Home / Informações / Lagartixa-satânica-de-cauda-de-folha: Características e Fotos

Lagartixa-satânica-de-cauda-de-folha: Características e Fotos

“A natureza é perfeita”. Você provavelmente já deve ter ouvido essa frase alguma vez na vida. Ela normalmente está relacionada a fauna ou a flora e como estas são capazes de se adaptarem às mais diversas situações. E é justamente sobre as  adaptações dos bichos que vamos falar hoje, neste artigo.

Características da lagartixa-satânica-de-cauda-de-folha

A lagartixa-satânica-de-cauda-de-folha ou osga-satânica-cauda-de-folha (Uroplatus phantasticus) pertence família Gekkonidae e é mais um animal de origem africana, podendo ser encontrada apenas na Ilha de Madagascar. 

Com 7,5 a 10 centímetros de comprimento, esta criatura tem um incrível poder de camuflagem. Ele é capaz de se esconder com facilidade entre a vegetação mudando a cor do seu corpo, que vai do marrom claro, cinza, amarelo, verde, e até rosa, tudo isso dependendo do ambiente em que está localizado. 

Além disso, ela tem uma característica incrível. Como seu próprio nome dá a entender, a criatura realmente tem uma cauda em formato de folha. Incrível! 

A lagartixa ainda exibe pequenos chifres e olhos vermelhos, o que lhe rendeu o nome de lagartixa-satânica-de-cauda-de-folha. Estes são grandes e não apresenta pálpebras, mas, sim, uma película transparente que os cobre. Sua língua é grande e se move com muita facilidade, já os pés tem um enorme poder de aderência. 

Lagartixa-satânica-de-cauda-de-folha
Lagartixa-satânica-de-cauda-de-folha 

Comportamento, alimentação e reprodução

É um animal de hábitos noturnos, o que quer dizer que ele fica em repouso durante o dia. Quando se sentem incomodadas, estas emitem um assobio alto e erguem a cauda, mantendo-a ereta. 

Suas patas permitem que ela se locomova da forma que desejar. Utiliza a língua para limpar seus olhos constantemente, já que não apresenta pálpebras. 

Para se defender de seus predadores, como cobras, ratos e pássaros, abre a boca, grita, mostra a língua – que é vermelha – e até tentam morder quem está lhe perturbando. Ela também costuma balançar a cauda para confundir seu caçador. Se todas essas táticas falharem, ela pula de galho em galho ou para a vegetação que cobre a floresta, para se camuflar. Mas isso apenas acontece quando a criatura decide enfrentar o perigo. Na maioria das vezes, ela prefere apenas se esconder, coisa que consegue fazer muito bem devido as suas características físicas. Seu corpo em forma de folha em conjunto com o hábito de passar o dia todo imóvel junto a galhos ou troncos, faz que ela passe despercebida aos olhos desatentos. O bicho é tão esperto que ele ainda torce seu rabo em torno do seu torso, parecendo ainda mais uma folhagem. 

Seu cardápio é composto de diversos insetos, mas a lagartixa tem certa preferência por mariposas e grilos. 

A espécie é do tipo ovípara e as fêmeas botam dois ovos que ficam protegidos por folhas secas por cerca de dois meses, eclodindo logo em seguida. Os bebês nascem com menos de uma grama e são menores do que uma moeda americana de 10 centavos. 

5 Curiosidades 

  1. Ela foi descrita pela primeira vez pelo naturalista belga George Albert Boulenger, em 1888. 
  2. Seu nome científico significa “cauda plana”. 
  3. A lagartixa pertence a um gênero com outras 14 espécies, uma delas chamada de lagartixa-rabo-de-folha-de-musgo. 
  4. Algumas se passam por troncos de árvores, grudando nestes locais e permanecendo imóveis. 
  5. Sua reprodução acontece nos meses de chuva. 

As lagartixas mais bonitas do mundo

Apesar de serem populares de forma negativa – não deveria – entre os seres humanos, as lagartixas não só podem como são bonitas. E nós vamos conhecer algumas delas a seguir. 

1 – Lagartixa mediterrânea doméstica 

Lagartixa mediterrânea doméstica
Lagartixa mediterrânea doméstica

Também chamada de lagartixa tuca, esse bicho é do tamanho de um dedo. Tem hábitos noturnos e gosta de se acomodar em locais frescos e escuros nas residências. Aliás, é uma ótima notícia para você, pois ela se alimenta de mariposas e baratas. Ou seja, você tem um matador de insetos indesejáveis, de graça, na sua casa. 

2 – Dourada 

Lagartixa dourada
Lagartixa dourada

Assim como a satânica, essa espécie é achada somente em Madagascar. Outro animal que gosta de sair apenas na “calada da noite”. Seu corpo apresenta três manchas nas costas e duas nos olhos. Sendo estas as principais características da lagartixa dourada. Sua dieta é bem variada, ela pode comer de néctar até pequenos lagartos. 

3 – Madagascarense 

Lagartixa Madagascarense
Lagartixa Madagascarense

Como o próprio nome dá a entender, esse é mais um exemplar achado nesta ilha. Gosta de passar boa parte do seu tempo pendurada nas árvore. Além de ser diferente das outras, fica ativa durante o dia, ela é uma das maiores que existem: pode chegar aos 23 centímetros de comprimento. Essa com certeza seria presença não grata entre as pessoas que tem medo de lagartixa. 

Sua dieta é composta de insetos, frutas e néctar. 

4 – Anã de cabeça amarela 

Lagartixa Anã de cabeça amarela
Lagartixa Anã de cabeça amarela

Ela vive em pequenos grupos em algumas partes da África, como na Tanzânia. Gosta de habitar as florestas de bambu. 

É grande adepta dos banhos de sol, mas se perceber algum movimento brusco, logo se esconde em alguma fenda. Não tem mais que 5 centímetros de comprimento e emite ruídos muitos parecido com os dos sapos. 

5 – Lagartixa verde 

Lagartixa verde
Lagartixa verde

De hábitos noturnos, este indivíduo é nativo da Nova Zelândia. Um fato interessante é que seu corpo é todo verde, mas o interior da sua boca pode mudar de cor. Indo do laranja, azul, vermelho, preto até o amarelo. Usam sua cauda para se pendurar em seu local preferido: as árvores. Está funciona com um quinta pata. 

6 – Lagartixa-maravilha 

Lagartixa maravilha
Lagartixa maravilha

Encontrada nas áreas desérticas do Oriente Médio, o animal faz jus ao seu nome. Tem uma coloração incrível, uma mistura de amarelo-alaranjado com preto e branco. Sua pele é muito delicada, muito mesmo. Só o fato de encostar nela já faz com que o bicho perca um pedaço desse tecido. Ela também respira por meio desta.

É ativa durante a noite, já de dia se esconde nos buracos fundos que cava na areia. 

7 – Lagartixa gato 

Encontrada na Tailândia, Singapura e Indonésia, o bicho recebeu esse nome porque dorme enrolada em sua cauda, como um gato. Tem patas com superfície aderente ou “almofadinhas” assim como outras da espécie. Mas ela prefere subir nas árvores usando suas pequenas garras para se segurar.

Está vendo, elas também podem ser bonitas e interessantes. Mas mesmo a lagartixa doméstica não ganhando nenhum desfile de moda, lembre-se que ela é a responsável por eliminar insetos indesejáveis, como as baratas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *