Home / Informações / Cavalo: Tudo Que Você Precisa Saber Antes de Adotar Um

Cavalo: Tudo Que Você Precisa Saber Antes de Adotar Um

Ter um animal de estimação, seja qual for, é uma grande responsabilidade, mas esta aumenta ainda mais quando você decide adotar um bicho de grande porte, como um cavalo, por exemplo. 

Isso deve ser bem pensando por diversos motivos. O dono terá que oferecer ao equino um espaço grande para ele se locomover e exercitar, assim como os cuidados especiais que a criatura exige, além de higiene, alimentação, troca de ferraduras, etc. Com base nisso, já dá para perceber que manter uma ser desses não é nada barato. Estas são situações que você está pronto para enfrentar? Melhor ainda, você tem dinheiro para isso? Se vai se comprometer a criar um bicho, ainda mais de porte grande, é preciso dar tudo o que ele precisa. Não adianta comprar ou mesmo adotar e depois largar o animal ao léu. 

Outro ponto importante é que pode ser que você não consiga adotar, então terá que comprar um cavalo. O valor deste varia de R$ 4 até R$ 100 mil. Ou seja, um alto investimento e mais um gasto. Este ainda pode variar conforme a raça da criatura, assim como o sexo. Mas uma coisa é certeza: os custos serão altos. Mas se isso não é problema, vamos falar de tudo que você precisa saber antes de adotar um equino. 

Criar Cavalo
Criar Cavalo 

Especialidades do cavalo 

Uma pessoa pode adotar ou comprar um cavalo para ser utilizado em três situações: serviço, esporte e lazer. No primeiro, ele é utilizado para controlar rebanhos, normalmente de gado ou de búfalo. Neste caso, o criador opta por raças fortes, rápidas e que consigam frear rapidamente. No Brasil, as mais adotadas são: pantaneira, crioula, marajoara e nordestina. Todas elas são acostumadas com calor, chuva e regiões de brejo. 

Para esportes, o equino é utilizado nas corridas e hipismo. Os donos costumam escolher o mangalarga e o brasileiro. Estes animais têm um trote firme, são bem disciplinados e rápidos, fazendo com que a pessoa que o está montando se sinta mais confortável na hora das competições, já que vai realizar saltos e trote. Situação que pode colocar o cavaleiro em perigo, caso a criatura não seja bem treinado. 

Além das duas raças citadas, o BH ou brasileiro de hipismo é muito usado para tal atividade. 

Agora, se o seu intuito é apenas lazer, como passeios e equitação, você pode comprar/adotar um mangalarga, marchador, campolina, piquira ou campeira. Estes são mais dóceis e tem uma característica chamada de Marcha de Triplices Apoios Definidos, ou seja, a intensidade da caminhada do animal em uma velocidade média. 

Ambiente ideal para criação de cavalos 

Como dito no começo desse artigo, um dos itens básicos para quem quer adotar um equino é um espaço grande para que o bicho possa andar bastante, assim como se exercitar. Então, o ideal é que o dono tenha um sítio ou uma fazendo bem espaçoso, mas se esse não for o caso, é possível pagar um haras, local onde se cria e cuida desse tipo de animal. Para tanto, será necessário desembolsar um valor mensal, além dos gastos com comida, limpeza e saúde. É uma despesa maior, mas o lado positivo é que se, por exemplo, você não tem muito tempo para cuidar da espécie, além do fato dele estar sendo tratado por profissionais competentes. Então tem os prós e os contras. 

Agora, se tiver um terreno grande para abrigar a criatura, com certeza o investimento será menor, mas será preciso contratar alguém para cuidar dele quando não tiver ninguém na casa. Além do cuidador, é primordial criar ou ter uma área plana, preferencialmente de terra, para que o cavalo possa andar confortavelmente. O estábulo tem que ser limpo todos os dias, pois não é saudável a criatura ficar em contato com fezes e urina. Além de deixar o próprio bicho mais limpo e mais relaxado. Afinal, ninguém gosta de ficar sujo, certo?!

Criar Cavalo
Criar Cavalo

Alimentação 

Outro fator essencial para a saúde desse indivíduo é sua alimentação. Ao contrário de cães e gatos, ele não é alimentado apenas com ração. Neste caso, este é mais um complemento do que a comida em si. O cavalo precisa de feno, capim verde, aveia e muita água. Isso porque ele pode sofrer de desidratação e morrer. A ingestão de comidas inapropriadas causa a falta de nutrientes essenciais, o que também pode levar a morte da espécie. Por dia, ele deve consumir cerca de 0,5 a 1% de alimento equivalente ao seu peso. 

Saúde 

Outro ponto que difere dos animais de estimação mais comuns: as ferraduras. Elas são muito importantes para a saúde do seu cavalo, isso porque são elas que sustentam o peso do bicho, sendo assim, necessitam estar sempre em ótimas condições. 

Quando estas são de má qualidade ou mesmo quando cavalo fica sem elas, isso pode causar infecções e calos nos cascos, fazendo com que ele não consiga cavalgar. 

Com a variedade de ferraduras que existem atualmente, de feno, plástico e borracha, elas diminuem bastante o impacto durante o trote, o que traz uma expectativa de vida melhor ao equino, pois evita problemas de saúde na região. 

Dar banho no equino também é muito importante, por diversos motivos. Além dele ficar fisicamente mais bonito, isso acalma o animal, assim como cria um laço de confiança entre este e seu dono. E obviamente evita doenças. É primordial realizar tal tarefa após corridas, treinos e passeios, mesmo que esses tenham sido curtos.

Para aqueles que são usados em corridas, o indivíduo deve ficar cerca de dois dias de repouso após o exercício para aliviar a tensão que é causada durante a prova. 

Criar Cavalo
Criar Cavalo

Faça da visita do veterinário algo recorrente. Isso garante um pet mais saudável em diversas formas. 

Por fim, por mais que sejam grandões, são animais domésticos, o que quer dizer que eles precisam e gostam de receber carinho do dono. Não o trate apenas como um objeto de diversão, competição ou como uma ferramenta de trabalho. Ele também merece ser tratado com respeito e afeto, assim como os pets mais tradicionais. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *