Home / Informações / Esquilo Voador: Onde vive?

Esquilo Voador: Onde vive?

O esquilo voador é um animal incrível e compreende um grupo de mamíferos roedores pertencentes à tribo Pteromyini, dentro da família Sciuridae, que inclui todos os esquilos. Existem cerca de 45 espécies de esquilo voador no mundo.

Características Do Esquilo Voador

Os esquilos voadores possuem uma membrana, denominada patagium, que se estende do pulso ao tornozelo, permitindo que façam voos planados e que se desloquem entre as árvores. A pele larga e solta e o músculo subjacente formam uma membrana coberta de pelo e uma haste cartilaginosa que se estende dos pulsos suporta a parte frontal de cada membrana ao lado do corpo. O esquilo voador é um animal esguio, apresenta pernas compridas, olhos grandes e bem desenvolvidos, cauda longa, espessa e achatada com uma aparência de leme. A pelagem é densa, macia e longa. As espécies apresentam uma grande variedade de tamanho corporal que inclui desde os esquilos voadores anões do norte de Bornéu e da Península Malaia, com no máximo 10 cm de comprimento, até gigantescos esquilos voadores da Índia tropical e do sudeste da Ásia, que pesam de 1 a 2.5 kg e têm um comprimento de 30 a 60 cm.

O Voo Deslizante Do Esquilo Voador 

O voo planado ocorre quando o esquilo salta no ar e estende seus membros, abrindo a membrana. O mecanismo de deslizamento dos esquilos voadores envolve estruturas e técnicas que permitem estabilidade e controle. O direcionamento do voo se dá pela manipulação das membranas e da cauda, dando a aparência de que o animal está deslizando no ar. Antes de pousar, o esquilo voador cria um grande ângulo de deslizamento ao se aproximar da árvore alvo, puxa a membrana para cima, diminuindo sua velocidade, e pousando com todos os quatro membros e absorvendo o impacto. Quando não está em uso, a membrana é mantida próxima ao corpo. Considerando a forma de voo, o esquilo voador pode ser mais apropriadamente chamado de esquilo planador, ou deslizador, porque ele não possui a capacidade de voar verdadeiramente, como um pássaro ou um morcego. Já foram registados voos planados de até 450 metros para os esquilos voadores gigantes. Algumas hipóteses tentam explicar a evolução do voo planador em esquilos voadores e esse comportamento está possivelmente relacionado à eficiência energética e forrageamento para evitar predadores e prevenir lesões. Aparentemente, o voo do esquilo é energeticamente mais eficiente que descer e subir das árvores e, além disso, ao planar, o animal é capaz de visualizar uma área maior de floresta, forrageando à procura de alimento e predadores, em comparação com as espécies que não possuem a capacidade do voo planador.

Distribuição e Habitat: Onde Vive o Esquilo Voador?

Os esquilos voadores apresentam distribuição geográfica majoritariamente asiática, sendo que duas espécies são norte-americanas, algumas do norte da Europa, mas maioria das espécies são encontradas nas florestas temperadas e tropicais da Ásia.

As duas espécies de esquilo voador norte-americano são dividas em esquilo voador do norte e esquilo voador do sul. A espécie do norte pode ser encontrada no sul do Alasca, sul do Canadá, no oeste dos Estados Unidos, do norte da Califórnia ao Colorado e no meio do continente americano, até o centro de Michigan e Wisconsin, e, no leste, até o norte da Carolina do Norte e Tennessee. Outras pequenas populações existem em áreas de alta altitude em outras partes dos Estados Unidos, incluindo as Montanhas Apalaches, Black Hills e Sierra Nevada. A espécie do sul da América do Norte  pode ser encontrada na metade oriental da América do Norte, do sudeste do Canadá até o estado da Flórida, nos Estados Unidos, e do sul do México às Honduras.

Onde Vive o Esquilo Voador
Onde Vive o Esquilo Voador

As espécies de ocorrência no norte europeu podem ser encontradas na Península Escandinávia e Rússia, até a Sibéria. Na Ásia, muitas espécies habitam o Mianmar, Tailândia, Malásia, Indonésia, Ilha de Bornéu, Sarawak, Vietnã, Sumatra, República Democrática Popular do Laos, Cingapura, Taiwan, China, incluindo a região do Tibet, Sri Lanka, Nepal, incluindo os montes Himalayas, e Japão. Algumas espécies podem ser encontradas no Oriente Médio, incluindo o Afeganistão, a região da Caxemira, e Paquistão.

O esquilo voador ocupa florestas tropicais densas e diversificadas e também as florestas decíduas e florestas de coníferas. Apresenta hábito noturno, vivendo em cavidades de árvores, grutas ou fendas de rocha em penhascos e bordas de cavernas. É uma espécie que utiliza tocas e ninhos abandonados de outros vertebrados, como buracos de pica-pau e ninhos abandonados de pássaros e outros esquilos. As espécies fazem seus ninhos com folhas, cascas cortadas, musgos ou líquens.

Esquilo Voador
Esquilo Voador

Como existem muitas espécies de esquilos voadores, existe certa variedade de habitats, embora as espécies sejam encontradas majoritariamente em árvores. Podem ser encontrados em: florestas densas; florestas decíduas mais antigas, ao longo de riachos e perto de zonas úmidas; florestas coníferas mais antigas; florestas primárias, florestas secundárias, matagais e áreas cultivadas; florestas de abetos, cedros e florestas de carvalho em áreas montanhosas; florestas de álamo, bétula, ou pinheiro, com algumas espécies preferindo áreas com muitas árvores velhas e ocas para a construção de ninhos; terrenos rochosos acima e abaixo da linha de madeira, aventurando-se em bolsões de floresta de coníferas para forragear; florestas boreais. Podem viver em altitudes que chegam entre 1800 e 3600 m.

Os esquilos voadores são espécies totalmente arborícolas e a maioria das espécies raramente deixa as árvores, já que sua membrana dificulta o deslocamento em solo, deixando-os vulneráveis aos predadores, mas os esquilos voadores norte-americanos descem regularmente ao solo para forragear e enterrar nozes. O esquilo voador apresenta uma excelente capacidade de fuga de predadores, devido às suas excelentes habilidades em planar. É um animal capaz de pousar em um tronco de árvore após um voo e rapidamente correr para o outro lado do tronco para evitar qualquer predador que possa tê-lo seguido. Os predadores naturais dos esquilos voadores incluem corujas, falcões, cobras e mamíferos maiores.

Alimentação Do Esquilo Voador

As espécies de esquilo voador são em grande parte herbívoras, comendo frutas, folhas, botões de flores, sementes, nozes, pólen, samambaias, seiva de árvores e outras matérias vegetais. No entanto outras espécies alimentam-se de fungos, líquens e matéria animal, como ovos, insetos, aranhas e outros invertebrados, além de pequenos vertebrados, como cobras e mamíferos.

10 Voos de Esquilos Voadores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *