Home / Informações / Características do Sapo-corredor: Alimentação e Respiração

Características do Sapo-corredor: Alimentação e Respiração

Olá caros leitores! Então vocês querem saber mais sobre o sapo corredor não é? Esse é um sapo cheio de curiosidades. Seu nome é derivado da forma rápida com que prefere se mover. Suas patas posteriores são maiores e dessa forma conseguem literalmente correr. Eles possuem também características físicas além dessa que os diferenciam facilmente dos sapos comuns. Seu nome científico é Epidalea calamita porém foi uma discussão longa para conseguir enquadrar o sapo corredor no gênero epidalea.

A curiosidade do sapo corredor nessa área é que segundo Laurenti em 1768, o sapo corredor foi enquadrado como membro do gênero Bufo sendo então conhecido como Bufo calamita entre os cientistas biólogos estudiosos da época. Porém, em 1864, Cope começou a chamar o sapo corredor de Epidalea calamita por questões que ele mesmo havia pesquisado.

A parte sem sentido é que o sapo corredor apenas recuperou seu devido nome depois de 2006, quando Frost e colegas comprovaram com estudos genéticos de que o Epidalea calamita não tinha os mesmo genes que o Bufo viridis. E assim encerrando o papo de que o sapo corredor se enquadra no gênero Bufo para enquadrar ele no gênero Epidalea. O sapo corredor é um animal que não está em situação preocupante de extinção, e por isso podemos encontrar este astuto sapo em várias áreas da Europa Setentrional. Fique agora com essas informações mais completas abaixo!

Sapo-corredor
Sapo-corredor

Características

O sapo corredor possui características que facilmente o diferencia de outros sapos comuns, uma delas é a característica que o nomeia popularmente como sapo corredor. O que quer dizer que suas patas posteriores são maiores do que a de sapos comuns e também seus movimentos com elas são mais ágeis e astutos, tão mais rápidos e com mais equilíbrios, dando a si o nome de sapo corredor pela forma com que as usa.

Outra característica muito marcante do sapo corredor é uma listra amarelada em sua pele bem em cima da vértebra bem ao meio do dorso. Com essa risca é muito fácil diferenciar o sapo corredor dos outros sapos comuns, uma vez que é a parte mais exposta do animal. Como curiosidade do sapo corredor temos a formação de seus olhos. Sim, suas pupilas são formadas de listras pretas horizontais. Sua íris possui cores variadas entre verde e amarelo, e são realmente muito diferentes as de um sapo corredor para o outro.

O Chamamento

Uma outra curiosidade dos sapos corredores é a forma com que eles chamam os outros de sua espécie. O coacho deles é particularmente mais alto do que os de outros sapos comuns. Isso acontece porque os sapos corredores possuem um único saco vocal presente debaixo do queixo apenas dos machos.

Esse coacho é bastante mais alto e é distinto do coacho dos sapos comuns, mas ainda assim, serve para o mesmo motivo. Os chamamentos do sapo corredor servem para a época de reprodução onde a fêmea escolhe o sapo que coacha mais alto ou melhor que os outros.

Sapo-corredor
Sapo-corredor

Reprodução

Durante os períodos entre abril e julho, o sapo corredor começa a procurar por suas fêmeas em locais específicos, sempre chamando com seu coacho alto e distinto. Deixando fios de ovos em pequenos charcos que são não muito profundos. Aqui é que vem a grande curiosidade do sapo corredor pois seus chamamentos altos são muito importantes nessa hora, já que por sua espécie normalmente não se encontrar presente em números altos é de grande importância que os coachos sejam bem altos para que as fêmeas consigam encontrar os que chegam para o acasalamento.

O lugar especifico de que falei são os charcos rasos. Porém eles também precisam ter uma leve inclinação e com alguma vegetação já nas margens e na água para que a reprodução seja bem sucedida. Acontece muito de estes charcos serem temporários e as larvas não têm tempo nenhum de se desenvolver completamente antes da água secar.

Para compensar a elevada mortalidade, o sapo corredor acasala muitas vezes durante o verão também. Em setembro, a idade dos juvenis têm variação de um a três meses. Aparentemente, os indivíduos que se reproduzem no início da época não são os mesmo que aqueles que foram os mais tardios.

Como vivem os sapos corredores?

Bom, essa espécie vive em média 5 anos de idade pela natureza. Seus hábitos alimentares se resumem a insetos, carunchos e outros pequenos animais. Uma curiosidade dos sapos corredores em seus hábitos é o fato de que durante a noite eles se deslocam em terrenos descampados, e assim, conseguimos ver marcas de suas patas traseiras enormes em areia solta. A deslocação noturna que esta espécie percorre é de uma distância considerável até, e permite que eles colonizem vários novos habitats rapidamente. Como podemos notar, o sapo corredor têm hábitos noturnos, mas a curiosidade do sapo corredor  é que em sua época de reprodução fica bastante ativo também durante o crepúsculo e o dia.

Os sapos corredores durante o dia ficam escondidos debaixo de troncos e pedras, também utilizam de abrigos feitos por outros animais. A curiosidade do sapo corredor neste caso é que em terrenos arenosos ou de terra solta, essa espécie se enterra usualmente durante o dia. Outra curiosidade do sapo corredor é que seu nome vem da forma como se deslocam como já falamos anteriormente. O mais interessante é que o sapo corredor é parte da ordem dos anura, e diferentemente da maioria dos anuros, esta espécie se desloca na maioria das vezes não por saltos, mas pelas suas pequenas corridas características.

Respiração

A respiração dessa espécie também é muito diferente. Uma das curiosidades do sapo corredor é que sua respiração é cutânea, ou seja, a troca gasosa é feita pela pele.

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre o sapo corredor, sobre como ele se reproduz, suas curiosidades como a respiração cutânea e a forma como eles têm chamam suas fêmeas e se escondem durante o dia. Com certeza você já pode ser um especialista no assunto. Compartilhe com seus amigos para que eles saibam também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *