Home / Informações / Macaco de Brazza

Macaco de Brazza

Você aí já ouviu falar do macaco de brazza? Não! Acompanhe esse post, pois logo abaixo selecionados algumas características desse animal.

Características gerais e Nome Científico

Nome Científico: Cercopithecus neglectus

 

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Família: Cercopithecidae
Gênero: Cercopithecus

Macaco de Brazza
Macaco de Brazza

Origem do nome

Essa espécie foi explorada pelo italiano Pierre Savorgnan de Brazza, recebendo, assim, o seu sobrenome, mas é também conhecida como macaco pântano.

Família Cercopithecidae

Destaca-se aqui a família Cercopithecidae local que o macaco brazza encontra-se. Os cercopitecídeos, ou macacos do Velho Mundo como também são conhecidos, juntamente com os antropóides são denominados catarrinos. Exitem 78 espécies que ocorrem em África e no Sudeste Asiático. Os macacos catarrinos são aqueles em que o tabique nasal é estreito e em que as narinas estão orientadas para frente ou para baixo. São organizados em duas subfamílias: a subfamília Cercopithecinae e a subfamília Colobinae

Subfamília Cercopithecinae

Brazza Cercopithecinae
Brazza Cercopithecinae

Cercocebo – preto (Cercocebus aterrimus), Babuíno-niani (Papio anubis), Babuíno – amarelo (Papio cynocephalus), Babuíno – hamadrias (Papio hamadryas) e Babuíno-hamadrias (Papio hamadryas) e macaco-de-brazza (Cercopithecus neglectus).

Subfamília Colobinae

Colobo-preto-e-branco-oriental (Colobus guereza), Colobo-preto-e-branco-ocidental (Colobus polykomos), Langur-de-François (Presbytis francoisi).

Colobinae
Colobinae

Distribuição geográfica

O macaco de brazza é encontrado nestes principais lugares: Angola, Camarões, Congo; Congo, Guiné Equatorial, Etiópia, Gabão, Quénia, República Centro Africana, República Democrática do Congo, Sudão e Uganda. Na floresta pantanosa, floresta tropical e floresta de montanha.

Alimentação

Sua dieta é frugívora, ou seja, alimenta-se de frutas, e omnívora, processando diferentes classes de alimentos, seu metabolismo é adaptado para isso. Assim, sua dieta é menos restrita que a dos carnívoros ou herbívoros. Come folhas, flores, invertebrados, cogumelos e pequenos répteis.

Omnívoros

Macaco de Brazza Omnívoro
Macaco de Brazza Omnívoro

A palavra omnívoro, etimologicamente falando, origina-se do latim Omnis e Vorus, que significa aquele que come tudo. Portanto, aquele que come vegetais, carne e peixe, ou seja, é um pouco vegetariano e carnívoro, simultaneamente, tal como a maioria dos seres humanos.

Dentes dos omnívoros

Os dentes dos omnívoros combinam os tipos dos herbívoros e dos carnívoros, têm dentes caninos menos desenvolvidos que os carnívoros e os incisivos e molares menos complexos que os herbívoros. Existem os dentes que servem para ajudar a mastigação (como nos herbívoros), e os outros dentes que ajudam a arrancar e a desgastar os alimentos (como nos carnívoros). Por consumirem alimentos de diferentes classes, o omnívoro obtém uma saúde longínqua e uma boa fertilidade.

Exemplos de animais omnívoros

Entre os grupos de animais omnívoros há diferentes subgrupos, entre os quais destacam-se os seguintes:

No grupo dos mamíferos tem uma lista muito longa, para começar encontramos os humanos, serem que conseguem se adaptar a qualquer tipo de dieta alimentar. Os primatas, o guaxinim, o porco, o urso (exceto panda, pois é essencialmente herbívoro), os canídeos como o cão, a raposa, além dos roedores como os ratos, os esquilos e o gambá.

No grupo das aves encontram-se espécies omnívoras. Aves como a avestruz, gaivotas, galinhas, corvo, pega e gralha são alguns exemplos, eles comem tanto erva ou qualquer outro fruto proveniente da terra, como carne proveniente de outros animais.

E, ainda, há os peixes nesse grupo. A piranha é um bom exemplo. Mas não para por aí, entre os répteis existe representantes dos omnívoros, a tartaruga é um deles.

Dimorfismo sexual

A fêmea é muito pequena e naturalmente leve, já o macho tem o corpo com aproximadamente 60 centímetros, incluindo a cauda que mede 1,25 metros. O seu peso pode chegar até 7 quilos.

Conservação

A conservação do macaco de brazza é enquadrada pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) como pouco preocupante. Porém, o habitat é perdido, sobretudo para a indústria madeireira e a expansão agrícola, suas maiores ameaças. Os humanos também estão nesta lista, essa espécie é alvo de caça para a sua alimentação.

Projeto Mucky- Protegendo primatas brasileiros

Projeto Mucky
Projeto Mucky

Encontre um projeto muito interessante denominado Mucky, é uma ONG e órgão de utilidade pública que, desde 1985, assegura diversas espécies de primatas. É o único órgão do gênero no Brasil de acordo com o IBAMA. O grupo se ocupa de socorrer, recuperar, pesquisar, busca a procriação das espécies em risco e, mesmo com as incertezas de sucesso, busca reintegrar o primata à natureza. E o que eu quero chamar atenção aqui? Além da excelente iniciativa, você pode ser um padrinho ou madrinha de algum macaco. Essa parceria ajuda o projeto a se manter operante, além de contribuir para a preservação da biodiversidade, essencial para a sobrevivência das espécies animais no presente e no futuro. É realizada uma contribuição mensal e como padrinho ou madrinha você receberá um certificado, a foto do seu afilhado, informativos mensais e, poderá com antecedência realizar uma visita ao projeto. Confira o projeto acessando aqui.

Tempo de vida

Seu tempo de vida tem estimativa de 30 anos.

Identificação

O macaco de brazza possui em sua cabeça uma coroa negra e mais a frente outra coroa de cor alaranjada acima das sobrancelhas, essa região também é negra. As suas nádegas e a zona interior das coxas estão cobertas por um pelo branco. Ambos, macho e fêmea, possuem barba e focinho brancos.

Ameaças

Macaco de Brazza Hábitos
Macaco de Brazza Hábitos

O macaco de brazza fica imóvel ou foge silenciosamente quando se sente observado. Quando o perigo se apresenta, o macho dominante busca distrair a predador ou parte para o ataque.

Hábitos

O macaco de brazza é uma espécie arbórea e terrestre.

Reprodução

A espécie é vivípara, portanto, os seres se desenvolvem no útero materno, similar aos humanos. A cria fica na responsabilidade da mãe/progenitora, que o amamenta até aproximadamente 1 ano de idade. Há presença de poligamia em grupos maiores, formados por 8 a 10 macacos, já em grupos menores, nucleares (familiares), há monogamia. O acasalamento pode acontecer em qualquer época do ano.

Fotos de Macaco de Brazza

Gostou desse artigo com características do macaco de brazza? Aqui no blog todo o dia tem conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Sugiro que você deixe sua opinião, sugestão ou exponha alguma dúvida logo abaixo, nós com certeza leremos todos os comentários e responderemos. Quero pedir uma última coisa, compartilhe esse conteúdo com o seus amigos! Combinado? Se quiser receber artigos exclusivos no seu e-mail como este post, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela.

Aproveite! Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *