Home / Informações / Características das Toupeiras: Alimentação, Reprodução e Fotos

Características das Toupeiras: Alimentação, Reprodução e Fotos

É quase certo que você já tenha ouvido falar da toupeira, certo? Aquele animal que é expert em construções de túneis e tem uma aparência um tanto quanto diferente. Não sabe quem é? Tudo bem, pois vamos falar justamente sobre essa espécie no artigo de hoje. 

Características toupeira 

Já viu, pessoalmente ou por fotos, em jardins ou campos agrícolas um monte de terra? Se sim, quer dizer que você estava olhando para a casa da toupeira, que passa a maior parte do seu tempo trabalhando na construção de túneis e galerias, local onde passa a maior parte da sua vida. 

Conhecida cientificamente como Talpa occidentalis este bicho é um mamífero insetívoro que faz parte da família Talpidae. Também integra esse mesmo grupo a toupeira-de-água (Galemys pyrenaicus). 

A criatura tem um corpo alongado e fino. Este mede de 90 a 130 milímetros de comprimento com mais 25 a 30 mm de cauda. Seu peso varia de 34 a 66 gramas. Tem pelos densos e com uma aparência aveludada, que normalmente exibe tons de cinza-escuro ou preto. 

Toupeira
Toupeira 

Lembra que comentamos que o bicho detém um corpo fino alongado e fino? Não é a toa que ele possui um torso com essas características. Na verdade, esses são traços evolutivos que fazem a toupeira ser um exímio escavador. O que quer dizer que ele consegue cavar e viver em locais subterrâneas com facilidade. Seus olhos, por exemplo, são cobertos por uma camada de pele e seus ouvidos são tapados com pelos. 

Os membros da parte do torso são bem desenvolvidos e destacam-se devido a uma pata espalmada com 5 garras fortes e longas. Como elas estão viradas para fora, estas funcionam como um tipo de pá, um ótimo “instrumento” para escavações. O focinho é pequeno e alongado, e tem a função de identificar as coisas para o animal por meio do tato. Isso é possível pois o local é coberto por pelos sensíveis. A toupeira também tem um órgão chamado de Éimer, que é recoberto por papilas bem enervadas. 

Alimentação

A dieta do bicho é constituída principalmente por minhocas e larvas de insetos. Normalmente essas são capturadas durante o processo de escavação ou quando estes caem pelas aberturas das galerias. Aliás, esse bicho constrói um local para armazenar sua comida, que fica guardada por cerca de 10 dias. Para que isso seja possível, a espécie costuma arrancar a cabeça das minhocas, fazendo com que elas fiquem imobilizadas. 

Reprodução da toupeira 

O período de reprodução da toupeira acontece entre fevereiro e junho, com a gestação durando cerca de 30 dias. 

A mãe costuma dar a luz de 2 a 3 crias, mas esse número pode chegar a 8. Eles nascem cegos e sem pelos, pesando em torno 3,5 gramas. Após 5 semanas de vida, o bebê já deixa de mamar, o que quer dizer que eles já podem sair do ninho. 

Por ano, a fêmea consegue ter duas gestações. 

Os filhotes alcançam a maturidade sexual entre os 6 meses ou um ano de vida. 

Nesta época, a toupeira mãe constrói uma toca redonda feito com vários materiais de vegetal. E é só neste período que macho e fêmea compartilham os mesmos túneis. No resto do ano eles vivem separados. 

Sua expectativa de vida é de 7 anos, mas a média é que ele viva até os 3. A maior taxa de mortalidade acontece quando os bichos se separam, tornam-se independentes. Outra coisa que contribui para sua mortalidade é seu habitat. Eles precisam encontrar um local que não esteja ocupado por outros indivíduos. O que acaba sendo mais difícil em locais com um grande número de animais, por causa disso os jovens acabam se deslocando na superfície, fazendo com que eles fiquem mais vulneráveis aos predadores. 

Habitat 

Essa criatura normalmente é avistada em pastos, jardins, terrenos arenosos e zonas agrícolas, assim como áreas florestais, contanto que a região tenha um solo fresco e profundo, permitindo a construção de sua casa. 

Hábitos

A toupeira é do tipo solitária que vive embaixo da terra e é ativa tanto de dia, quanto de noite. Ele utiliza de um complexo sistema de galerias construídas a uma profundidade de 10 centímetros a um metro. Estas são formadas por diversos túneis de 70 centímetros, com uma abertura para a superfície. Conforme vai trabalhando nesta construção, uma parte da terra é usada para compactar as paredes, com o resto sendo retirado para fora, e é aí que surge aqueles montes de terras característicos da toupeira. 

As aberturas são feitas tanto para entrada e saída da casa, assim como para o bicho fugir dos predadores de forma rápida e também para ventilar e drenar as galerias. 

Distribuição da toupeira 

Prefere regiões temperadas, sendo assim, é encontrado na Europa, América do Norte e Ásia. 

Conservação da espécie

Até o momento, o status de animal é de não ameaçado segundo a UICN. 

Como esperado, o maior predador da toupeira é o homem, que enxerga a criatura como uma praga, já que ele acaba tirando plantas da terra e deslocando as raízes em plantações. Mas, na verdade, é totalmente o contrário. Mesmo que ocorra esse deslocamento e acabe gerando um certo custo aos agricultores, esse movimento que a toupeira faz com a terra acaba oxigenando o solo. E ele também consome muito dos animais que são considerados prejudiciais a estes locais. 

Quanto aos “predadores naturais”, podemos citar as aves de rapina, raposas, cães e gatos domésticos. Normalmente os jovens são as vítimas mais comuns. 

Curiosidades 

  • Durante a guerra, os agentes infiltrados eram chamados de toupeiras, provavelmente em inspiração ao bicho. Uma boa “toupeira” era capaz de revelar os planos do inimigo, assim como aprontar as identidades destes. 
  • Como é um animal que vive a maior parte do tempo embaixo da terra, é difícil vê-los. A melhor oportunidade é procurar um local onde se sabe que existe esta espécie, após a chuva. É quando a criatura sai para reconstruir os túneis da sua toca. 
  • Por ter uma hemoglobina com maior afinidade com o oxigênio, o bicho consegue obtê-lo inclusive em locais com ar rarefeito. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *