Home / Informações / Porquinho da Índia: Curiosidades, Fotos e Habitat

Porquinho da Índia: Curiosidades, Fotos e Habitat

Apesar de cães e gatos serem os animais de estimação mais comuns, existem aqueles que preferem bichos talvez um pouco diferentes, como pássaros, papagaios, hamsters e porquinhos da índia. 

Um roedor, este indivíduo vive em grupos com sua companheira e com seus bebês, que logo começam a se reproduzir e formam suas próprias colônias. Esse costume deve ser preservado em cativeiro pelo dono, que precisa comprá-los em pares. Como deu para perceber ele não gosta de viver sozinho. Apesar disso, o fato dessa convivência em dupla não é um problema, além de não serem indivíduos que precisam de muito cuidado e até espaço dentro de casa. 

Sem contar que eles são super fofos e uma ótima opção de pet para quem tem criança, já que estas podem se divertir vendo o roedor se exercitar em sua roda. 

Porquinho da Índia
Porquinho da Índia

Características do porquinho da Índia 

O porquinho da Índia é um animal comum na América do Sul, sendo o único da espécie Cavia aperea tschudii a ser domesticado. Apresenta dimorfismo sexual, com os machos sendo maiores que as fêmeas. Este mede até 25 centímetros de comprimento e pode pesar um quilo. Já as fêmeas são menores, cerca de 29 cm de comprimento e com uma massa que varia de 600 a 900 gramas. É por isso que eles conseguem viver tranquilamente dentro de uma gaiola. Claro, não vá comprar uma minúscula. Escolha uma que proporcione bastante espaço para o casal. 

Ele é muito dócil e adora receber e dar carinho, podendo ficar no colo dos donos durante horas. Em questões de energia, tem a mesma proporção, por isso precisam da rodinha para se exercitarem e, assim, gasta-lá. 

Quanto ao seu comportamento na hora de tirá-la da gaiola, é necessário ter um certo cuidado, isso porque se ele se sentir ameaçado, sozinho ou ainda não tiver construído um laço de confiança com o dono, ele pode fugir. E por se tratar de um ser pequeno, ele some com facilidade, sendo difícil de encontrá-lo depois.

Sua expectativa de vida é de 5 a 8 anos, isso se for criado e cuidado corretamente. 

Caso deseje ter um, o valor vai variar de acordo com a raça do porquinho. Os mais comuns custam de R$10 a R$ 30. Mas os mais raros podem chegar aos R$ 300. Lembre-se de adquirir um em local apropriado. Observe também se o criador toma os cuidados necessários para a saúde do bicho. E, claro, não esqueça de sempre comprá-los em pares. 

Alimentação

Lembra que comentamos que o porquinho da Índia não requer muita atenção? Isso só não é válido para sua alimentação. Ele é um bicho herbívoro e isto deve ser respeitado. Capim e feno precisam estar sempre a disposição do pet 24 horas em sua gaiola. Ele também pode come legumes e verduras uma vez por dia, em uma pequena porção. Estes são servidos tanto crus quanto cozidos no vapor. 

É possível alimentá-lo com ração, mas para isso é necessário procurar por um veterinário.

Quanto às coisas que ele não pode consumir, estão: cenoura, batata, figo, feijão, couve, couve flor, frutas e outros alimentos considerados de seres humanos. 

Porquinho Da Índia Alimentação
Porquinho Da Índia Alimentação

Raças de porquinho da Índia 

Os porquinhos da Índia são identificados de acordo com seus pelos. Estes apontam a raça do indivíduo.

Angorá: ele é bem parecido com a espécie abissínio, mas com pelos mais compridos. 

Abissínio: este detém rosetas, geralmente 10 delas, em seu corpo. 

Pelo curto inglês: é o tipo mais comum. Exibe uma pelagem uniforme e em pouca quantidade. 

Silkie: o pelo cresce da cabeça indo em direção ao corpo. Quando penteado, o bichinho parece uma gota. 

Sheltie: tem pelagem longa e bem lisa. 

Peruano: este chama atenção pelos pelos longos. Também são bem gordinhos. 

Essas são as raças mais comuns, mas existem outras não tanto assim porque não são criadas no Brasil, como Coronet, Teddy, American Crested – única espécie da América do Norte – e Texel. 

Identificado machos e fêmeas

Ao contrário dos cachorros, é um pouco mais difícil saber o sexo do seu porquinho da Índia. Mas descobrir é bem fácil. Quando se aperta a parte superior do corpo do pet seu órgão ficará a mostra e tem um formato de “i”. Isso nos machos. Quando o mesmo é feito nas fêmeas, nada acontece e este se parece com um “y”. 

Gaiola 

E voltando a gaiola, este é um item essencial para o bem-estar do seu bicho de estimação. Então é preciso ficar atento as medidas para que ele tenha um estilo de vida saudável. A proporções padrão que é mais comum no Brasil é de 60 por 40, o que é muito pequeno para o porquinho. O ideal é comprar de 120x80x30 pra cima, já que você terá que comprar dois deles.

Porquinho Da Índia
Porquinho Da Índia

 

12 curiosidades sobre o porquinho da Índia 

  • Na natureza, vivem em grupo com 10 indivíduos. 
  • Assim como muitos roedores, seu dente não para de crescer durante toda sua vida. Por isso, ele tem que comer alimentos duros para gastar a dentição. 
  • Sua cor pode variar. 
  • Como são caçados na natureza, eles têm um comportamento desconfiado e estão sempre assustados. 
  • Não detém hábitos noturnos como outros roedores. 
  • Ao invés de dormir por várias horas, a criatura prefere tirar pequenos cochilos ao longo do dia. 
  • É bastante sociável. 
  • Ele se tornou comum na aristocracia europeia há cerca de 300 anos. 
  • Na América do Sul é chamado de cuy. Este título está relacionado com o barulho que faz, principalmente quando está com medo ou com fome. 
  • São iguarias da gastronomia andina. São servidos assados em espetinhos. 
  • Tem a visão bem desenvolvida, mas tem dificuldade em calcular distâncias e profundidades, por isso sofrem acidentes quando andam. 
  • Como os coelhos, come as próprias fezes para poder absorver nutrientes essências para ele, como vitamina b e alguns minerais. Isso também ajuda o animal a recuperar parte da flora bacteriana, que auxilia na digestão dos alimentos que consome com grande presença de fibras. 

Gostou? Não esqueça de compartilhar nas redes sociais com seus amigos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *