Home / Informações / Orix da Arabia

Orix da Arabia

O orix da arabia é um curioso antílope associado a uma lenda de unicórnio, logo abaixo selecionamos as suas principais características. Confira!

Características e Nome Científico

Reino: Animalia | Filo: Chordata | Classe: Mammalia | Ordem: Artiodactyla | Família: Bovidae

Nome Científico: Oryx leucoryx

Orix da Arabia
Orix da Arabia

Quase extinto

Em meados da década de 1970, o orix da arabia foi considerado ameaçado de extinção, hoje, está classificado como uma espécie vulnerável. O último órix da arábia selvagem morreu em 1972. Desde aquela época, esforços intensos de conservação e de reintrodução da espécie aumentaram sua população selvagem para mais de 1.000 indivíduos. É a primeira vez que uma espécie listada como extinta, avançou para a categoria em perigo (1986) para vulnerável. Os orixs da arabia foram a espécie mais caçada nos séculos 19 e 20. Os únicos animais que se encontravam vivos estavam nos jardins zoológicos. A reintrodução começou em 1982, na Arábia Saudita, Israel e Emirados Árabes.

Um programa de reprodução e proteção foi realizado por cerca de trinta anos. A IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais) afirmou que esta ação mostrou a capacidade do animal de se adaptar a condições selvagens extremas, primeiro em Omã, por volta do ano de 1982, e depois nos desertos de Israel, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e, recentemente, na Jordânia.

Semelhantes ao unicórnio

O orix da arabia (Oryx lucoryx) tem algumas características semelhantes às de um unicórnio, chegando a ser descrito como um protótipo dessa criatura mística. Ele possui dois chifres que podem chegar a medir 75 cm. O seu corpo é branco, mas seu rabo é escuro e em forma de tufo. Assim como os demais antílopes tem o casco fendido. Uma das suas características mais empolgantes é a sua capacidade de detectar a chuva e se deslocar até ela, o que, para os viajantes dos desertos do Oriente Médio, parecia um poder mágico. Ele é muito abordado nas poesias e pinturas árabes

De todas as espécies de Orix, esta é a que apresenta menor peso fica entre os 70 a 90 kg, tem 1 metro de altura e 1,6 de comprimento é também a que melhor se adaptada às temperaturas extremas do deserto. Possui uma pelagem branca que reflete a radiação solar, isso o mantém fresco quando está muito quente. Também eriça a pele de modo a reter o calor quando a temperatura está baixa. Ambos os sexos possuem chifres longos.

Oryx leucoryx
Oryx leucoryx

Hábitos

Tem hábitos diurnos, vive em grupos (gregária) com cerca de 10 membros, embora possam se reunir em manadas com mais de 100. Os grupos terão geralmente um macho dominante, várias fêmeas e os filhotes. Conseguem se deslocar por longas distâncias à procura de água e alimento. Tempo médio de vida 20 anos.  O macho tem 1 metro de chifre e a fêmea 1,15 metros.

Reprodução

É uma espécie vivípara, a gestação dura uns 8 meses, cada fêmea origina por ano uma cria, caso as condições ambientais sejam favoráveis.

O filhote é amamentado ao longo de 4 meses, a sua pelagem apresenta uma coloração castanha que muda com a idade, perto dos 6 meses já se assemelha a dos adultos. Alcança a maturidade sexual em torno dos 2 a 3 anos de idade. Durante a época de acasalamento ocorrem grandes combates entre os machos rivais.

Orix da arabia Reprodução
Orix da arabia Reprodução

Distribuição e habitat

Encontra-se em estepes semiáridos e desertos rochosos.

Alimentação

É uma espécie herbívora, logo alimenta-se sobretudo de plantas (vegetais).

Fotos de Orix da Arabia

Outras espécies de Orix

Orix comum

Características gerais

Nome científico: Oryx gazela | Filo: Chordata | Classe: Mamalia | Família: Bovidae | Ordem: Artiodactyla.

Descrição física

O seu corpo mede 1,7 metros, a cauda 70 cm, tem 1,1 metros de altura e pesa 150 kg.

Dimorfismo sexual

Não há presença de diferenças aparentes entre o macho e a fêmea.

Orix Comum
Orix Comum

Reprodução

A gestação dura aproximadamente 8 meses e meio, nasce apenas 1 filhote, a maturidade sexual chega entre os 2 a 3 anos. A estimativa de vida é de 20 anos.

Distribuição geográfica e habitat

Vivem em pequenos grupos no Sul de Angola, na Namíbia, Botsuana e África do Sul. Habita estepes áridas e semiáridas e savanas arborizadas.

Conservação

É uma espécie em risco e dependente de conservação de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza. Em alguns locais, há indícios de um declínio nas populações devido à caça e apenas existe um número considerável de indivíduos em áreas protegidas. A estimativa é de 3.000 a 5.000 animais vivos.

Orix Comum Habitos
Orix Comum Habitos

Alimentação

É uma espécie herbívora, sua dieta é rica em gramas, frutas, raízes, tubérculos e, às vezes, cebolas ou melões selvagens, quando querem beber água e não encontram.

Hábitos

Essa espécie mantem assim como a outra as atividades ao longo do dia, vivem em grupos de

30 a 40 indivíduos, mas essa manada pode crescer e se reunir a centenas. Os machos mais velhos tornam-se geralmente solitários e os machos jovens reúnem-se em grupos de solteiros. São frequentes os combates junto aos charcos (massas de água parada) onde bebem, principalmente em anos de seca. Mesmo bebendo água sempre que a encontram disponível, podem passar longos períodos sem beber. No entanto, são capazes de detectar ocorrência de precipitação a grandes distâncias.

Orix Comum Rosto
Orix Comum Rosto

É considerado um grande antílope africano, conhecido também como gemsbok, nome de origem neerlandesa, que significa camurça, porém os dois animais não são parentes próximos. A sua pelagem é acinzentada, parecendo mais ou menos acastanhada dependendo da incidência da luz. Possui uma excelente audição e podem detectar um som na distância de 1 quilômetro. Quando ameaçados ou atacados, usam os seus chifres para se defenderem. A lenda do unicórnio do qual associa-se pode ter surgido de imagens de orixes de lado, no momento que a silhueta dos dois chifres se alinham.

Fotos de Orix Comum

E aí, gostaram desse artigo sobre o orix da arabia? Espero que sim! Então, sugiro que você deixe sua opinião, sugestão ou exponha alguma dúvida logo abaixo, nós com certeza leremos todos os comentários e responderemos. Saiba também que aqui no blog todo o dia tem conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Caso se interesse em receber artigos exclusivos no seu e-mail como este post, o processo é muito fácil basta se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela. Quero pedir uma última coisa, tá bom? Compartilhe esse conteúdo com os seus amigos! Combinado?

Aproveite! Até breve!

Um comentário

  1. Muito bom esse conteúdo! Você ainda tem a referência? Queria ler mais sobre essas adaptações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *