Home / Informações / Características Do Narval

Características Do Narval

Que este nome se refere a um animal é óbvio já que neste site tratamos somente de temas sobre os animais, mas se não fosse isso, certamente a maioria das pessoas não saberia disso quando falamos em narval.

Certamente o narval está entre os animais menos conhecidos popularmente. Mas mistérios a parte, quem é este tal narval tão desconhecido? O narval é uma espécie de baleia.

Narval
Narval

Significados Do Nome Narval

Mais especificamente são duas espécies de baleias sobreviventes pertencentes a mesma família, a monodontidae, a narval é uma delas e a beluga, também conhecida por baleia branca pela sua cor, claro, que muito se parece com outra espécie de animal curiosamente, o boto. Parentesco sobrevivente mais próximo a parte, vamos falar sobre a baleia narval. Primeiramente vamos começar pelo significado do seu nome, que peculiarmente tem dois significados bem característicos, cadáver, pela sua cor acinzentada que é desenvolvida com o tempo. Sim! Para quem criou esta nomeação pelo seu significado viu sentido. Para você fez? Mas para este outro e último significado certamente nem precisaremos lhe fazer esta mesma pergunta após sua explicação, é unicórnio dentado. Isto porque os machos possuem dentes caninos ou presas como também pode ser chamado por serem grandes, mas tão grandes que ultrapassam sua boca e ficam em frente da mesma, remetendo a aparência de quem? O animal inexistente que ganhou tanta fama e encanto, o unicórnio.

O Que Mais Caracteriza A Narval?

É justamente este o dimorfismo sexual da sua espécie. Os machos geralmente possuem este dente gigante. Geralmente um só.

Cerca de um a cada quinhentas baleias narvais do sexo masculino possuem dois destes dentes. E há o registro de somente uma fêmea com dois destes dentes. Algumas tem um, mas geralmente é menor, assim como o seu porte. As fêmeas são menores do que os machos, como é com a maioria das espécies de animais, como se fosse um padrão.

Tanto as baleias narvais quanto a sua parente sobrevivente mais próxima, pertencente a mesma família, a baluga ou baleia branca têm o porte médio comparada as outras espécies de baleias. Mais uma característica em comum é ambas as espécies não possuírem uma das barbatanas dorsais, típicas das baleias.

Apesar de terem o mesmo porte, se diferenciam um tanto, as narvais são um pouco maiores do que as balugas. A primeira espécie mede de quatro a cinco metros e meio de comprimento e pesam de oitocentas a mil e seiscentos quilos. Enquanto a segunda mede a média de quatro metros de comprimento. Suas presas caracteristicamente longas pesam cerca de dez quilos e medem de um e meio a três metros de comprimento dependendo do sexo da narval.

Desenvolvimento E Reprodução Deste Animal

Como já dissemos, sua cor é acinzentada, mas esta cor não é a que nascem e a que morrem. A cor da sua pele vai escurecendo conforme o seu desenvolvimento, quando atingem a maturidade física, é predominantemente acinzentada. Curiosamente há casos de narvais que se tornam brancas conforme envelhecem.

Atingem a maturidade sexual muito tardiamente, o macho mais, com cerca de onze a treze anos e a fêmea bem menos, com cerca de cinco a oito anos de idade. Seu período reprodutivo é de abril a maio. A gestação dura pouco mais de um ano, cerca de um ano e dois meses. Sendo assim, os filhotes geralmente nascem entre junho e agosto do próximo ano. Seu período de dependência da sua mãe é pequeno pensando no seu habitat, hábitos, comportamento e predadores de quem são presas na natureza. Este período se dá por cerca de quase dois anos, ou um ano e oito meses. Neste período, quando necessário, a mãe narval chega a nadar com o seu filhote nas costas para o proteger e garantir a sua sobrevivência. Compatível com a sua maturidade sexual tardia, sua expectativa de vida é de, surpreendentemente, cinquenta anos.

Habitat, Hábitos E Comportamentos Da Narval

Como mamíferos marinhos que são, dentre os seus habitats estão o oceano atlântico e o ártico canadense e russo. Na primavera tem o hábito de migrar para as costeiras, já no inverno prefere as profundezas. Inclusive, é o mamífero marinho no topo das profundezas. Para você se aproximar mais da realidade destes animais, nada melhor do que números, neste caso são cerca de oitocentos a mil e quinhentos metros de profundidade, chegados com cerca de vinte e cinco minutos e repetidos cerca de quinze vezes ao dia. Se você treina algum tipo de exercício e já acha pesado, imagine o dia a dia destes animais, ainda mais sabendo que os seus predadores são os carnívoros e temidos ursos polares, as orcas, os tubarões e as morsas.

Os narvais convivem em grupos diversos, de cinco, dez, até vinte indivíduos do sexo masculino, feminino, adultos ou filhotes, todos misturados e juntos. Tem épocas que os grupos se juntam, formando um total de quinhentos a mil indivíduos misturados e usam sons em forma de vocalização para se comunicarem entre si, como quando avistam suas presas.

Narval
Narval

Se alimentam de espécies de peixes, bacalhau, camarão, lula, ovos de alguns animais, entre outros. De primeira pode se julgar que usam suas enormes presas para caçar seu alimento, diretamente, mas na verdade descobriu se há pouco tempo que as mesmas são úteis para atordoar suas presas, enquanto prestam atenção nelas ficam bobos e são engolidos mais facilmente. Contraditório pensar que um dos animais marinhos mais vulneráveis, como é conhecido a narval, pelas mudanças climáticas bruscas, típicas das regiões que habitam, seja sobrevivente há mais de um milhão de anos na natureza. Inclusive, é comum da especie mortes pelo animal não conseguir emergir da água antes do seu congelamento total no outono.

A caça humana aos narvais é atrás da sua carne e principalmente dos seus dentes, que são comercializados como marfim. Alguns povos habitantes das mesmas regiões que os narvais têm a legislação condizente para continuar a caçar, como hábito legal. Contraditório saber que estes mesmos povos tem histórias lendárias sobre a origem da baleia narval. Basicamente para eles o origem se deu através da queda de uma mulher presa a um arpão no oceano, se transformando assim em uma narval.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *