Home / Informações / Características do Tigre Siberiano: Habitat, Peso e Extinção

Características do Tigre Siberiano: Habitat, Peso e Extinção

O interesse pelo meio ambiente tem crescido bastante nos últimos anos, principalmente em momentos onde a preservação ambiental é pauta de assuntos em nível mundial.

E falando em natureza, principalmente em fauna, sempre acabamos tendo curiosidade sobre alguns animais, e aqui vamos trazer um animal que é muito conhecido, saindo um pouco do foco no rei da selva.

Estamos falando exatamente do tigre siberiano, um animal que é muito pouco falado, porém é até considerado um animal sagrado em algumas religiões, então se você quer saber mais sobre o mundo animal, saber mais sobre o tigre siberiano, então esse texto é para você.

Tigre Siberiano
Tigre Siberiano

O Tigre Siberiano

Você conhece o tigre siberiano? Muitas vezes ouvimos falar normalmente dos leões, tigres e leopardos, porém quando se trata especificamente do tigre siberiano não há tanta atenção para o animal.

O tigre siberiano, conhecido também como tigre de amur, é apenas uma das seis espécies de tigre que existem no mundo, acabando com a relação de tratar o tigre como apenas um animal, esquecendo de suas especificidades.

É um tigre com as características básicas do seu grupo, sendo um caçador rápido, tendo sua atividade mais voltada para a noite, sendo um animal mais ativo durante o fim da noite e a madruga.

Habitat

O tigre siberiano é um animal, que pelo nome, já lembra o clima de frio, então não é um animal que se encontra em diversas partes do globo, o que torna difícil vê-lo.

Ele é um animal que ganhou seu nome, tigre de Amur, justamente pelo local onde ele habita, que é nas proximidades no rio Amur, que é localizado na Sibéria. Além da Sibéria ele ainda é encontrado em uma pequena parte da área noroeste da China, fazendo ele aparecer apenas na China, Sibéria e na Rússia.

Características Básicas

O tigre siberiano é muito conhecido principalmente pela cor e traços característicos do seu pelo, mas quando se trata do tigre siberiano isso é um pouco diferente, ele não é um animal que tem a coloração igual aos outros animais de sua família.

O tigre siberiano tem uma pelagem mais clara, muito por adaptação ao seu habitat, que é muito claro por conta do tempo frio e neve, e como ele precisa dessa camuflagem para a caça, sua pelagem acabou clareando com o passar das gerações. Outra característica marcante do tigre siberiano é sua relação de bando, os tigres siberianos são solitários e territorialistas, fazendo com que eles não andam em bando e não caçam em grupo.

Em seu ciclo de vida, ao nascerem eles permanecem com suas mães, onde ficam com ela até o momento em que são treinados e ficam independentes para conseguir o seu próprio alimento, após isso eles se separam e vão em busca de um território próprio.

Alimentação

Quando o assunto é alimentação, os tigres siberianos se alimentam basicamente dos animais disponíveis no seu habitat, que se resume basicamente a javalis, ursos, alces e cervos. A grande questão em relação a sua alimentação não é exatamente relacionada aos animais que eles caçam, mas sim relacionada com a disponibilidade de comida.

Como a alimentação é muitas das vezes escassa e eles ficam por longos períodos sem se alimentar, os tigres siberianos chegam a comer até 30 quilos em uma caçada, tentando aproveitar toda a carne de sua presa.

Isso por que muitas vezes eles chegam até a passar 8 dias sem comer, o que demanda muita energia, tanto para conseguir caçar novamente, como também para se manter aquecido durante o frio.

Extinção

Assim como muitos animais em extinção, o tigre siberiano sofre por conta de uma característica sua, a pele desse animal vale muito no mercado negro, onde muitas pessoas buscam para a criação de peças de moda.

A situação se encontra bem crítica, já que hoje só existem cerca de 500 exemplares desse animal, e além da caça em busca de suas peles existe ainda um grande problema relacionado a suas presas, além de toda questão de invasão do homem em seu território natural.

Hoje o que ainda temos de proteção a esses animais é relacionada a conscientização, ao fato também de que algumas regiões da Sibéria tratarem o tigre como um animal sagrado e por último de todos os órgãos de preservação ambiental, que protegem e tratam como crime a caça ilegal deste animal.

Curiosidades

Para finalizar, vamos trazer algumas curiosidades desse animal que estamos falando tanto ao decorrer deste texto, vamos lá?

  1. A primeira curiosidade, que já citamos acima, é que o tigre siberiano é considerado como um animal sagrado em algumas regiões, fazendo com que o leão perca o título de rei da selva e fazendo surgir o Amba, que quer dizer “O grande soberano” ou “Rei tigre”.
  2. Durante eventos de futebol é comum que hajam mascotes, e em um desses eventos o tigre siberiano foi homenageado. No mundial de futebol de 1988 realizado na coreia o mascote escolhido foi um tigre siberiano, que foi apelidado de Hodori.
  3. E assim como foi homenageado no mundial de futebol realizado na coreia, o tigre siberiano também aparece no escudo da seleção de futebol do país.
  4. Os tigres siberianos são os mais pesados dentre os tigres, passando dos 300 kg quando se trata dos machos, e chegando perto dos 200 kg quando se trata das fêmeas.
  5. Mesmo com o peso altíssimo, os tigres siberianos ainda conseguem atingir altas velocidades, muito por conta da aerodinâmica do seu corpo e a força dos seus músculos. Um tigre siberiano pode chegar até 90 km/h
  6. A gestação dos tigres siberianos é muito diferente da gestação no ser humano, a sua gestação dura em média 100 dias, o que equivale aproximadamente a 3 meses e meio.
  7. Falando sobre a sua altura, os tigres podem atingir até 2 metros de altura, e além disso conseguem saltar de 5 a 6 metros de altura, o que proporcionam a eles facilidade em subir em árvores e lugares de difícil acesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *