Home / Informações / Características do Suricato

Características do Suricato

Os suricatos são bichinhos muito bonitinhos que aparentam serem indefesos à primeira vista, mas não se deixem enganar, estes animais são muito espertos e escapam de predadores intensos como o falcão, por exemplo. Mas saiba que tamanha façanha reserva um segredo. Qual é? Eles vivem em grupos e ajudam uns aos outros fielmente para que nenhum membro caia em uma cilada. Bacana demais! Então venha conhecer esse simpático animal!

Ah, uma coisa muito bacana e que trouxe popularidade para o suricato, foi o filme Rei Leão (1994). Lá, havia a dupla formada por Timão (suricato) e Pumba (javali). Os dois cuidavam de Simba o leão órfão que foi abandonado na floresta ainda pequeno.

Timão e Pumba
Timão e Pumba

Características Gerais e Nome Científico

Os suricatos são pequenos mamíferos da família dos Mangustos, seu nome científico é Suricata suriccata, vivem no Deserto do Kalahari localizado na região sul da África. Este é o segundo maior deserto do continente africano e o quinto maior do mundo, com cerca de 930 mil km². O pelo deste animal é acastanhado, possuem listras paralelas horizontais nas costas, que são marrom-escuro e se estendem das costas até a base da cauda. Eles usam a pele escura para se aquecer. Sua cauda tem aproximadamente 29 centímetros de comprimento e uma ponta preta. Seu rosto é pequeno e pontiagudo, suas orelhas são pequenas e possuem uma mancha preta ao redor dos olhos. Suas patas dianteiras têm longas garras. Pesam cerca de 700g para as fêmeas e 800g para os machos e medem cerca de 30 centímetros. Em seu habitat natural ele vive até os 12 anos, já em cativeiro vive aproximadamente uns 15 anos. Os principais predadores dos suricatos são: o falcão e o chacal. Quando pequenos, os predadores são o falcão, as cobras, as corujas e os abutres.

Suricato
Suricato

Unidos venceremos!

Vamos começar com a característica que considero mais interessante e o que o ajuda a sobreviver no mundo animal. Cada grupo reúne até 40 animais que vivem em túneis cavados por eles mesmos. Esses túneis ou tocas se comunicam entre si e têm varias entradas desenvolvidas estrategicamente para facilitar caso algum predador apareça. A organização do bando é surreal, todos têm uma tarefa que pode variar a cada dia. Alguns procuram comida, outros ficam nas tocas ajudando o restante do grupo há, também, os que cuidam da segurança do grupo todo. E é graças a essa trabalheira toda que eles vivem muito bem, mesmo sendo muito pequeninos.

Suricatos
Suricatos

Alimentação

Os suricatos se alimentam, sobretudo de diplópedes (piolho de cobra), besouros, escorpiões, lagartos e ovos. Quando há escassez de alimento, podem comer formigas e, às vezes, passarinhos e cobras. Infelizmente, os suricatos não são imunes ao veneno das cobras, e esta é uma das principais ameaças para seus filhotes.

Organização social

O grupo de suricatos é de até 40 indivíduos, com um macho e uma fêmea dominante, porém é a fêmea que lidera totalmente o grupo. A fêmea tem a tarefa principal de encontrar áreas com alimento, liderar o grupo contra ataques a outros grupos e gerar filhotes.

Filhotes de Suricato
Filhotes de Suricato

O direito de procriar é reservado apenas para a fêmea e o macho dominante, ou seja, se uma fêmea subordinada tiver filhotes, ela poderá ser expulsa do grupo, pois representa uma ameaça para os filhotes da fêmea líder. Pode acontecer de uma fêmea subordinada matar os filhotes da fêmea líder, visando que os seus filhotes ganhem atenção devida. Muito tenso! L A principal função do macho é defender o território de grupos externos, atacando-os e expulsando-os e gerar filhotes com a fêmea dominante.

Hábitos

Os suricatos são seres diurnos e, ao anoitecer dormem nas suas tocas. Ao amanhecer, quando levantam começam a cavar mais a toca para que fique “aberta” e de fácil acesso. Quando todos acordam eles também saem em busca de alimento, sempre haverá um suricato de “vigia”, este subirá em árvores para verificar se há algum perigo por perto. Caso perceba algo emitirá um som alto e todos voltarão rápido para as tocas.

Hábitos dos Suricatos
Hábitos dos Suricatos

Geralmente, os suricatos procuram alimentos até o meio dia e depois descansam em baixo de uma árvore. Após essa pausa, voltam a buscar alimento e depois retornam para suas tocas. Como mencionei cada grupo de suricato tem o seu território, entretanto, muitas vezes, é inevitável o encontro entre grupos distintos. Aí uma coisa muito interessante acontece, eles avaliam a quantidade de membros para decidir se irão partir para a briga. É isso mesmo! Só lutarão se os grupos forem equivalentes, caso contrário, o menor grupo perde parte do território imediatamente. Quando lutam, os suricatos tentam imobilizar os rivais mordendo o seu pescoço, essa ação pode levar à morte. Quem tiver o grupo dominante ou casal imobilizado primeiro perderá a luta.

Procriação

A procriação acontece entre o macho e a fêmea dominante, da ninhada nascem geralmente 2 a 5 filhotes, podendo chegar a 7. Os filhotes têm 5 centímetros de altura e ficam prontos para procriar em aproximadamente 1 ano de vida. Mas antes disso eles já passam a acompanhar os adultos para longe da toca, quando atingem cerca de quatro 4 a 5 semanas de idade.

Além de receber cuidados da fêmea e do macho, os filhotes recebem também os recebe dos ajudantes, até aproximadamente os seus 6 meses de idade. Esses ajudantes também carregam os filhotes que ficam para trás quando o grupo se movimenta, podendo até mesmo se agachar sobre eles para protegê-los contra ataques. Que fofo!

Quando os filhotes já estão com 1 ano de idade, os suricatos macho abandonam o seu grupo natal tornando-se errantes e vão em busca das fêmeas expulsas para começar a construir um novo grupo. Outra possibilita são esses machos procriarem com as fêmeas do mesmo grupo, escondidos. Humm! Ou ainda, podem chegar em um grupo que não é o seu, lutar com o macho dominante e si vencer tomar o poder. Luta! Luta! Luta!

Fotos de Suricatos 

Gostou desse artigo? Saiba que todos os dias aqui no blog você encontrará conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Mas antes de voltar aqui (e chamar os seus amigos para aproveitar o conteúdo, não é mesmo?) dê sua opinião, sugestão ou exponha alguma dúvida logo abaixo, nós com certeza leremos todos os comentários e responderemos. Além disso, você pode receber artigos exclusivos no seu e-mail, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela.

Aproveite! Até! 🙂

Um comentário

  1. Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *