela apenas representar uma figura de um animal sombrio, caracterizado pelo uso excessivo de preto e sombreado que o deixam no estado terror que a tanto se associa esse animal.

A própria figura, muitas vezes, lembra carneiros, cabras e outros animais da mesma família. A verdade é que esses animais possuem uma fisionomia que já grudou na cabeça a muito tempo, desde que sua cultura sombria foi estabelecida como uma espécie de “entidade portadora das trevas”.

Outra verdade, é que as pessoas parecem se sentir bem, estando com a figura desde animal tatuado a seu modo no corpo. Ele não precisa ter um significado, embora, para religiosos, ocultistas, espiritas e seja lá a religião, os veja de modos diferentes, com significados diferentes por mais que seja apena suma imagem bonita que você escolheu.

Embora seja mesmo apenas uma imagem, é difícil ver pessoas com uma tatuagem deste tipo, devido a cresça que foi criada ao redor dela. A ideia por trás desta tatuagem vem de cada um. Me diga nos comentários, por qual razão você escolheria a imagem de um bode para uma tatuagem?

O lado espiritual do bode

Vamos analisar um pouco esse animal. Ele é um animal herbívoro e mamífero que se alimenta de folhas, arbustos, e tudo que for vegetal que encontrar em sua frente. Eles possuem um par de chifres curvos para trás. E pelos compridos. Sua fêmea se chama cabra, e o filhote resultado a união de ambos é o cabrito. Existem tanto espécies selvagens como domesticadas que fornecem alimentos ao homem necessários para a sua sobrevivência, como leite, lã e sua própria carne.

Ele pesa entre 45kg e 55kg e mede aproximadametne1,2 metros. O macho apresenta uma porção de barba no queixo. É um animal ruminante. Em outras palavras, o bode regurgita a comida para a mastiga-la uma segunda vez.

É complicado decidir em que momento da sua existência o bode passou a ser atribuído a entidades malignas, Deuses pagãos e significados variados. No antigo Egito, Quenúbis era um Deus conhecido por possuir uma cabeça de bode, ou carneiro onde a coroa do Egito repousava sobre seus chifres.

Tatuagens de bode 
Tatuagens de bode

Era o Deus que representava aspectos criativos, e que regulava as águas do Nilo trazendo seca ou inundações que fertilizavam o solo para um novo plantio. Na mitologia judaico cristã, o bode passou a ser a representação do diabo na terra, devido seus chifres longos, curvos e pontudos. Por isso, a cultura pop acabou por popularizar ainda mais essa lenta onde coloca-se a figura do bode associada a presenças satânica no plano terrestre.

Na mitologia grega, o bode está associado a uma das três consagrações do Deus Dionísio. Ele é chamado de o Deus protetor daqueles que não fazem parte de uma sociedade, o credo, sendo assim, ele simboliza todo o perigo caótico, o caos e o inesperado que se encontra fora da compreensão humana.

Chegando na mitologia nórdica, o bode está associado ao Deus do trovão, Thor, devido a um dos mitos onde o nosso herói participa. A história conta sobre uma viagem de Thor pelos céus em uma carruagem que está sendo puxada por dois bodes.

Nas tradições religiosas e mitológicas, foi descoberto que a imagem do bode está associada a trovões e raios, segundo algumas pesquisas. O que podemos concluir com isso tudo? Bem, podemos chegar a muitas conclusões, desde que o ser humano é fascinado por animais com chifres, até seu fanatismo religioso independente dos tempos que vivemos.

O bode e o anjo caido

Azazel seria o anjo que teria sido encarregado por Deus a anotar os pecados da humanidade e enumerar casa uma. Essa anotação seria mostrada no tribunal divido, onde a raça humana é julgada anualmente.

Na tradição judaica cristã. O bode era usado em um ritual chamado Yom Kipur, onde se utilizava de dois bodes, o primeiro era sacrificado no Templo de Jerusalém, para o senhor criador, o segundo bode é posto para morrer no deserto, levando consigo os pecados das pessoas. O bode também representaria a figura do anjo caído no inferno, tendo ele se tornado um dos sete pecados capitais conhecidos. Nesse caso, Azazel estaria ligado ao pecado da ira.

Simbologia do bode

Outra divindade que teria sua face moldada a cabeça de um bode seria o conhecido Deus pagão Baphomet. Ele seria um hibrido Homem/Bode, sendo sua cabeça sendo a de um bode e o corpo de um homem.

Essa figura estaria relacionada ao universo oposto um do outro, por exemplo, o bem e o mal, o home e a mulher, o dia e anoite. No entanto, existem controversas que falam que Baphomet seria a personificação do mal. Essa segunda definição teria surgido devido ao fato de a figura do bode ser associada também a rituais de magia, bruxaria, alquimia satanismo, ciências ocultas, etc.

Conclusão

A imagem do bode passou milênios sendo associada muitas lendas, Deuses e nem se sabe mais como isso começou e qual foi a primeira relação espiritualista feita com esse animal. De qualquer como, é uma espécie comum da natureza sem grandes feitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *