Home / Informações / Características Do Polvo: Respiração, Habitat E Tempo De Vida

Características Do Polvo: Respiração, Habitat E Tempo De Vida

O polvo não é um animal tão conhecido pela maioria das pessoas e se por algum motivo este animal chama a sua atenção, depois deste post você será praticamente um especialista em polvos. Aqui reunimos as informações mais importantes sobre este animal e suas particularidades. Antes de mais nada, antes que você pense que os polvos são todos iguais, há mais de cem espécies diferentes de polvos espalhados ao redor do mundo. Você está pronto para conhecê-lo?

Características Do Polvo

Os polvos são moluscos marinhos e integram a classe dos cephalopoda, ordem octopoda. Como tal possuem o corpo mole sem a presença de esqueleto, tanto interno quanto externo. Além do corpo mole são lembrados por conta de seus oito braços também denominados de tentáculos, sob os quais estão cobertos de ventosas. Podemos dizer ainda que o corpo deste animal é dividido em duas parte, o manto, ou cabeça, onde estão localizados seu coração, cérebro e vísceras e os seus tentáculos que se ligam diretamente a sua cabeça. Aliás a palavra polvo significa com os pés fundidos e neste caso diz bem sobre o polvo visto que o animal tem os pés fundidos a estrutura da sua cabeça.

Ainda em relação ao seu corpo, os polvos possuem a cabeça em um formato que lembra muito um saco, com seus olhos atentos envolta de um bico córneo.

Polvo
Polvo

Em relação ao seu porte não podemos ser precisos visto que o porte do polvo varia a depender da sua espécie. Por exemplo, o octopus vulgaris, também conhecido como polvo comum possui em média cerca de aproximadamente um metro e meio. Em contrapartida, o polvo gigante, também chamado de enteroctopus megalocyathus, pode chegar aos três metros e meio e pesar por volta de setenta quilos enquanto o octopus vulgaris fica em torno de apenas dez quilos.

Você deve estar curioso quanto a forma de respiração do polvo e não vamos fazer rodeios, agora que já apresentamos previamente o animal para você vamos direto ao ponto.

Como Os Polvos Respiram Afinal?

Os polvos respiram por meio de uma abertura lateral localizada em seu manto. Lembra que mencionamos anteriormente que o seu corpo é dividido em duas partes? No manto, que corresponde a sua cabeça, por assim dizer, há uma abertura lateral abaixo aos olhos por onde a água entra chegando até as suas guelras. Os polvos então retiram o oxigênio presente na água e logo em seguida a expelem por meio de um canal que fica localizado logo abaixo da abertura de entrada.

Por vezes na hora em que a água é expelida estes animais aproveitam para eliminar também seus dejetos.

Os Habitats E As Relações Curiosas Que São Estabelecidas

Os polvos habitam as profundezas de todos os oceanos do planeta Terra, majoritariamente as águas tropicais são as suas preferidas. Quando falamos de profundezas estamos de fato nos referindo as profundezas, isso porque os polvos tendem a ocupar mais a superfície em período larval e juvenil.

Quando falamos das relações estabelecidas entre os polvos em seus habitats não poderíamos deixar de citar o canibalismo como um ato muito comum em diversas espécies. Isso mesmo, muitos polvos acabam se utilizando do canibalismo para manter-se, sendo outros polvos um de seus alimentos. Além dos polvos também integram a sua lista de alimentos os crustáceos, os peixes, os caranguejos , lagostas, camarões, outros moluscos e invertebrados.

Para que você tenha uma ideia de como o hábito do canibalismo é forte entre estes animais, durante o período reprodutivo em que mais de um animal estará na presença de outro, as fêmeas produzem um tipo de feromônio que não serve apenas para atrair o macho mas igualmente para evitar que ele a coma. Isso mesmo, o macho poderia muito bem comer a fêmea sem a presença deste feromônio.

Polvo
Polvo

E por falarmos em reprodução, durante o cio, a fêmea pode acabar se reproduzindo com mais de um macho durante o período. Após a cópula a mesma procura um por um local totalmente abrigado para a postura dos seus ovos. Durante o processo de incubação que vem a durar cerca de sessenta dias, a mamãe polvo é pura dedicação. Para que você possa visualizar, a mamãe polvo nem mesmo se alimenta durante o período em que seus ovos estão em incubação. A sua única atividade além de vigiá-los é fazer com que as correntes de água passem constantemente em seus ovos a fim de promover a oxigenação dos mesmos.

Após o nascimento dos filhotes de polvo (que logo após eclodirem os ovos são apenas larvas) a mamãe polvo vem a falecer na maioria dos casos, o que não poderia ser diferente visto a dedicação e o sacrifício a qual se submete.

Assim que nascem, as larvas de polvos se alimentam de plânctons. Até que finalmente assentam, ganham forma e peso. Neste momento são conhecidos como polvos juvenis. Infelizmente de acordo com dados levantados de cem larvas que vem a nascer apenas uma chega a vida adulta.

Mecanismos De Defesa Do Polvo

O polvo é considerado o animal invertebrado mais inteligente do mundo. E pudera, o seu sistema nervoso é altamente desenvolvido o que permite que o animal consiga até mesmo utilizar ferramentas, como nós seres humanos. Além desta curiosa característica o mesmo apresenta mecanismos de defesa incríveis que traremos para você. Um dos mecanismos mais conhecidos que o polvo utiliza para se defender é o jato de tinta. Este jato de tinta é composto por melanina, o mesmo composto que dá cor aos nossos olhos e a nossa pele. Este jato de tinta deixa a água turva, o que dificulta para que o predador consiga visualizar o seu alvo. E para aqueles que dependem do olfato para caçar, como os tubarões (um dos predadores do polvo) a tinta também atrapalha visto que ela possui um odor característico.

Um outro mecanismo de defesa já não tão conhecido é a capacidade que o polvo tem de nadar assustadoramente rápido quando se sente ameaçado. Este nado somente é possível porque um jato de água o impulsiona para frente.

Um terceiro mecanismo de defesa é muito utilizado pelo camaleão, se você pensou na camuflagem é isso mesmo. O polvo consegue brilhantemente se utilizar da técnica de camuflagem para enganar os seus predadores podendo se fingir de pedra ou rochas. O último mecanismo presente em todas as espécies é a autotomia, que nada mais é do que a incrível capacidade que alguns animais tem de soltar parte de seu corpo ou realizar a automutilação de modo que ele possa distrair o predador enquanto foge.

Sobre a idade do polvo a média é que vivam aproximadamente entre três e cinco anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *