Home / Informações / Características do Lobo-da-terra: Curiosidades, Fotos e Nome Científico

Características do Lobo-da-terra: Curiosidades, Fotos e Nome Científico

Muito parecido com a hiena – fazendo, inclusive, parte da mesma família – o Proteles cristatus, também conhecido como aardwolf e lobo-da-terra, é um mamífero insetívoro – ao contrário dos seus parentes, que são carnívoros – de pequeno porte, nativo da parte leste da África Austral. 

Seu nome, em africano e holandês, significa “terra-lobo”. Ele também é chamado de “maanhaar de chacal”, juba-jackal” e “hiena viver”, que faz referência ao seu hábito de secretar substâncias a partir da sua glândula anal, uma característica também vista no civet africano – daí o nome -. 

Além de não ser muito fã de carne, ele não caça animais de grande porte. A criatura se alimenta de insetos, principalmente cupins. 

Lobo-da-terra Filhote
Lobo-da-terra Filhote

Características do lobo-da-terra

Ele é confundido com a hiena listrada por ter um corpo parecido com o desse bicho. Apesar disso, o lobo tem um torso mais fino, além de um focinho mais alongado, faixas verticais pretas com alguns pelos amarelos e um amontoado de pelagem que vai do seu pescoço até suas costas, lembrando uma juba. Aliás, ele levanta essa durante os confrontos para dar a impressão que ele é muito maior do que realmente é. 

A parte superior de seu corpo, a partir das patas, é toda preta. Possui uma cauda com bastante pelo e a ponta nesse mesmo tom.

A criatura mede em torno de 55 a 80 centímetros de comprimento, isso sem contar o seu rabo. Este adiciona mais 20 a 30 centímetros ao seu torso. Um adulto pesa, em média, de 7 a 10 quilos, com alguns atingindo 15 kg. Aqueles que vivem na parte sul do continente costumam ser menores que os que moram na parte oriental. 

Suas patas dianteiras são dotadas de cinco dedos e quatro nas traseiras. Seu crânio e seus dentes também se assemelham ao da hiena, mas com um tamanho menor. Tem uma bochecha que é adaptada para comer insetos.  

Exibe caninos, mas estes são usados para combate e defesa. Também é comum o bicho perder alguns dentes, mas isso nada afeta a sua dieta, já que ele captura os cupins com sua longa e pegajosa língua. Detêm orelhas grandes. 

Habitat 

Costuma habitar regiões com planícies secas e abertas, como mata nativa. Ele evita a qualquer custo as locais com montanhas. Na, verdade, o seu habitat se baseia no seu tipo de alimentação, que é muito específico. O animal só come cupins da família hodotermes, estes só vivem em lugares com grama morta e ressacada, e são encontradas aos montes em pastagens e savanas, como terras agrícolas. 

A criatura costuma ter um conjunto de tocas para morar, cerca de 12 delas, e fica em cada uma delas, por vez, por cerca de seis semanas. 

Um casal e suas crias costumam ocupar um território de 1 a 4 quilômetros quadrados. 

Lobo-da-terra Habitat
Lobo-da-terra Habitat

Hábitos e costumes 

O lobo-da-terra é tímido e só costuma sair durante a noite. Passa a maior parte do dia dormindo em suas tocas subterrâneas. Mas isso muda durante o inverno, onde ele inverte esse processo para economizar energia, que será usada para aquecer seu corpo nas temperaturas frias.

Apesar de ser conhecido como um animal solitário, ele vive em pares, juntamente com seus filhotes. É do tipo monogâmico. 

Quando tem seu território invadido, ele persegue o invasor por cerca de 400 metros ou até a fronteira do local. Caso esse seja capturado, o que normalmente não acontece, ocorre uma luta, que envolve alguns ruídos, como um latido e um cacarejar. Está situação costuma passar-se na época de reprodução. 

Quando a comida está escassa em certa região, esse sistema territorial é abandonado e o lobo divide o lugar com outros três casais. 

Tanto o macho quando a fêmea marcam seu lugar de moradia. Este é feito por meio da substância expelida por suas glândulas anais, que tem uma tonalidade preta. Eles marcam rochas e gramas numa extensão de 5 milímetros. E o relacionamento com o seu local de moradia é tão forte que eles demarcam até os cupinzeiros que estão dentro do seu território a cada 20 minutos. Ele também costuma patrulhar a região com certa frequência. 

Como não é do tipo rápido ou adaptado para confrontos, ele prefere enganar o predador quando se encontra nesta situação. Confunde este bagunçando sua trilha ou levantando a juba para parecer maior. Também usa suas glândulas anais nestas situações. 

Alimentação

Como já dito, ao contrário das hienas, o lobo-da-terra tem uma alimentação à base de insetos, principalmente os cupins. Aqueles que moram do lado oriental consomem os indivíduos da espécie trinervitermes bettonianus. Os da África central preferem trinervitermes rhodesiensjs, e os do sul, trinervitermes trinervoides

Para comer, eles lambem os cupins para fora do chão, ao contrário do tamanduá, por exemplo, que enfia sua língua ou cava o cupinzeiro. O alimento é localizado por meio do som ou do cheiro secretado pelos indivíduos. E, apesar da dieta específica, isso muda nas estações de chuva, por exemplo, que é quando a disponibilidade de comida é escassa e ele acaba procurando por outras opções. 

Lobo-da-terra Características
Lobo-da-terra Características

Curiosidades do Aardwolf

  • Consegue comer até 250 mil cupins durante uma única noite. 
  • Existem duas populações de lobo-da-terra: da África do Sul e da Ocidental e nordeste. 
  • O bicho possui glândulas odoríferas no antepé. 
  • Por dia, eles demarcam seu território a cada 50 metros. Neste ritmo, o bicho pode marcar 60 pontos por hora e 200 o dia todo. 
  • Costuma ter 10 tocas dentro da sua área. Assim como locais específicos para depositar suas fezes – que são cobertas com areia após ele defecar -. 
  • Mora em covis abandonados por outros animais, como as feitas pelos porcos-espinhos. Às vezes, eles mesmos cavam o local ou ampliam aquelas que foram invadidas.
  • No verão, ele pode descansar fora deste local, no período da noite. Dormindo no subsolo durante o calor do dia. 
  • Apesar de ter a capacidade de comer uma grande quantidade de cupins por dia, o lobo-da-terra nunca come todos os animais do cupinzeiro. Ele deixa alguns sobreviventes, que se reproduzirão. Após alguns meses, o aardwolf volta para se alimentar no mesmo local, novamente. Faz isso memorizando o local de moradia da sua comida. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *