Home / Informações / Musaranho Arborícola e Filhotes

Musaranho Arborícola e Filhotes

O Musaranho Arborícola, também conhecido como tupaia, é um dos animais mais curiosos que se conhece, isto porque ele lembra os esquilos até certo ponto, mas ao mesmo tempo possuem focinho diferenciado.

Além de muitas outras características que o tornam tão único que ainda hoje, pouco se sabe sobre este pequeno animalzinho.

Quer saber mais sobre o musaranho arborícola, então leia este artigo até o final e entenda mais sobre suas características e peculiaridades.

Musaranho Arborícola
Musaranho Arborícola

Quem é a Raposa do Campo?

O musaranho arborícola é um animal bem estudado por parte dos cientistas que até para realizar sua classificação taxonômica divergiram.

Foi proposto que houvesse uma ordem própria para os animais do tipo, os Tupaióides, no entanto, até hoje, ele é incorporado aos primatas menos evoluídos.

  • Reino – Animalia
  • Filo – Chordata
  • Classe – Mammalia
  • Ordem – Scandentia
  • Família – Tupaiidae
  • Gênero: Tupaia
  • Espécie: T. glis

Tamanho

Como dito, este é considerado um dos mamíferos mais primitivos. São animais pequenos medindo em torno de 10 a 20 cm de comprimento mais a cauda que pode chegar a até 20 centímetros também.

Este animal tem um peso médio de 140 gramas sendo muito leve, o que lhe dá a capacidade de ser veloz. No entanto, existem na malásia e em outras ilhas próximas, grande diversidade de espécies, então estes dados podem sofrer leves alterações.

Todos têm longas garras e muito afiadas, assim conseguem escalar altas árvores.

Em razão de seu pequeno tamanho e da característica física muito próxima a dos esquilos, o musaranho arborícola acaba por ser muito rápido corrente. Com isso, ele tem a capacidade de fugir de seus predadores com maior facilidade caso seja preciso.

Tupaia
Tupaia

Alimentação

Este pequeno animal possui hábitos diurnos, então passa a maior parte de seu tempo em busca de alimento para si e para seus filhotes. 

A dieta do musaranho arborícola é muito diversificada, variando entre frutas e folhas, até mesmo artrópodes e pequenos vertebrados. 

A procura por alimento acontece majoritariamente no solo, para isso o musaranho usa seu focinho prolongado para capturar sua presa em forma de bote.

Musaranho Arborícola
Musaranho Arborícola

Reprodução

Os musaranhos tendem a ser monogâmicos, isto é, ter somente um parceiro ou parceira durante a vida e com ele (a) ter seus filhotes até o dia em que um deles morre.

Há, no entanto uma exceção em Cingapura, em que os musaranhos vivem de forma poligâmica, mas este fato é dado porque a área de um macho é maior e pode abranger várias áreas de fêmea. Por isso acabam copulando com mais de uma fêmea. 

Sabe-se, de acordo com a pesquisa de Kawamichi (1982), que o musaranho tem estações demarcadas de reprodução durante o ano, tendo seu maior pico no mês de fevereiro. E de agosto a novembro, ambos os sexos se tornam inativos sexualmente até que se retorne a época de estro das fêmeas, que acontece entre dezembro e março.

Musaranho Filhote
Musaranho Filhote

Estes ciclos de estro duram cerca de 25 dias até 50 dias. Quando fecundada, a fêmea pode produzir, até no máximo de 3 filhotes por vez. 

Quando a prole nasce, os olhos e orelhas demoram cerca de 20 dias para abrir até que se adaptem bem ao habitat natural deles, ou ao local de seu nascimento.

Enquanto isso, se alimentam de leite da fêmea, e depois de um mês já tendem a deixar o ninho e seguir seu próprio caminho na natureza. 

Depois disso, podem amadurecer na natureza e depois dos 3 primeiros meses já estão prontos para se reproduzir. 

Hábitos de vida

Por mais que em seu nome ele se chame arborícola, a maior parte de seu tempo do dia a dia ele passa no chão.

Seu principal habitat é a floresta tropical decídua, e é mais comum de encontrá-lo em regiões mais frias como da ásia. Em específico, pode-se encontrar o musaranho ao sudeste asiático, entre a península malaia até a indonésia e tailândia, entre outras ilhas que ficam próximas a esta região.

Como vivem em cima das árvores, uma característica curiosa é que, quando há o nascimento de prole, eles constroem dois ninhos e assim, os pais e filhotes dormem separadamente. Por essa razão, principalmente a fêmea, tem pouco contato com sua prole, somente visitando-os quando vai dar leite aos pequenos. 

Um fato curioso é a sua comunicação com os outros, para isso, e principalmente, como sinalizador, eles usam as glândulas odoríferas do esterno e abdome. Assim, eles passam essas glândulas nos lugares por onde passam e principalmente nos locais onde eles têm ninho, assim outros musaranhos não invadem o espaço.

Há o fato também de seus predadores naturais saberem ou não onde eles vivem. Seus principais predadores são as cobras, pequenos carnívoros e aves de rapina. 

Conhecendo mais sobre o desconhecido

As organizações de conservação listam que o musaranho arborícola tem baixo risco de sofrer extinção, no entanto, mesmo que tenha reprodução rápida e consiga se proliferar sem muitos problemas, é interessante conhecer mais sobre.

Antes de que aconteça o pior, devemos entender que este animal é endêmico da ásia e que provavelmente nunca o encontraremos no Brasil, mas saber sobre suas características além de ser uma curiosidade é um aprendizado a mais, afinal, aprender nunca é demais.

Espero que tenha gostado 🙂 

 

Fontes:

Estudo Kids

Animal Diversity

Saúde Animal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *