Home / Informações / Características Da Tarântula

Características Da Tarântula

Aranhas, esses aracnídeos de 8 patas existem no mundo todo e são só responsáveis por vários acidentes relacionados a animais peçonhentos. Um erro comum é confundir as aranhas com insetos, uma vez que trata-se de um animal da ordem Araneae.

Esses bichinhos de veneno poderoso existem dos mais diversos tamanhos, cores, força de dano (veneno) e nomes. Sendo alguns bem complicados. Hoje nosso foco vai parar no mundo das 8 patas. Sim, vamos falar sobre aracnídeos, ou melhor, 1 aracnídeo. As famosas tarântulas, popularmente conhecidas como caranguejeiras.

Saiba que essa não é uma aranha simplesmente dita, e sim uma das grandes e mais temidas. Bora conhecer suas características? Se liga neste artigo, porque ele está na teia de aranha…

Tarântula: A Aranha Peluda

Essa espécie de aranha tem como sua principal característica sua aparência. Toda a extensão do seu corpo é revestida de cerdas, pelos pequenos e bem grossos que quando em contato na pele podem fazer cocegas. Outra característica física que apesenta são suas pernas longas também cheias dessas cerdas do corpo. Aqui no Brasil elas são bem comum e facilmente encontradas, seja no campo ou na cidade.

Com tanto que o clima da região seja temperado ou tropical, ela vai estar lá. Sua presença não se limita apenas a América do sul, mas a América do norte, Ásia e até mesmo a África possuem alguns exemplares de tarântulas em seus territórios.

E não podemos esquecer que elas estão presentes no Oriente médio também, afinal, nenhum país que as tenha pode ficar de for a de um artigo sobre tarântulas. Como muitas outras espécies de aranhas, a tarântula troca sua pele enquanto cresce.

Tarântula
Tarântula

É comum encontrar essa pele em locais onde facilmente essas aranhas tem a mania de viver. Essa troca de pele de chama Acdise e é um processo natural. Um processo de troca de pele acontece em outras espécies como os repteis, lagartos e cobras, que trocam de corpo conforme crescem e continuam trocando de pele a cada certo tempo.

Nossa amiga aracnídea pode chegar a medir 30cm, embora sua media seja de 20. Tai aí o primeiro motivo que a torna perigosamente assustadora e tão evitada pelas pessoas. O que você faria se visse uma aranha de 30cm na sua casa? Provavelmente, eu já estaria a caminho da lua neste momento. Além das patas longas peludas elas possuem duas grandes garras na frente que as usa para se proteger. Sua alimentação é basicamente de pequenos animais e insetos. Apenas de serem como camelos no deserto, ou seja, tem a possibilidade de ficar vários dias sem se alimentar de nada.

Tarântulas: Acasalamento

Aqui vemos como a natureza é de certa forma, cruel para com os machos da espécie. Quando um macho amadurece, seja de qualquer espécie animal, seu desejo é logo se acasalar e constituir uma família. No caso das aranhas isso é um pouco diferente, e meio cruel também. As fêmeas caranguejeiras têm um longo tempo de vida de 20 anos, enquanto os machos vivem em média 7 anos.

Essa diferença de tempo de vida não ocorre porque o sistema de ambos é diferente. Bem, na verdade esse é um dos motivos, mas, não é apenas isso. Quando acasalam, os machos depositam espermas na fêmea. Após o acasalamento, o macho morre, mais deixa para a fêmea uma linhada de 50 a 200 ovos com aranhinhas que em pouco tempo nascerão.

As tocas das tarântulas estão localizadas em buracos no chão onde criam uma espécie de cobertura feita com suas teias ou mesmo debaixo ou próximo a pedras e raízes de arvores. Lembro-me de te avisar para ter muito cuidado quando for mexer nesses lugares. É um animal que não emite som algum, então você só saberá que ele está ali depois que acabar sendo atacado por ela.

Tarântulas: Aparência Assustadora, veneno nem tanto

Aranhas são animais de aparência assustadora, principalmente quando vistos de frente, ou de cima. Bem, de qualquer angulo elas dão medo com seu aspecto sinistro e macabro. Mas, essa aparência é apenas uma forma de compensar sua falta de letalidade. Sim, tarântulas, ou caranguejeiras, não tem toxinas nocivas para os humanos. Mas, a picada delas pode ser de uma dor bem incomodativa.

Deixe-me corrigir em um fato, a toxina produzida pela tarântula não agride em nada uma boa porcentagem dos humanos, porém, a outra porcentagem, que é bem pequena possui alguma alergia que o deixa em risco perante a toxina da tarântula. Nesses casos, a procura de um hospital é altamente recomendada. Mesmo sendo uma reação alérgica a toxina da tarântula apenas, é uma circunstancia que pode virar caso de urgência.

Tarântulas: Alimentação

As tarântulas têm uma alimentação baseada em pequeninos animais e insetos, mas, você lembra que eu mencionei as Tarântulas de 30cm? Pois é, elas existem e tem seu próprio gênero. São as tarântulas comedoras de pássaros. Essas aranhas enormes e ainda mais assustadoras tem uma cor amarronzada e quase sem pelos, porém, seu tamanho é tudo que precisa para afastar a qualquer um.

É conhecida também como aranha Golias, não preciso nem dizer porquê. Essa linda representante da família Theraphosidae é considerada a maior aranha em termos de massa corporal do mundo e ela está aqui na nossa casa, quero dizer, no Brasil.

Sua fama de comedora de pássaros não é apena um nome bonitinho que tinha a ver com o seu tamanho. Está tarântula consegue atacar, abater e devorar um pássaro inteiro, e não fica apenas nisso, sua dieta de predadora também envolvem roedores e répteis. Quem sofre de aracnofobia deve ter pesadelos com uma criatura dessas. Apenas de o filme das aranhas gigantes já terem traumatizado muitos por aí.

Tarântula
Tarântula

As tarântulas geralmente vivem completamente solitárias. Após atingirem certa idade, ficam vagando solitárias pelo reino animal. Sua maturidade só chega apenas 2 a 5 anos e enquanto isso elas precisam se alimentar diariamente. Quando na troca de pele, elas deixam de se alimentar 10 dias antes da troca e apenas 7 dias depois da troca de pele elas voltam a comer.

Conclusão

As tarântulas são animais bastante curiosos, embora sua solidão seja um pouco triste, eles têm um processo de vida muito complexo. Menos o macho, que morre após se acasalar. É a típica mãe solteira, cuidando dos 200 ovinhos sozinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *