Home / Informações / Características da Jararaca: Filhote, Tempo De Vida e Gestação

Características da Jararaca: Filhote, Tempo De Vida e Gestação

A jararaca é uma cobra que podemos encontrar em nosso país. Justamente por conta deste possível encontro é preciso que conheçamos as características deste animal, mas acima de tudo os riscos envolvidos em um acidental encontro.

Preparado para conhecer a jararaca?

As Primeiras Impressões Da Cobra Jararaca

A jararaca é um animal que pode ser encontrado em nosso país em uma quantidade considerável de estados. A jararaca pode ser vista entre os estados da Bahia até regiões do Rio Grande do Sul. Não raro podem ser encontradas também em regiões adjacentes da Argentina e igualmente do Paraguai.

O tamanho máximo que podem atingir é de aproximadamente um metro e meio, a um metro e sessenta centímetros. Quanto ao seu peso não há dados muito específicos mas tudo indica que tanto os machos quanto as fêmeas apresentam cerca de dois a três quilos aproximadamente.

Cobra Jararaca 
Cobra Jararaca

Em relação ao seu corpo é um animal que apesar de sua cor característica pode facilmente se camuflar em seu ambiente o que aumentaria para nós os ricos de acidentes.

Sua coloração é em um tom marrom amarelado bem escurecido. Ainda em seu couro há manchas pretas em formato triangular. Próximo a sua boca há escamas em tom de ocre. Atrás dos seus olhos, olhos estes que possuem um tom amarelado puxado para o verde, há um risco em tom escurecido que se estende até a altura dos supralabiais.

Sua língua curiosamente é da preta.

Como comentamos a jararaca possui uma coloração característica, todavia pode facilmente se esconder e se camuflar em meio ao seu ambiente. Ambiente este que podemos definir como ambientes úmidos. As jararacas preferem locais úmidos como córregos e rios. Destes locais tiram o seu alimento que costuma ser composto por sapos e concomitantemente por roedores.

A Jararaca É Uma Cobra Perigosa

A jararaca é uma cobra peçonhenta, ou melhor um animal peçonhento e como tal possui veneno. O seu veneno pode causar sérios problemas para suas vítimas inclusive nós seres humanos que podemos facilmente sermos atacados.

A jararaca também é conhecida como um animal perigoso porque além do seu veneno esta cobra pode dar o bote assim que presente uma ameaça.

Quando se sente ameaçada curiosamente a jararaca tem o costume de se contrair em direção ao centro do seu corpo. Após isso começa a bater a cauda sobre as folhagens secas. Então ao ouvir este som, principalmente em habitats passíveis da presença da jararaca o melhor a se fazer é se afastar.

Curiosamente esta serpente permanece sob as folhagens secas durante todo o dia e após períodos de chuvas gosta de se banhar ao sol.

A Jararaca E O Seu Ciclo Reprodutivo

A jararaca tem um ciclo reprodutivo extremamente curioso visto que a sua capacidade de reprodução é bienal, mas calma. Vamos explicar isso detalhadamente para você, não se preocupe.

A jararaca também conhecida como jararaca do campo, jararaca do cerrado, dormideira, preguiçosa e ainda jararaca verdadeira é um animal ovovivíparo ou seja, o embrião se desenvolve no interior da mãe isolado dentro de um ovo do qual retira todos os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento. Não há trocas entre a mãe e os filhotes diretamente.

Em relação a quantidade de ovos a jararaca põe anualmente uma média de nove a dezesseis ovos e dá a luz a uma média de dez filhotes por gestação. O desenvolvimento folicular da serpente ocorre no final do verão e início do outono, que é quando ocorre a cópula entre machos e fêmeas. A cópula é prevista para março a meados de maio. O nascimento dos filhotes ocorre entre a primavera e o verão. Com o nascimento dos filhotes próximo ao novo período reprodutivo da fêmea a mesma entra em um chamado estado de dormência folicular e neste caso não poderá reproduzir na estação prevista neste ano.

A expectativa de vida da cobra jararaca não é muito precisa mas tudo indica que este animal viva cerca de oito a nove anos em média. Quanto ao nascimento dos seus filhotes eles  como costumeiramente acontece com as serpentes, nascem com aproximadamente cem gramas.

A Curiosa Alimentação Da Cobra Jararaca

Ao contrário de outras serpentes não peçonhentas como a jiboia por exemplo que se utiliza de constrição para o abatimento de sua presa, a jararaca se utiliza do seu veneno. A sua alimentação como comentamos é composta principalmente de roedores e sapos, entretanto há uma questão curiosa quanto a sua alimentação e aos seus hábitos.

A jararaca madura, ou por assim dizer, mais velha, se utiliza dos meios terrestres para a obtenção de seu alimento. As jararacas mais jovens adotam um comportamento arborícula e de lá tiram o seu alimento. Apesar desta característica diferença entre ambas, predominantemente se alimentam majoritariamente de roedores. Sendo este o seu principal alimento. E por falar no consumo de roedores, as jararacas auxiliam no controle da população de ratos que como bem sabemos são responsáveis por nos transmitir uma série de doenças dentre elas a leptospirose.

Já que estamos falando sobre o comportamento alimentar desta serpente, em São Paulo foram encontrados indivíduos com um tamanho 50% maior do que a média para esta espécie. Ao que tudo indica, segundo pesquisadores, esta ocorrência somente seria possível porque por meio da interferência humana haveria uma disponibilidade maior de alimento e uma significativa diminuição dos predadores desta serpente.

Curiosidades

O veneno da jararaca chamou a atenção de estudiosos deste sempre e em meados dos anos de 1965 um pesquisador isolou uma proteína presente em seu veneno e um farmacologista foi responsável pelo desenvolvimento de um medicamento que seria utilizado para tratar a hipertensão. Este medicamento é o Captopril. Até hoje o veneno das serpentes tem sido estudado para o desenvolvido de fármacos e outros produtos.

Ainda falando sobre curiosidades sobre a jararaca, de acordo com dados levantados, esta espécie de cobra seria responsável por cerca de noventa por cento dos casos de ofidismo. Ofidismo diz respeito aos acidentes envolvendo cobras peçonhentas. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a OMS, este seria um problema de saúde pública negligenciada nos países tropicais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *