Home / Informações / Ratão do Banhado

Ratão do Banhado

Nome Científico e Classificação

O ratão do banhado (Myocastor coypus) é um mamífero da classe mammalia, ordem rodentia e família Myocastoridae. Abaixo foram selecionadas as suas características principais.

Distribuição geográfica

A princípio, a sua distribuição era restrita à região Sul da América do Sul, Chile e Argentina e Sul do Brasil. Porém, com as fugas e solturas de animais em cativeiro, há registros da espécie nos Estados Unidos e na Europa.

Ratão do Banhado
Ratão do Banhado

Habitat

É encontrada em lagoas, rios e banhados.

Reprodução

Os ninhos dessa espécie são construídos com junco e casca de árvores. A toca geralmente tem 1 metro de comprimento. O macho é o responsável pelos cuidados da cria desde o nascimento, até que a fêmea se recupere. A ninhada pode chegar até os 13 filhotes, mas a média é de 5. A gestação dura em média 130 dias. A fêmea do ratão do banhado atinge a maturidade sexual com 3 meses. As ninhadas acontecem 2 a 3 vezes ao ano.

Crescimento populacional

Com uma ninhada grande, é perceptível que o crescimento populacional é alto caso não haja muitos predadores. Na Mata Atlântica, a população do ratão do banhado é baixa e fica em equilíbrio porque nas áreas preservadas há muitos predadores, como a onça-parda, jaraguatirica, gato do mato, este come os filhotes e o jacaré de papo amarelo em algumas áreas alagadas.

Em um cenário sem predadores o ratão do banhado, por vezes, se multiplicou aos milhares nas áreas alagadas protegidas dos parques e está devorando toda a vegetação nativa aquática e semiaquática, proporcionado uma erosão nas margens dos rios, destruindo os banhados em larga escala, afetando a reprodução dos peixes e, consequentemente, a população de aves e de outros animais. Isso pode causar uma colisão nestes ecossistemas e levar a extinção várias espécies de animais caso nenhuma medida venha a ser adotada.

Em Houston, há dois parques estaduais de áreas alagadas na região metropolitana completamente infestada com o ratão do banhado. No famoso lago protegido do Texas, Eagle Lake, a 100 km a oeste de Houston, muitas aves encontram-se ameaças de extinção. O pato selvagem, por exemplo, sofreu com o impacto causado pela superpopulação do ratão do banhado.

Ratão do Banhado Alimentação
Ratão do Banhado Alimentação

Alimentação

A sua alimentação é constituída essencialmente por capim, raízes, plantas aquáticas, folhas, grãos, carne e peixe.

Identificação

O ratão do banhado é dono de uma pelagem muito bonita graças a alguns cuidados, a coloração é marrom avermelhada. E quais seriam esses cuidados? Ele lava e penteia o pelo com suas pequenas garras. Logo após, esfrega as patas nos cantos da boca, neste local têm glândulas especiais que expelem uma substância gordurosa e, cuidadosamente, fricciona esse óleo no pelo, que se torna bastante lustroso. Essa espécie era caçada no subcontinente da América do Sul, principalmente na Argentina, e criada na Europa.

Ratão do Banhado
Ratão do Banhado

A sua cauda é longa e grossa, revestida por escamas e pelos. Pode chegar a medir 1 metro de comprimento considerando o tamanho do corpo e do rabo. É um bom nadador, em função de suas patas com 5 dedos serem providas por membranas, mas caminha devagar. O seu peso pode chegar 9 quilos.

Nomeação e Tempo de vida

O ratão do banhado também é conhecido como caxingui, nútria e ratão d’água. Geralmente chega a viver em média 15 anos.

Predadores

Os seus predadores naturais são a onça e o jacaré, mas atualmente tem sofrido ameaças do homem, caçado em função da carne e da própria pele.

Comportamento

O ratão do banhado costuma cavar as suas tocas ao longo das margens dos rios, lagoas e banhados, também as usa como morada para o ninho. É um animal de hábitos noturnos e comportamento solitário, costuma nadar como um castor, mas não mergulha bem.

Hambúrguer de rato?

Hambúrguer de rato
Hambúrguer de rato

Sim, é isso mesmo! Hambúrguer de rato é a nova sensação gastronômica da Rússia. A carne do ratão do banhado virou um ingrediente comum nos restaurantes de Moscou por ser barata, saudável e gostosa.

O filme Ratatouille de 2007 apresenta uma combinação entre ratos e gastronomia, mas uma nova onda presente na Rússia promete mudar a opinião sobre a presença de roedores na cozinha. Foi lançado pelo restaurante Krasnodar Bistro um hambúrguer com a carne do ratão do banhado, a aprovação do público a tornou uma sensação em Moscou, começando a ser copiado por outros estabelecimentos da cidade.

O chef Takhir Kholikberdiev é o responsável pela invenção inusitada e garante que a carne é macia e saborosa e o seu gosto fica entre o peru e o porco. De acordo com o chef, a carne apresenta benefícios é rica em ômega 3 atestada pelos médicos e recomendado também pelos nutricionistas.

Chineses Detidos Carne de Rato
Chineses Detidos Carne de Rato

Porém, comer a carne do ratão do banhado não é algo tão novo. Mas é primeira vez que aparece em uma versão gourmet. Em meados dos anos 1990, o país apresentava uma grande parcela da população abaixo da linha da pobreza. Estas pessoas com poucos recursos financeiros para comprar as roupas tradicionais, usavam o pelo do ratão para confeccionar roupas para manter-se. Além das roupas, a comida também estava em falta, deste modo, as pessoas começaram a se alimentar com a carne do roedor, especialmente no interior do país.

Takhir Kholikberdiev, afirma que o ratão se reproduz rapidamente e isso o torna um animal fácil de ser criado para o consumo. Desde que a tendência começou a se espalhar, é possível encomendar a carne em algumas feiras de Moscou. Com o sucesso, o chef começou a expandir o cardápio, agora é possível provar a carne do ratão em cachorros quentes, bolinhos e até nos enrolados em folhas de repolho.

E aí, gostou desse artigo sobre o ratão do banhado? E o hambúrguer usando a sua carne. Provaria? Sugiro que você deixe sua opinião, sugestão ou exponha alguma dúvida logo abaixo, nós com certeza leremos todos os comentários e responderemos. Saiba também que aqui no blog todo o dia tem conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Se quiser receber artigos exclusivos no seu e-mail como este post, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela. Quero pedir uma última coisa, tá bom? Compartilhe esse conteúdo com os seus amigos! Combinado?

Aproveite! Até breve!

2 comentários

  1. Onde fica as mamas da ratoa do banhado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *