Home / Informações / Salamandra De Fogo: Curiosidades, Fotos e Nome Científico

Salamandra De Fogo: Curiosidades, Fotos e Nome Científico

Se você é um amante de mitologia deve conhecer bem a nomenclatura da Salamandra de fogo. Caso não, você imagina o motivo deste animal estar como um símbolo de poder nas escritas? Além disso, devemos relembrar que é justamente a Salamandra de fogo um animal pequeno com características interessantes. Ficou curioso para descobrir mais acerca deste animalzinho? Montamos um artigo especial para suprir todas as suas curiosidades, indo de pontos científicos até curiosidades em geral. Vem conferir!

Salamandra De Fogo
Salamandra De Fogo

O Que É A Salamandra De Fogo?

A salamandra é um anfíbio que inicia a sua vida como uma larva em meio aquático e ao ficar adulto vira terrestre. É comum vermos o aparecimento desses animais após uma longa chuva no período noturno. Atualmente existem mais de 550 espécies de salamandras, cada uma com as suas especificidades, encontradas em diversos locais ao redor do mundo inteiro.

Entre elas podemos citar a Salamandra de fogo, que tem em média entre 14 – 20 cm, havendo algumas exceções, que apresentam até 1m. Ela tem como principal característica a sua pele preta com pequenas bolinhas em tom amarelo.

A Salamandra de fogo apresenta 4 patas, corpo alongado e uma pele lisa, se a presença de escamas. A mesma contém pequenas glândulas que são essenciais para manter a umidade do seu corpo. Ela obtém este nome visto que a sua pele secreta um uma poderosa toxina que pode matar animais até o porte de um cachorro. São duas glândulas acima da cabeça que apresentam essa poderosa ferramenta contra predadores.

Hábitos De Vida

Em geral, a Salamandra de fogo é um animal que vive em sua maioria em ambiente europeu e no norte da áfrica, havendo apenas 5 espécies no Brasil, todas na zona amazônica. Para encerrar as temperaturas dessas regiões, desenvolveu a capacidade de se regenerar. É comum a sua busca por ambientes montanhosos e de florestas visto o seu estilo de vida, sempre buscando a umidade. Ela evita ao máximo ambientes que sejam abertos e secos.

Sua semelhança com os lagartos pode acabar confundindo aqueles que nunca a viram de perto, porém, elas param por aí. É bastante comum vermos esse animal a noite, visto que sua rotina é esta, além disso, as noites chuvosas são a garantia de saída de suas casas para apreciar a beleza deste animal.

Salamandra De Fogo
Salamandra De Fogo

Alimentação

Por ser um anfíbio, a Salamandra de fogo antes de sua vida adulta ela costuma se alimentar de insetos aquáticos, como larvas de outros insetos e crustáceos. Porém ao crescer e se tornar adulto inicia o consumo de animais terrestres, como a aranhas, minhocas, caracóis, lesmas e formigas.

Porém ao viver em cativeiro é comum o uso de rações específica para esta espécie, além de o acompanhamento em outros alimentos, como pedaço de coração, fígado e polivitamínicos. Claro, todos sob prescrição e recomendação de um profissional veterinário.

Reprodução

A grande maioria dos animais reservam uma época do ano como a melhor para o seu acasalamento, não seria diferente com a Salamandra de fogo. Em seu caso, os meses onde é comum vermos a sua reprodução vão de setembro a maio, ou seja, entre o outono e a primavera europeu. Para que o acasalamento ocorra, o macho fica abaixo da fêmea, ambos entrelaçando a sua cauda. Após este processo, o macho libera o espermatófita, iniciando assim a proliferação.

Nome Científico

Sendo uma espécie de anfíbio que apresenta cauda (caudado), ela é pertencente à família, Salamandridae. Apesar de ser conhecida por Salamandra de fogo, este animal acaba recebendo diversas nomenclaturas de acordo com o espaço onde se encontra. Iniciando por seu nome científico, que é Salamandra salamandra, porém ela também pode ser chamada popularmente como Salamandra de fogo, Salamandra comum e Salamandra de pintas amarelas.

Salamandra De Fogo - Preta e Amarela
Salamandra De Fogo – Preta e Amarela

Acerca Da Mitologia

Uma das características que fez a Salamandra de fogo se popularizar foi o fato de seu nome ser bastante mencionado entre a mitologia. Isso porque antigamente acreditava-se que esse animal tinha o poder de nascer e renascer do fogo, logo, o seu grandioso poder era praticamente invencível.

Porém toda esta lenda foi concebida graças ao ateamento de fogo em sua casa, conhecida por ser em cascos de árvores. Ou seja, ao atear o fogo, ela saia rapidamente sem alguma lesão. Daí se surgiu a lenda. Algumas pessoas que realizavam estes rituais buscavam ajudas para se purificar depois, visto que havia um certo medo desse animal ser diabólico e que pudesse repassar algum mal ao ser humano que entrou em contato com ele.

Preservação

Assim como diversos outros animais atualmente, a Salamandra de fogo também vem sofrendo com as mudanças drásticas que ocorrem cada vez mais no meio ambiente. Por isso, os países onde a sua existência é comum vem cada vez mais criando novas políticas de cuidados e proteção, não apenas para esses animais.

Curiosidades

A pigmentação da pele da Salamandra de fogo é basicamente o que nós humanos temos com a impressão digital. Cada uma delas apresenta uma pequena diferenciação no padrão das manchas, sendo assim, pode até mesmo utilizar isso para se camuflar em seu habitat natural.

Apesar de assustarem ao primeiro contato, podem ser criadas em cativeiro por média de 20 anos. Claro, haverá uma série de cuidados essenciais a serem tomados visto a sua toxina, porém, com as recomendações de um veterinário você conseguirá mantê-la sã e salva, assim como você.

A grande maioria das doenças que o mesmo pega é ocasionada por conta de sua pele. Seja problema com a sua pigmentação ou afins, esta é uma fácil causa de morte para eles. Um dos primeiros sinais que algo não está ocorrendo bem é a sua falta de apetite.

Conclusão

São diversas as curiosidades e os detalhes que fazem da Salamandra de fogo um animal especial. Não é atoa que o mesmo é tão valorizado na mitologia, como um renascedor das cinzas. Espero que após todos os pontos citados ao decorrer deste artigo você tenha compreendido bem o verdadeiro poder deste animal. Então deixa nos comentários o que você achou deste artigo e até a próxima!

 

 

Um comentário

  1. Matéria completa e sem o sensacionalismo da Internet. Gostei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *