Home / Informações / Pantera Branca Animal: Características e Fotos

Pantera Branca Animal: Características e Fotos

Os felinos são um dos animais que mais despertam a curiosidade humana, com a pantera branca não é diferente, ao contrário do que pensam ela não é um animal que corre risco de extinção já que o que difere dos outros felinos de grande porte (Panther), é apenas a pelagem branca. Ou seja, uma pantera branca pode ser um jaguar, um puma, ou leopardo, porém os leopardos brancos são mais raros de encontrar.

A palavra Panthera, vem da categoria taxonômica que engloba todas as espécies de um determinado grupo felino, como tigre, o leão, a onça, o leopardo e o leopardo das neves, geralmente utilizado para felinos com pelagem preta, branca ou felinos malhados.

As panteras de pelagem branca sofrem de uma mutação genética chamada albinismo, este distúrbio inibe a geração de melanina, substancia responsável pela cor da pele, olhos e cabelos. Nas panteras brancas esta falta de melanina ocorre totalmente, porém não afeta a cor de seus olhos mas há sensibilidade a luz.

Pantera Branca
Pantera Branca

Mas este não é o único fator responsável pela pelagem branca das panteras, um outro distúrbio genético chamado Leucismo, causado por um gene recessivo também pode ocorrer causando assim a perda da cor nos pelos dos felinos.
Uma das diferenças entre o albinismo e o leucismo está na cor dos olhos. Os afetados pelo albinismo geralmente apresentam olhos vermelhos devido aos vasos sanguíneos subjacentes que o atravessam. Em contraste, a maioria dos animais leucíticos normalmente tem olhos coloridos.

Uma outra mutação chamada “genetis helusius”, que ocorre entre os grandes felinos os tornam mais agressivos que o gato comum médio, um exemplo desta mutação é a onça branca, em alguns casos esta pantera pode apresentar a pelagem cinza devido a umidade.

Características da Pantera Branca

As panteras têm geralmente cerca de 1,20 e 1,80m de comprimento incluindo a cauda, pesa cerca de 70 quilos, sendo os machos maiores que as fêmeas um diferencial dos outros felinos é o formato de sua cabeça, pois não é muito grande. Possui orelhas pontudas, olhos enormes e um maxilar com dentes fortes que são capazes de matar um elefante.

São animais ágeis, e rápidos podendo chegar a uma velocidade média de 58 km/h.

Sua pelagem que não possui qualquer mancha. Estas panteras são encontradas em florestas tropicais situadas na América, são conhecidos como “fantasmas da selva” por serem solitários, diferente de outros felinos as panteras não caçam em grupo, mas mantém a comunicação para manterem o território. São animais oportunistas e alimentam se de diversos tipos de espécies, desde insetos a animais de grande porte.

Uma outra característica peculiar que as panteras brancas possuem é a capacidade de rugir algo que, por exemplo, o gato selvagem, o lince e o puma não podem fazer. São excelentes escaladoras, desde de filhotes aprendem a subir em árvores, para depois utilizar isso como um método de fuga de um possível ataque.

Reprodução

O período de gestação varia de 90 a 105 dias, nascendo de um a três filhotes. O parto acontece em um local escondido, como caverna, tronco de árvore ou uma toca abandonada. A fêmea cuida sozinha dos filhotes e costuma mudá-los de esconderijo frequentemente para evitar predadores, a expectativa de vida para uma pantera branca é de trinta anos.

Pantera Branca Filhote
Pantera Branca Filhote

Curiosidades da Pantera Branca

Existem vários tipos de panteras brancas, Richard Lydekker escreveu em 1910 sobre o leopardo branco “Um leopardo de cor branca, com algumas manchas claras espalhadas pelo seu corpo e com olhos azuis, foi morto a tiros em Sarsaran, na selva de Dumraon.” Relatou ele.

Este é um dos grandes fatores que os felinos de pelagem branca são tão raros, as grandes indústrias de casaco usam a pele para a fabricação, por serem muito valorizados os caçadores abatem o animal e vendem para o mercado.

Outros registros destas espécies foram feitos no sul da China, na Índia e no Zimbábue, alguns pumas albinos também foram vistos em 2001, a Área Nacional de Conservação do Red Rock Canyon.

Apesar de todos registros as panteras brancas são animais raros de se encontrar na natureza, um dos grandes problemas que passam além dos caçadores que os raptam e posteriormente mantam e os vendem no mercado negro. O albinismo também causa problemas em sua sobrevivência na natureza, por serem animais que se destacam ficam suscetíveis a predadores, os raios solares também causam danos por não terem a produção de melanina sofrem com problemas de pele, como por exemplo o câncer, estes animais não costumam deixar descendestes o que acarreta para a sobrevida menor.

Albinismo nos animais

Assim como nos seres humanos a taxa de um animal que contém o gene recessivo e pode nascer albino é muito baixa – entre 1% a 5%- como é uma anomalia genética muito rara os poucos casos tornam se muito conhecidos, como é o caso do gorila albino que se chamava Floco de Neve, que vive em um zoológico em Barcelona infelizmente este gorila faleceu em 2013.

Vale ressaltar que nem todo animal que tem pelagem branca pode ser considera albino, para ser constatado a mutação genética é preciso fazer testes em laboratório onde os cientistas analisam a enzima tirosinase, responsável pela produção de melanina em nossos corpos. Outra característica relevante são os olhos vermelhos, que por sua vez causam problemas de visão nos animais.

Não é apenas a pantera que desenvolve este distúrbio genético a vários casos registrados pelo mundo, como o jacaré-americano albino que vive em um aquário em Wilmington.

Animais Albinos
Animais Albinos

Outro caso é de um beija-flor da espécie Archilochus colubris, até um caracol foi descoberto em 2011 por um grupo que visitava um parque em Nova Zelândia.

No Brasil alguns casos também já foram registros como o macaco-prego que foi visto passeando pelas ruas da cidade de Breves no estado do Pará. Também Santa Catarina uma equipe de pesquisadores conseguiram fotografar um golfinho albino, nadando majestosamente no litoral da cidade.

Em um zoológico em Duisburg um canguru albino nasceu em 2012, até um lobo marinho da espécie Arctocephalus australis, tem caso de albinismo registrado.

Assim como nós humanos os animais também podem ter suas características mudadas pela natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *