Home / Informações / Quais São As Características Principais Dos Quilópodes?

Quais São As Características Principais Dos Quilópodes?

Você já ouvir falar em quilópodes? Os animais que integram este grupo embora não sejam muito conhecidos como quilópodes muitas vezes estão mais próximos de nós do que imaginamos. Vamos conhecer hoje algumas das principais características destes animais e alguns que integram este seleto grupo?

A Classe Dos Chilopodas

Os quilópodes são conhecidos pela classe que integram, esta classe é denominada classe dos Chilopodas e popularmente é lembrada pelas lacraias, ou centopeias, visto que são denominados das duas formas. Dentro desta classe há outras quatro ordens, o que totaliza mais de três mil espécies diferentes de animais catalogadados. Para espécies diferentes serem catalogadas na mesma ordem ou classe estas espécies devem apresentar particularidades comuns. Dentre estas particularidades comuns, temos o formato do corpo que é achatado, comprido, segmentado e interligado em anéis. São espécies que estão presentes em todos os continentes do planeta, exceto nas calotas gélidas da Antártica. Seu comprimento médio fica entre três e trinta centímetros a depender da espécie.

São todos artrópodes terrestres com características bem específicas quanto aos seus habitats. Entre os habitats comuns aos chilopodas estão os desertos, embaixo de rochas ou imersos na escuridão das cavernas, dentro de troncos e em meio ao húmus. Não muito raramente são encontrados também vivendo no litoral. São animais que estão sempre mais presentes em regiões de temperatura tropical do que qualquer outra. Estão entre os mais antigos animais conhecidos e são tidos como exímios caçadores, ágeis e vorazes. Como fiéis caçadores caçam animais tanto invertebrados quanto vertebrados, tendo uma alimentação carnívora bem diversificada.

As presas capturadas por estes animais são costumeiramente imobilizados e posteriormente envenenados com a inoculação do veneno.

Quilópodes
Quilópodes 

Características Físicas E Outras Coisas

Os animais que integram este grupo possui em sua maioria a coloração marrom e/ou amarelada. Mas a depender da região onde estão pode acabar tendo a sua cor alterada, isso porque as espécies tropicais possuem a coloração mais diversificada apresentando cores entre vermelho, verde, azulado, violeta e também preto.

Ainda falando sobre as características físicas destes animais, possuem atrás da cabeça, ferrões responsáveis pela inoculação de veneno em suas presas que são primeiramente imobilizadas, depois envenenadas e mortas.

Os maiores exemplares de quilópodes conhecidos são as lacraias, ou centopeias como também são chamadas. São animais que possuem um corpo longo, comprido, fino, segmentado, interligado por anéis, e cada um destes segmentos apresenta um par de patas. No total há animais quilópodes que podem apresentar mais de duzentas patas, o que é impressionante, não é?

Os quilópodes são animais que como denotamos anteriormente são super ágeis e notoriamente caçadores. São vistos sempre no período noturno com uma alimentação composta pelo consumo de vermes, insetos, minhocas, ratos e filhotes de aves. No caso das lacraias a captura de suas presas ocorre pelas duas últimas patas que atuam como sensores e como mecanismo de defesa. As presas são fortemente agarradas enquanto a lacraia rapidamente vira-se para trás para envenenar o seu alimento.

Sistema De Reprodução Dos Quilópodes

Os quilópodes são animais dioicos. Os dioicos são animais cujos sexos são separados em indivíduos diferentes, o que acontece com a maior parte dos vertebrados. Além de dioicos são animais ovíparos e a partenogênese pode ocorrer com algumas espécies de centopeias. A partenogênese é um algo que pode acontecer com algumas fêmeas que acabam se reproduzindo sem a necessidade de contato com um macho da espécie.

O processo reprodutivo destes animais funciona da seguinte forma: os machos produzem um tipo de teia fina onde deposita o chamado espermatóforo. Segundo estudos cada macho produz um espermatóforo para a fêmea e o deposita nesta teia. A fêmea pegaria este espermatóforo e colocaria na entrada de seu órgão genital. Os gonópodos de cada um dos sexos os auxiliam a lidar com o espermatóforo. Curiosamente e até mesmo de maneira romântica o macho realiza um tipo de cortejo com a fêmea antes que os mesmos iniciem o processo de reprodução. Durante este cortejo ambos os indivíduos podem apalpar o outro utilizando-se de suas antenas. Este processo de galanteio e troca de carícias, por assim dizer, pode demorar em média cerca de uma hora.

Após a troca de material genético a fêmea põe em média de quinze a trinta ou trinta e cinco ovos e o processo de incubação é feito comumente dentro de cavidades encontradas em madeiras em fase de apodrecimento, ou ainda sob o solo. Quando encontra um lugar apropriado e após a postura dos ovos a fêmea se enrola sobre eles até o nascimento dos filhotes que nascem como adultos de pequeno porte.

Locomoção

A locomoção no caso das centopeias é tida como muito rápida, sendo esta uma de suas mais marcantes características. Este movimento de locomoção rápido estaria associado a alguns fatores dentre eles, as patas opostas de suas pernas, as ondulações que o seu corpo faz durante o movimento, aumentando significativamente o seu passo e também com o toque de apenas um terço para menos de toda a extensão de suas pernas sobre o solo. O que foi identificado igualmente em grupos de estudo é que em alguns indivíduos há um aumento da parte anterior da perna de modo que acaba não causando interferências com a parte posterior das pernas do animal.

De modo geral as centopeias possuem o corpo totalmente adaptado a correrem e a sua marcha é notoriamente acelerada com movimentos precisos e rápidos.

Picada Em Seres Humanos: Os Riscos

Embora seja bem letal para os animais que integram o seu cardápio alimentar, o veneno das lacraias ou centopeias não apresenta toxidade para nós seres humanos, sendo unicamente muito doloroso. A picada de lacraia acaba doendo muito em seres humanos e a depender da espécie pode causar sintomas adversos como febre, dor de cabeça, inchaço e vermelhidão.

Mesmo que em sua grande maioria as chances de contrairmos uma doença advinda dos quilópodes seja quase nula, é recomendado em casos de acidente consultar sempre um médico de sua confiança para que todos os aspectos da picada sejam avaliados e as medidas mais assertivas do ponto de vista médico sejam tomadas. Antes de procurar um médico certifique-se de que o local está higienizado e que você não consumirá álcool após o incidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *