Home / Informações / Glutão: Alimentação, Reprodução e Fotos

Glutão: Alimentação, Reprodução e Fotos

Isso não é uma pegadinha: você sabia que o Wolverine existe mesmo na vida real? Não, não estamos falando do Hugh Jackman, o ator que interpretou o personagem no cinema por cerca de 10 anos. E muito menos do Logan, membro do X-Men. Estamos nos referindo ao animal. Realmente há uma espécie na natureza chamada Wolverine, também conhecida como glutão ou carcaju. A denominação Wolverine é usada no inglês.

Aliás, os criadores do super-herói já afirmaram que se basearam na criatura para criar a alcunha de Logan: uma persona pequena, mas forte, e com garras potentes. E é realmente assim que o glutão, o animal, é. Um bicho de de porte não muito grande, dotado de grandes e fortes unhas e um corpo robusto, o que acaba contrastando bem com o tamanho do seu corpo. 

Características do Wolverine

O glutão tem a aparência de um urso pequeno, mas ele na verdade faz parte da família de mustelídeos, da mesma forma que as doninhas. Como dito, ele tem um torso robusto, com uma pelagem que vai do marrom ao preto, longa e espessa, ideal para o indivíduo se proteger das temperaturas frias. 

Ele pode medir de 70 a 110 centímetros de comprimento e pesar algo em torno de 12 quilos. Sua cauda adiciona mais 40 cm ao seu torso. Quanto a altura, também alcança os 40 centímetros de envergadura. 

Glutão
Glutão 

Alimentação

Ele é considerado um carnívoro voraz, chegando a comer animais mortos ou doentes. Sua dieta é do tipo onívora clássica. Além disso, é um oportunista, roubando as presas de outros caçadores, tanto de quatro quanto de duas patas. É comum ver o bicho pegar aquelas espécies que caíram em armadilhas e comê-las. Assim como assaltar a dispensa de cabanas na floresta.

Sua alimentação muda de acordo com a estação do ano. No inverno, ele consome bichos com cascos, mortos ou outros indivíduos que conseguir pegar. Já no verão a dieta muda para aves e seus ovos, larvas, insetos, roedores de porte pequeno, bagas e grãos oleaginosos. 

No quesito caça ele também é muito esperto, além de assaltar armadilhas alheias e dispensas, ele mesmo acaba montando uma “arapuca” para capturar suas vítimas. Para isso, ele move troncos ou rochas grandes. Ele ataca suas presas de surpresa. 

E lembra que comentamos que ele é um carnívoro feroz? Isso se deve ao fato de que ele ataca outros indivíduos maiores que si próprio e sai vitorioso, tendo registros dessas situações. O bicho chega a confrontar ursos pardos e pretos, assim como o lobo cinzento. 

Reprodução do carcaju 

Apesar de ter cerca de duas ou três parceiras ao mesmo tempo – tem uma relação poligâmica – essas serão as únicas que ele terá ao longo de toda a sua vida. A criatura as visita ocasionalmente durante o ano. 

A reprodução ocorre no verão, mas a mãe mantém os ovos fertilizados até o inverno. Depois de dois meses de gravidez, ela dá a luz a três filhotes, que ficam com os pais até sua décima semana de vida. 

Habitat 

Este indivíduo se encontra no hemisfério norte, e ele adora locais frios, por isso é muito comum vê-lo em regiões árticas como o Canadá e o Alasca, por exemplo. Mas é possível avistá-lo também nos países europeus nórdicos – Península Escandinava -, assim como na Rússia ocidental e na Sibéria. 

Mas devido a destruição do habitat natural e a caça, está extinto em algumas regiões. No entanto, o seu status de conservação é de “fora de perigo”, pois é um animal difícil de se encontrar. 

Comportamento do glutão 

É uma criatura solitária, exceto na época de reprodução, que é quando visita as suas parceiras. Tem um território fixo e chega a ocupar um local de mil quilômetros de comprimento. Fica em constante movimento, seja de dia ou de noite, e na maioria das vezes está em busca de comida. 

Glutão na cultura 

O glutão está envolvido em algumas lendas. Por exemplo, nas cidades canadenses de Quebec e Labrador, acredita-se que o bicho foi um dos criadores do mundo. 

Já os nativos Innu, também do Canadá, veneram esta pequena criatura. 

Também é símbolo de cidades, equipes e organizações. Como é o caso do estado de Michigan, que é conhecido como “o glutão”. A universidade local usa a criatura como insígnia. 

Curiosidades 

  • A gestação da fêmea só e bem sucedida se ela tiver bastante alimento disponível durante esse processo. 
  • Os bebês nascem na primavera e se desenvolvem de forma rápida. Quando completam um ano, já tem o tamanho de um adulta, também chegando a maturidade sexual nessa idade. 
  • Seu nome científico é Gulo Gulo. Em espanhol é chamado de El glotón. 
  • Sua expectativa de vida é de 17 anos. 
  • Tem uma espécie de bloco nos pés que o faz ser capaz de perseguir as presas na neve funda. 
  • Durante a caça, pode chegar a uma velocidade de 48 km por hora. 
  • Seu pescoço é curto. Tem orelhas pequenas e arredondadas. 
  • O pelo do animal é impermeável. 
  • Consegue escalar árvores e nadar, mas é um bicho terrestre. 
  • Seu andar se assemelha a pulos. 
Glutão Wolverine
Glutão Wolverine
  • Pode percorrer até 45 quilômetros em um dia, cobrindo de 10 a 15 km sem descanso. 
  • Não hiberna no inverno, sendo assim, é ativo o ano todo. 
  • O território do glutão é mercado com glândulas que exalam cheiros anais e urina. 
  • Não tolera outros machos em sua área. 
  • É predado pelo homem, lobos e ursos grandes. 
  • Apesar do Michigan usar o bicho como símbolo do estado, ele não é comum por lá. Ele foi avistado uma única vez em 2004, 200 anos após sua última aparição. Essa ligação com o bicho pode estar relacionada ao comércio de pele da criatura, que acontecia na região há três séculos atrás. 
  • Seu nome tem diferentes significado. A denominação glutão é usada em vários países, como a Alemanha, França e a Espanha, e significa um animal que come muito. Já os nórdicos usavam uma palavra diferente e ela era traduzida como gato da montanha. Carcaju ou Wolverine – em inglês – faz referência a um lobo pequeno. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *