Home / Informações / O Lagarto Teiú

O Lagarto Teiú

 

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Família: Teiidae
Género: Tupinambis

Nome Científico do Lagarto Teiú

Seu nome científico é Tupinambis teguixim.

Lagarto Teiú
Lagarto Teiú

Teiú-branco, tiú, teiuaçu, tejuguaçu, teju, tejo, teiú-açu, tiju, tejuaçu, teiú-brasileiro ou simplesmente teiú. Esse é o maior e mais comum lagarto do Brasil, possível de ser encontrado desde o sul da Amazônia até o norte da Argentina. Com grande capacidade de adaptação, ele habita regiões de cerrado e regiões mais úmidas, como florestas, bordas de matas-de-galeria e matas mais abertas, incluindo áreas de clima temperado, como é o caso dos teiús argentinos. 

Características

A cabeça do Lagarto Teiú é comprida e pontiaguda. Sua mandíbula é forte e seus dentes são pequenos, porém pontiagudos. A língua é grande, cor-de-rosa e bifurcada. De cauda longa e arredondada, o Teiú possui escamas com uma coloração geralmente negra, com algumas manchas e faixas brancas sobre a cabeça e sobre as patas.

O Teiú brasileiro costuma ser branco e preto ou com manchas amarelas no lugar do branco, enquanto o argentino tem coloração rosa que pode variar até o vermelho intenso. Em geral, coloração varia bastante conforme o local de origem e a idade.

E o bicho é grande, viu! Os Lagartos Teiú podem atingir até dois metros de comprimento. Quando encontrado no seu habitat natural, o animal é conhecido por sua agressividade e voracidade. Se atacado, primeiro tentará fugir; mas, se impedido, desferirá golpes violentos com a cauda. Suas unhas e mandíbula bastante fortes, também servem de mecanismo de defesa: a mordida de um Teiú adulto é poderosa p suficiente para esmagar dedos humanos. Já os Teiús nascidos e criados em cativeiro costumam ser mais dóceis.

Alimentação

Os Lagartos Teiú são onívoro. Ou seja: alimentos de origem vegetal e animal fazem parte do cardápio. Sua língua bifurcada serve também para farejar comida. A dieta desses animais inclui pequenos mamíferos, pássaros e seus ovos, répteis, anfíbios, insetos, diversos artrópodes, vermes e crustáceos. Além disso, eles também se alimentam de frutas, folhas, verduras e até mesmo flores. No interior do Brasil, o bicho é famoso por assaltar galinheiros para atacar ovos e pintinhos.

Reprodução

Lagarto Teiú Filhote
Lagarto Teiú Filhote

No ritual de reprodução, a Teiú fêmea constrói tocas para colocar seus ovos ou se aproveita de cupinzeiros. Ela põe, em média, de 12 a 35 ovos, que são protegidos até chocarem. O período de incubação é de 90 dias. Os filhotes nascem com um tom esverdeado, coloração esta que vai se modificando à medida que os filhotes amadurecem. Esses lagartos podem viver por até 16 anos.

Gostou do Lagarto Teiú? Achou ele fofo e resolveu ter um pra chamar de seu? Então fique atento a alguns cuidados que essa espécie demanda ao ser retirada de seu habitat natural.

A temperatura é um fator muito importante para as atividades fisiológicas dos répteis em geral, como digestão, circulação, respiração e resistência a doenças. Dessa forma, o ideal é manter o animal em um ambiente aquecido entre 24 e 28°C.

Lagarto Teiú em Cativeiro
Lagarto Teiú em Cativeiro

Os métodos de aquecimento podem variar bastante. É possível que se utilize placas e pedras aquecidas ou simplesmente lâmpadas. Os raios solares ou a utilização de lâmpadas que emitem raios ultra-violetas são fundamentais para que o animal possa absorver e fixar a vitamina D, que é responsável pela calcificação dos ossos do Teiú.

Esses répteis são animais onívoros, mas tendem a preferir uma dieta com alimentos de origem animal. Não há necessidade de alimentá-lo diariamente. Sua cardápio deve ser composta por carnes, ovos, frutas e alimento vivo, como camundongos, pintinhos e insetos. Existem também rações apropriadas para a espécie. A água não pode faltar e deve estar sempre disponível em um recipiente grande.

O local ideal é um terrário amplo e muito bem cercado para evitar que o animal fuja.  Pode-se utilizar jornal, areia, carpete ou até mesmo terra como substrato do terrário, assim como diversas plantas e troncos para abientalizar o espaço. Coloque um abrigo para que o animal se esconda quando desejar e controle frequentemente a umidade do local para que o animal não desidrate.

Lagarto Teiú e Ovo
Lagarto Teiú e Ovo

É interessante lembrar que os Teiús possuem fortes mandíbulas e que alguns indivíduos podem se mostrar agressivos até mesmo com seu dono. São animais que crescem muito rápido e atingem até dois metros com a cauda, dando maior trabalho e exigindo alojamentos maiores.

Eles não são animais que transmitem doenças. As enfermidades já observadas nesses animais são decorrentes do tráfico ilegal, pois muitos já chegam parasitados e debilitados devido a cuidados inadequados, principalmente por alimentação incorreta e falta de aquecimento ou umidade.

Enfim, se você pretende adquirir um exemplar de Lagarto Teiú, certifique-se de que o animal seja proveniente de criadouro e exija a nota fiscal do IBAMA. Não compre animais provenientes de tráfico.

Lagarto Teiú Lingua
Lagarto Teiú Lingua

Curiosidades

  • Embora sejam lagartos terrestres, os Teiús são capazes de escalar pequenas árvores e rochas.
  • Eles também são exímios nadadores, capazes de permanecer submersos por até 22 minutos.
  • A espécie também apresenta dimorfismo sexual. Os machos são maiores que as fêmeas e exibem “papadas” mais avantajadas.
  • Os teiús estão entre os répteis mais explorados comercialmente no mundo. A espécie é muito caçada por suas peles e abastecem o comércio ilegal de animais.
  • Também são caçados para consumo humano em regiões da Argentina , Paraguai e Bolívia.
  • No Brasil, este lagarto é criado em cativeiro e comercializado com aval do IBAMA.

  • De acordo com a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), o Lagarto Teiú é listado como Pouco Preocupante porque a espécie tem uma ampla distribuição na sua área de ocorrência. Esse animal é capaz de se adaptar a vários habitats e não há dados que demonstrem que sua grande população esteja sofrendo um significativo declínio que justifique uma classificação em uma categoria mais ameaçada.
  • O Teiú atinge até dois metros de comprimento, o que o torna o maior lagarto do Brasil.
  • Existem, no total, sete espécies de Lagarto Teiú: Tupinambis teguixin (teiú-branco), Tupinambis rufescens (teiú-argentino ou teiú-vermelho), Tupinambis palustris (teiú-palustre), Tupinambis longilineus (teiú-comprido), Tupinambis dusenil (teiú-mascarado), Tupinambis quadrilineatus (teiú-de-quatro-linhas) e Tupinambis merianae (teiú-comum ou teiú-gigante).
  • Diferentemente das outras espécies de lagartos, o Teiú é capaz de regular a própria temperatura corporal em períodos de acasalamento.

Fotos de Lagarto Teiú 

7 comentários

  1. Osvaldo José Dias da Silva

    Um Teiú visita nossa casa regularmente. Hoje ele se deixou fotografar.

    • Bom dia Osvaldo!
      Encaminhe para nós algumas fotos, quem sabe podemos publicar alguma no fim do artigo, dando as devidas autorias a você!
      Abraços.

  2. EStou enviando fotos do meu visitante de hoje!

  3. Ele demora quanto tempo para crescer?

  4. Comecei com a visita de um pequeno , agora são quatro e vem um cada dia sempre no mesmo horario comer ovos e banana.

  5. Muito boa as explicações. Moro em Trindade, Paraty-RJ, e vem uns 8 por dia procurar alimentos, são lindos, muito brilhantes e alguns gigantes kkkk

  6. Olá!
    O nome cientifico está errado, teiú da foto é o preto, sendo o Tupinambis merianae, o lagarto Tupinambis teguixin é um teiú branco.

Deixe uma resposta para Flávio Coutinho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *