Home / Informações / Pintassilgo Brasileiro Ave Com Fotos

Pintassilgo Brasileiro Ave Com Fotos

Pássaros são animais que causam deslumbramento em grande parte dos seres humanos. Tanto que muitas pessoas realizam observação de pássaros tanto sozinhos como em grupos. E outras, acabam optando por criá-los como animais de estimação e um dos pássaros mais cobiçados é o Pintassilgo. Porém, para criá-los em cativeiro é necessário cumprir com vários requisitos legais.

Os Pintassilgos são aves da ordem Passeriformes muito admiradas por todos aqueles que amam pássaros. Eles pertencem à família intitulada como Fringillidae e são membros da subfamília Carduelinae. O nome científico desta linda ave é Spinus Magellanicus.

Estas aves são consideradas gregárias, pois costumam viver em bandos ou grupos. Também podem viver em casal, mas dificilmente vivem sozinhas.

Seu estado de conservação, definido pela IUCN, atualmente é de Pouco Preocupante. Porém, é importante ficarmos sempre atentos e não contribuirmos para a extinção da espécie. E você sabe como fazer isso? Não contribuindo com o desmatamento e degradação do meio ambiente, nem praticando caça ilegal ou contribuindo com o tráfico de animais.

Portanto, caso você esteja pensando em ter um Pintassilgo como animal de estimação é fundamental que você não compre ou crie o pássaro de forma ilegal. E o ideal é que você admire-os soltos na natureza.

As aves sentem-se aprisionadas quando criadas dentro de cativeiros, elas não foram feitas para ficarem presas, e sim, soltas, voando pelo céu. Em contato com outras aves de sua espécie, florestas e riachos.

Existem, atualmente, 12 subespécies reconhecidas e cada uma delas possui suas características específicas apesar de serem muito semelhantes fisicamente, fato que dificulta na diferenciação durante a observação.

Neste artigo, abordaremos sobre as subespécies de Pintassilgo, e apresentaremos as subespécies de Pintassilgos Brasileiros. Além disso, você poderá conferir quais são suas características físicas, hábitos e alimentação.

Subespécies de Pintassilgos

A primeira subespécie que abordaremos possui o nome científico Spinus Magellanica Magellanica. Pode ser encontrada em regiões da América do Sul, como o Uruguai e Argentina, até a Patagônia. Parece bastante com a subespécie Brasileira Icterica, mas seu tamanho é maior e sua cor bem mais esverdeada.

Também podem ser encontradas na Argentina as subespécies Spinus Magellanica Tucumana e Spinus Magellanica Hoyi. Na Argentina, a Tucumana pode ser encontrada desde Jujuy até Mendoza, e também ocorre na Serra de Córdoba. A Tucumana parece a Boliviana, mas é um pouco menor. Possui um capuz negro que se estende até o queixo e pescoço. Suas partes superiores são verdes com algumas listras escuras. Nos Andes Centrais da Argentina, mais precisamente na província de Jujuy, podem ser encontrados os Spinus Magellanica Hoyi que são semelhantes aos Tucumana.

A subespécie Spinus Magellanica Capitalis ocorre no Peru, Colômbia e Equador. Pode ser diferenciada através da observação do macho que possui a parte superior das costas e peito com manchas negras. Outra subespécie que habita o Peru, mas que também ocorre no Chile e é mais comum por lá é a Spinus Magellanica Urubambensis Esta subespécie é mais esverdeada e possui partes negras. Os pássaros desta subespécie não costumam ter partes brancas, apenas acinzentadas.

Também habitam o Peru as subespécies Spinus Magellanica Peruana e a Spinus Magellanica Paula. A subespécie Spinus Magellanica Peruana pode ser encontrada no centro do Peru. É maior de tamanho do que a Paula e possui as partes superiores mais verdes. A subespécie Spinus Magellanica Paula possui o bico mais fino do que a Peruana. E pode ser encontrada também na Costa do Pacífico do Equador.

Na Bolívia, podem ser encontradas as subespécies Spinus Magellanica Boliviana e Spinus Magellanica Santaecrucis. A Boliviana ocorre no Centro-Sul da Bolívia e a Santaecrucis na Bolívia Central e Oriental. Ambas são bastante similares, mas a Santaecrucis é um pouco menor e possui penas negras no queixo e na parte do dorso. Estes Pintassilgos possuem um capuz que pode se expandir até o abdômen.

Subespécies de Pintassilgos Brasileiros, Características Físicas e Distribuição Geográfica

Existem 3 subespécies de Pintassilgos Brasileiros a Spinus Magellanica Alleni, a Spinus Magellanica Icterica e a Spinus Magellanica Longirostris. O Alleni também é chamado de Pintassilgo Goianinho ou Baiano. Ele mede cerca de 10 cm e sua cor no peito é em um tom de amarelo mais intenso. Pode ser encontrado no Sul do Piauí, Tocantins, Goiás e Norte do Mato Grosso. Também habitam partes do Paraguai e da Bolívia.

O Icterica é conhecido também como Pintassilgo-Comum, Pintassilgo-Catingueiro, Pintassilgo-Pinheirinho e Pintassilgo-Mateiro. Seu tamanho é de aproximadamente 11,8 cm. Seu capuz negro envolve toda a sua cabeça até metade do pescoço. Mas a cor predominante em seu corpo é o amarelo-esverdeado. Estes Pintassilgos podem ser encontrados em todo o Sudeste e Sul do Brasil, e também, no Sul da Bahia.

Por último, a subespécie Longirostris também chamado de Pintassilgo de Roraima,  pode ser encontrada na Roraima, Venezuela e Guianas. É bastante semelhantes com o Alleni, porém, seu amarelo é menos intenso e seu bico mais fino e alongado. Confira a seguir mais informações à respeito das subespécies Brasileiras.

Características Comportamentais

Imagem Com Várias Espécies de Pintassilgo
Imagem Com Várias Espécies de Pintassilgo

Quando bem tratados seja em cativeiro ou na natureza, os Pintassilgos podem viver por mais de 20 anos. São animais gregários, porém, ficam territorialistas em época de reprodução.

Uma das suas características como pássaro livre na natureza é seu voo ondulante, muito bonito de ser observado. Gostam bastante de cantar e seu canto é incessante, ocorre até enquanto voam. Seu canto é muito apreciado por quem ama os pássaros, pois são bem melodiosos.

Eles também cantam para atrair as fêmeas em época de reprodução e para demarcar território. Seu gorjear é fino e bastante diversificado. O curioso é que o Pintassilgo imita o canto de outros pássaros.

Costumam viver em ambientes próximos de árvores e pinhais, assim, encontram alimentos com bastante facilidade. Constroem seus ninhos a 3 ou 4 metros do solo. Os ovos das fêmeas ficam incubados por até 13 dias, e ela põe de 3 a 5 ovos.

Alimentação

Os Pintassilgos são granívoros, sua alimentação é bastante variada, mas têm preferência por frutos e sementes. Eles também alimentam-se de bagas, brotos, folhas e raramente de pequenos insetos.

A maior parte de sua alimentação é composta por sementes de flores e pequenos frutos secos. Então, os Pintassilgos são considerados dispersores naturais, pois auxiliam na dispersão de sementes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *