Home / Informações / Pônei Fjord: Características, Curiosidades e Alimentação

Pônei Fjord: Características, Curiosidades e Alimentação

Com características peculiares, principalmente sua altura, o pônei parece uma animal saído de um conto de fadas, como o unicórnio. Fofinho, dócil e um indivíduo que se relaciona muito bem com humanos, principalmente com crianças. Ele é comumente confundido com os cavalos, já que ambos possuem algumas características comuns entre si. Porém, eles são bichos diferentes, começando por sua altura, algo que muitos acreditam ser um defeito genético, mas na verdade é um traço genuína desse equino. 

Abaixo, vamos conhecer mais sobre o pônei, em específico da raça Fjord. 

Origem do Fjord 

O Fjord é um dos indivíduos mais antigos que se tem conhecimento. Além disso, ele também é dotado do maior índice de pureza. Acredita-se que esses bichos migraram da Mongólia para a Noruega – país que ficou conhecido como seu local de origem -, descendo de cavalos do tipo Przewalski. 

Pônei Fjord
Pônei Fjord

Esses noruegueses têm características que chamam atenção para a raça, como beleza física, temperamento dócil e um torso muito bem desenvolvido. São fáceis de treinar e, por este motivo, são muito usados para atividades como a equitação. Apesar de advir de um país frio, a espécie é bem adaptável, o que favorece sua aceitação a qualquer tipo de clima, inclusive os tropicais, como no Brasil. 

Há indícios que os Vikings tenham usado seus ancestrais nas guerras, mas ele também já foi usado para serviços envolvendo agricultura. 

Ele começou a ser exportado para outros países em 1950, principalmente para a Alemanha e Dinamarca, onde a presença da raça é muito ativa. Ele também pode ser encontrado na Bélgica e na França – onde era considerado um pônei até 2013, devido ao seu tamanho -. 

A partir de 2003 o indivíduo chegou ao Brasil graças a empresa Pedra azul Ecologia e Turismo, responsável por introduzir o bicho em território brasileiro e a segunda entidade a trazê-lo para a América Latina. Atualmente, ele é comumente usado na Cavalgada Ecológica Pedra azul, no Espírito Santo. 

Características 

O pônei Fjord mede entre 1,35 a 1,50 metros de comprimento, mas espécies que chegam até 1,55 metros são comuns. As espécies da Noruega e da Alemanha costumam ser maiores que aquelas advindas da França. Devido a isso, o indivíduo também é considerado um cavalo. Eles pesam de 400 a 500 gramas.

Tem uma pelagem conhecida como “Isabelle”, o tipo mais comum entre a raça, mas alguns indivíduos podem ser dotados do tipo “rato”, mas esses são casos raros. Sua crina é ereta, com pelos baios nas laterais, e no centro com pelagem preta. Neste animal é comum observar algumas manchas marrons acima dos olhos e nas coxas, orelhas com pontas escuras, crina; cauda e topete também mais escura, listra de burro e a presença de uma pequena “estrela” na pelagem. 

De acordo com a classificação usada para definir se o bicho é ou não um Fjord, aceita-se cinco tonalidades diferentes. A maioria tem pelos marrons, mas também é possível encontrar espécies em tom de dourado, amarelo, cinza, castanho-claro e vermelho. Seu casco normalmente é preto, mas também pode ser marrom claro, principalmente em cavalos de pelagem mais clara. A maior característica, que remete aos bichos selvagens, é uma faixa dorsal que vai do topete até o pescoço, costas e cauda, e listras de zebra em suas pernas. 

Ele é usado em atividades de lazer, equitação, trec e reboque. 

Alimentação 

O pônei/cavalo Fjord é do tipo herbívoro, ou seja, se alimenta de folhagem. 

Cuidados com os pelos

Por ter essa mancha mais escura bem no meio de sua crina, que abrange boa parte do seu corpo, a maioria dos donos desse animal se preocupa com os cuidados em relação os pelos do pônei. Para isso é importante deixar o bicho sempre limpo, que deixará sua pele e sua pelagem bonita, saudável e brilhante, chamando ainda mais atenção para o torso do indivíduo e, respectivamente, para sua crina. Para isso, esta é aparada de forma reta, crescente, o que chama mais atenção para o pescoço do pônei, que se curva de forma graciosa. Os pelos externos, brancos, são cortados um pouco mais curtos que os internos, que são escuros, destacando ainda mais essa característica do Fjord. 

Pônei Fjord
Pônei Fjord

Curiosidades 

  • Acredita-se que os vikings já usavam o animal para a guerra e atividades agrícolas. 
  • Foi domesticado há 4 mil anos. 
  • Sua seleção racial é datada de 2 mil anos atrás. 
  • É comum encontrar indivíduos com mais de 1,55 metros de comprimento, por isso é possível encontrar matérias que citam o animal como um cavalo, e não como um pônei. 
  • É descente de cavalos asiáticos primitivos que habitaram o leste da Noruega. 
  • É considerado um ícone nacional em seu país de origem.
  • Apesar da baixa estatura, são animais extremamente fortes, mais até que o cavalo. Podendo puxar um grande volume de peso. 
  • Conseguem transportar cavaleiros adultos. 
  • É muito dócil e inteligente, por isso é frequentemente usado em terapias, principalmente com crianças e idosos. 
  • Era um animal de estimação entre os séculos XVII e XVIII, entre princesas e príncipes. 
  • A primeira raça de pônei no Brasil foi a Shetland, que foi cruzada com outros indivíduos trazidos da Argentina, Uruguai e Paraguai. 
  • As raças brasileiras não ultrapassam 110 centímetros de comprimento em fêmeas, e 100 centímetros de comprimento nos machos. 
  • Uma nova raça surgiu no sul de Minas Gerais, que logo se espalhou para Bahia, Goiás, e atualmente está presente em todos os estados do país. 
  • Tirando o Fjord, a maioria dos pôneis não passam dos 1,50 centímetros de comprimento. 
  • Além do Fjord, o Welsh Pony também é considerado uma das raças mais antigas que se tem notícia. Ele é originário da Escócia. 
  • O Shetland recebe o título de menor equino da espécie. Este também tem origem na Escócia, na ilha de Shetland. 
  • Acredita-se que sua altura está relacionado com a sua alimentação. Por este motivo os animais advindos de locais com pouca comida são menores que aqueles que viviam em terras melhores e com condições amenas. 

Gostou de saber mais sobre o pônei Fjord? Não esqueça de compartilhar. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *