Home / Informações / Hiena: Curiosidades, Espécies, Habitat e Fotos

Hiena: Curiosidades, Espécies, Habitat e Fotos

Aparência asquerosa, veloz, feroz, dentes à mostra, risadas aos cercar suas presas. Esse é o estereótipo que muitas pessoas têm das hienas. Retratadas como animais dominantes e selvagens em O Rei Leão – primeiro no desenho, em 1994, depois em live action, em 2019 – elas podem ser tudo isso, mas também são muito mais do que simplesmente animais que disputam a Savana Africana com leões.

Ainda assim, não foi com o filme da Disney que surgiram tanto mitos e tantas opiniões acerca do comportamento das hienas. O filósofo grego Aristóteles já havia citado estes animais, a exemplo do ex-presidente norte-americano, Franklin Roosevelt e do escritor Ernest Hemingway. Para alguns povos africanos da antiguidade, estes animais tinham relação inclusive com magia e com bruxas, algo que, claro, fazia parte do imaginário da época.

As hienas pertencem à família dos hyaenidae e são compostas hoje por quatro espécies somente, ainda que os registros de sua existência sejam muito antigos. Elas são consideradas uma das dez maiores predadoras do reino animal, juntamente com o tubarão-branco, o crocodilo e, claro, seu rival leão.

É na África que elas vivem

Espalhadas pela África, as hienas são exímias caçadoras noturnas, período em que mais gostam de ir atrás de comida, sozinhas ou em grupos, os chamados clãs, que podem reunir de dez a 120 animais da mesma espécie. Elas repousam, geralmente em lugares abertos e amplos, e utilizam tocas ou buracos para dormir e se esconder. Têm um olfato e audição aguçados, o que lhes permite localizar suas presas com facilidade. Elas chegam a pesar 80kg e a medir até dois metros, sem contar com a cauda. Com patas traseiras menores que as dianteiras, e muito fortes, elas se movimentam de forma muito rápida e são capazes de correr por quilômetros atrás de suas presas, tamanha sua resistência. A expectativa de vida das hienas é de 12 anos.

Como característica geral, as hienas são carnívoras e possuem uma mandíbula extremamente forte, capaz de triturar inclusive os ossos dos animais que atacam. Seu estômago, extremamente ácido, faz com que tudo se desmanche dentro de si. O lado bom dessa história? Elas acabam ajudando no controle de doenças, já que impedem que outros insetos e pragas venham se alimentar dos restos de animais. Zebras, gnus são presas delas, que não comem somente as sobras deixadas pelos leões, como muitos imaginam. Insaciáveis, também gostam de matar para comer.

As quatro espécies de hienas existentes hoje são:

Hiena-riscada (Hyaena hyaena) – esta espécie vive no norte e no leste da África, no sudoeste da Ásia e em um pedaço da Índia. Possui pelos castanhos acinzentados, com listas negras nas patas. Sua população é estimada entre cinco e dez mil animais, número que tem tendência a diminuir ano a ano, por culpa da caça predatória e de produtores rurais.

Hyaena hyaena
Hyaena hyaena

Hiena-castanha (Hyaena brunnea) – Presente no sudoeste da Ásia e no Sul da África, em lugares como o deserto da Namíbia, esta espécie possui pelagem marrom-escura, com listras nas patas e cabeça cinza. Sua população é estimada entre quatro e dez mil indivíduos e é considerada estável atualmente.

Hyaena brunnea
Hyaena brunnea

Hiena-malhada (Crocuta crocuta) – Tem uma população não divulgada pela União Internacional para Conservação da Natureza, que faz pesquisa e estudos sobre a extinção das espécies. Mesmo assim, a IUCN considera que a população da hiena-malhada está em queda. Este animal tem a pele marrom, com manchas pretas. Suas orelhas são pontudas e a cauda é preta. O habitat dela é mais espalhado pelas savanas do continente africano, não habitando somente uma região.

Vem desta espécie a fama de que as hienas riem como os humanos. Na verdade são sons emitidos para que outras hienas se aproximem na hora de lutar contra leões ou presas, além de informar sua localização. Portanto, elas não gargalham como parece nos vídeos espalhados pela internet.

Hiena-malhada
Hiena-malhada

Lobo-da-terra (Proteles cristata) – É uma hiena que tem o comportamento diferente das demais. Apesar de carnívora, ela se alimenta majoritariamente de cupins e larvas. Sua aparência também é menos assustadora que as outras espécies, com a pelagem cinza e manchas mais escuras ao longo do corpo. Vive no sul e centro-leste da África e possui população estável, ainda que sem estimativa também.

Lobo-da-terra
Lobo-da-terra

As fêmeas comandam o clã

Entre as hienas existe uma hierarquia muito respeitada entre todas elas. E é simples: quem manda são as fêmeas. Em segundo lugar? As fêmeas filhotes. Os machos apenas as obedecem e se submetem aos seus comandos. Ao darem à luz, as fêmeas cuidam dos filhotes e os amamentam por cerca de dois anos, tempo que eles levam para tornarem-se fortes o suficiente para caçar.

Os machos, quanto se tornam adultos, saem de seu clã e vão buscar outro. As fêmeas, por outro lado, seguem no mesmo a vida toda. Na hora de comer, as hienas fêmeas é que se alimentam primeiro, depois alimentam seus filhotes. E então os machos podem pegar o que sobrar.

Confundidas com hermafroditas

Uma das curiosidades referentes às hienas está ligada à reprodução delas. Uma peculiaridade no órgão reprodutor das fêmeas faz com que muitas pessoas pensem que são hermafroditas. Isso se dá pelo formato de sua vulva, que é do mesmo tamanho do órgão reprodutor masculino. Para copular, é preciso que ela retraia o órgão, para que a hiena macho consiga cruzar com ela. Isso faz com que a escolha de reproduzir seja somente dela, diferente dos cães, por exemplo, que os machos reproduzem com as fêmeas quando estas entram no cio.

A reprodução sexual das hienas é bastante complexa e diferente do que se costuma ver em outros mamíferos. Após uma gestação de aproximadamente cem dias, quando vai dar à luz o pseudo-pênis da fêmea é rasgado, para que o filhote possa sair. Em muitos casos, esse processo dá errado e eles acabam morrendo sufocados.

Hienas e leões: eternos rivais

Não é à toa que a animação da Disney, O Rei Leão, retrate as hienas como as principais rivais dos leões. Ainda não se resumam a isso, eles costumam brigar com frequência, mas não pela dominância de um território, e sim por se alimentarem dos mesmos animais. Muitas vezes as hienas acabam por pegar os restos deixados pelos leões, em outras elas roubam a comida deles ou os cercam e atacam. De qualquer forma, os reis da selva são os únicos animais que elas temem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *