Home / Informações / Como Funciona o Espinho do Porco Espinho? Para Que Serve?

Como Funciona o Espinho do Porco Espinho? Para Que Serve?

Roedores famosos como os nossos amáveis porcos-espinhos são geralmente presas fáceis de uma variedade de predadores, mas tenha calma. isso não quer dizer que eles não podem se defender. No entanto, essa espécie desenvolveu um mecanismo avançado de defesa que faz os predadores pensarem duas vezes antes de considerá-los para uma refeição. Vamos dar uma olhada em como eles fazem isso.

O que eles comem?

Porcos-espinhos são herbívoros. Isso significa que eles comem principalmente vegetação. Alguns porcos-espinhos adoram madeira e comem muita casca e caules. Eles também comem nozes, tubérculos, sementes, grama, folhas, frutos e brotos. Embora não comam carne, porcos-espinhos mastigam ossos para afiar os dentes. Os ossos também fornecem minerais importantes, como sal e cálcio, para mantê-los saudáveis. Porcos-espinhos também são conhecidos por comer insetos e pequenos lagartos de vez em quando. Eles se deslocam até 16 quilômetros de suas tocas para alcançar seus locais de alimentação favoritos. São pragas graves em terras agrícolas e podem causar muitos danos às culturas em uma única noite. Eles são muito desperdiçadores e costumam dar uma única mordida em vários itens de colheita, como batatas ou abóboras, antes de encontrar um que amadureça. O resultado é que as pessoas na África frequentemente as perseguem. Para proteger suas plantações, essas pessoas as fumam das tocas e as caçam com cães. Eles carregam comida de volta às tocas para criar um estoque de segurança. Eles também coletam ossos, que mordiscam para obter cálcio.

Porco Espinho
Porco Espinho

Podem perfurar uma pele humana?

Para perfurar sua pele, um espinho de porco-espinho precisa apenas de metade da força de uma agulha hipodérmica, de acordo com um novo estudo. O trabalho, que também explica por que os espinhos são tão difíceis de remover, poderia melhorar o design de uma variedade de instrumentos médicos, desde dispositivos que nos cutucam até aqueles que ajudam a manter as feridas fechadas. Os porco-espinhos são famosos por suas espinhas, que na verdade são pêlos grandes e rígidos que ajudam a defender os animais contra predadores naturais. Ao contrário das noções populares, os grandes roedores não conseguem atirar suas penas em um inimigo, diz Jeffrey Karp, bioengenheiro da Harvard Medical School em Boston. No entanto, as penas são prontamente eliminadas e podem ficar firmemente encaixadas em uma vítima infeliz. O porco-espinho possui cerca de 30.000 espinhos, cada um decorado com entre 700 e 800 farpas ao longo dos 4 milímetros ou mais próximos da ponta. Embora essas farpas ajudem as penas a permanecerem embutidas na pele da vítima, os cientistas não estudaram os detalhes de como fazem isso. Para entender melhor a função das farpas e determinar se elas podem ser úteis para dispositivos médicos, Karp e seus colegas realizaram vários testes de laboratório – com, em alguns casos, resultados inesperados.

Hábitos

Um dos muitos hábitos dos nossos queridos porcos-espinhos que você tem que saber seria que eles são noturnos, o que significa que eles são ativos durante a noite e dormem durante o dia. Durante a noite, eles procuram comida. Porcos-espinhos do Novo Mundo passam seu tempo nas árvores, enquanto os porcos-espinho do Velho Mundo ficam no chão. Porcos-espinhos não são realmente sociais. Ambos os tipos de porco-espinho são tipicamente solitários, embora os porcos-espinhos também possam emparelhar-se.

Reprodução

Em cada grupo dessas queridas criaturas, apenas um par produz, isso pode soar estranho para algumas pessoas. Uma fêmea inicia o acasalamento apoiando-se em um macho com a cauda erguida ou para o lado. O macho se ergue atrás dela, apoiando-se com as patas segurando o rabo em busca de equilíbrio. Após o acasalamento, o macho e a fêmea se preparam. Estes são um dos poucos mamíferos que fazem sexo frequentemente fora do período fértil da fêmea. Provavelmente, isso é importante para manter vínculos de pares e organização social dentro de um grupo. Um bebê nasce por vez. O que significa que o sistema de reprodução dos porcos espinhos chega a se assemelhar aos dos seres humanos.

Para que servem os espinhos do porco espinho?

De forma resumida, pode-se dizer que os seus espinhos servem para se defender. Porcos-espinhos são animais solitários e de movimento lento que se mantêm em segredo, a menos que ameaçados. As penas geralmente ficam encostadas no corpo do porco-espinho até encontrarem uma ameaça; nesse ponto, elas “incham” e erguem as penas, balançando as caudas espinhosas até que a ameaça as deixe sozinhas ou receba uma pancada forte e um rosto, mão, ou pata cheia de penas. Os espinhos são na verdade pêlos ocos e rígidos, com farpas microscópicas voltadas para trás na ponta (como pequenos anzóis), então quando entram em contato com a carne – humana ou animal – ficam presos e se soltam da pele do porco-espinho. Então, de onde veio esse boato de que os porcos espinhos podem atirar os seus espinhos do nada? Uma explicação possível é que as pessoas viram porcos-espinhos fazendo a muda ou sacudindo espinhos soltos, e assumiram que podiam “atirar” em espinhos como armas de projéteis! A melhor coisa a fazer se você encontrar um porco-espinho é deixá-lo em paz. Eles são criaturas solitárias e não querem nada com você. No entanto, se você ou seu animal de estimação entrar em contato e ficar quieto, procure atendimento médico imediato.

Porco Espinho
Porco Espinho

Os espinhos de porco-espinho absorvem a água e o calor do corpo e se expandem, penetrando mais profundamente na pele. Se possível, corte apenas as extremidades dos espigões ocos para aliviar o acúmulo de pressão no interior e, em seguida, procure assistência médica profissional para garantir que os espigões sejam removidos correta e completamente. Embora os porcos-espinhos não consigam atirar seus espinhos como flechas, elas se soltam facilmente. Se um predador atacar um porco – espinho, o menor toque pode alojar dezenas de espinhos no corpo do predador. Os espinhos são como pequenas agulhas com pontas afiadas e farpas nas pontas. Seu design permite-lhes furar um predador de pele com facilidade, mas as farpas nas extremidades torná-los difíceis de remover. Livrar-se de espinhos pode ser um processo doloroso e difícil. Os predadores geralmente aprendem uma lição importante desde o primeiro encontro com um porco – espinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *