Home / Informações / Características da Jaragua Sphaero: Tamanho e Nome Científico

Características da Jaragua Sphaero: Tamanho e Nome Científico

Aposto que algumas pessoas que estão lendo esse texto não são muito fãs de lagartixas, certo? Bom, cada um com sua fobia, mas essa não deve ser temida, pelo contrário. O animal tem grande importância no ecossistema e mesmo na sua casa. Sabia, por exemplo, que ela é uma exterminadora nata de pragas? Ela é a responsável por comer vários insetos indesejáveis, como as baratas. Esse indivíduo é nosso aliado, não nosso inimigo. 

Mas comecei falando da “má fama” da lagartixa porque duvidamos que você continue pensando o mesmo quando ver a Jaragua sphaero. 

Isso porque ela é tão pequenina que fica impossível resistir a ela. 

Jaragua Sphaero
Jaragua Sphaero

Ela provavelmente é o menor réptil do mundo. Até que se prove – descubram outra espécie – o contrário. 

Conhecida cientificamente como Sphaerodactylus ariase, o lagarto mede 1,6 centímetros de comprimento. É muito pequeno.

Sua cabeça é avermelhada com listras brancas no topo. Exibe olhos castanhos arredondados. Já seu corpo é cinza com manchas cinza-escuras e claras na região do ventre. A cauda é larga, grande, achadata e com o mesmo tom do crânio. 

Ela pode ser encontrada na República Dominicana e no Haiti. 

Sua descoberta foi feita por dois biologistas: Blair Hedges, da Universidade Pennsylvania State, e Richard Thomas, da Universidade de Porto Rico. Segundo eles, o animal corre risco de extinção. 

A região onde foi achado, na área do Caribe, é conhecida por ter um grande número de espécies diferentes, com a maioria delas correndo o risco de sumir da natureza. Os biólogos também afirmaram, na época da descoberta, que não faziam ideia que o animal existia, mesmo a área onde ele reside sendo estudada a milhares de anos. 

Habitat

Como é de se imaginar, o bicho gosta de florestas tropicais. 

Alimentação do Jaragua sphaero

O animal se alimenta de plantas doces e insetos. 

Reprodução

Como é uma espécie nova, não se sabe detalhes sobre os costumes de acasalamento do indivíduo. O que é de conhecimento é que ele é do tipo ovíparo. 

Preservação da espécie 

Mesmo tendo sido descoberta em 2001, na época a criatura já corria risco de extinção devido a destruição do habitat. E como o animal vive numa pequena área específica, essa matança do seu ecossistema põe a criatura ainda mais em perigo de sumir da natureza. 

Predadores naturais 

Seus predadores são lagartos maiores, cobras de árvores e alguns pássaros. 

Os répteis mais peculiares do mundo 

O grupo dos répteis não costuma ser o preferido dos amantes dos animais, o que é “normal”, já que a maioria dos integrantes pode nos intimidar um pouco. Mas nem só de criaturas perigosos essa lista é feita. Alguns são inofensivo, bonitos, coloridos e, claro, bem bizarros, e vamos conhecê-los a seguir. 

1 – Tartaruga-de-carapaça-mole chinesa 

O primeiro traço que chama atenção neste indivíduo já é revelado no seu nome: o casco mole. Diferente da suas primas, este tem essa região mais flexível. O local é em couro e as áreas mais maleáveis se encontram nas laterais da tartaruga. Porém, a parte central tem uma camada de osso sólido na parte interna.

Apesar de aparentemente ser um defeito, isso faz com que ela se locomova com mais agilidade na água e na lama. 

A espécie pode atingir 30 centímetros de comprimento e sua dieta é bem variada. 

E não contente de ter um casco mole, essa tartaruga tem uma capacidade bem bizarra: a de fazer xixi pela boca. Apesar de ser no mínimo nojento, isso permite que ela não perca água ou acumule uma alta quantidade de sal no corpo, auxiliando elas viverem bem no seu habitat: águas salobras. 

2 – Lagarto sem pernas 

Certos traços evolutivos são impossíveis de ser explicados, como é o caso do Lagarto sem pernas. É isso mesmo, ele tem um corpo de cobra e pode medir até 1,20 metros de comprimento. 

Residente da Europa, o bicho é um grande caçador, além de ter uma mordida bem poderosa, podendo caçar caracóis e outros animais pequenos. 

Ele também possui listras longitudinais, exibindo orelhas que ficam atrás de seus olhos e uma cabeça achatada. 

3 – Tartaruga mata-mata 

A tartaruga mata-mata só é encontrada na Amazônia. Ela pertence à família Chelidae e habita águas doces. 

É carnívora, tendo uma dieta a base de peixes e animais invertebrados, que consegue alcançar facilmente devido a seu pescoço mais alongado. Exibe também uma mandíbula potente. 

Diferente das suas primas, detêm uma cabeça achatada e grande, com algumas protuberâncias e um chifre bem acima do seu focinho longo e com um formato de tubo. 

4 – Serpente-dragão 

Como o nome já sugere, essa cobra tem uma aparência de dragão, isso graças a suas escamas diferentes e cravejadas. Ela é considerada um indivíduo bem primitivo justamente por causa desse traço. A criatura ainda conta com regiões perfurantes e salientes, espalhadas ao longo do seu torso. 

É um bicho raro, com hábitos noturnos e que só consome sapos. 

Ela é vista na Tailândia, Indonésia e Birmânia. 

5 – Cobra-borracha 

Além da aparência peculiar, a Cobra-borracha é capaz de fazer algo incomum entre os répteis: controlar sua temperatura corporal. Como sabido, esses bichos tem sangue frio e precisam fazer isso de forma manual. 

É considerada pequena, chegando aos 45 centímetros de comprimento, tendo uma expectativa de vida de 70 anos. 

Também conhecida como “serpente de duas cabeças”, essa criatura tem uma cauda larga que pode ser usada como chamariz como forma de defesa. 

Ela se alimenta de ratos jovens, por esse motivo seu rabo é cheio de mordidas de roedores, região que ela usa para afastar os pais dos filhotes. 

6 – Gavial 

Ao contrário dos seus parentes que usam a força bruta para comer, o gavial desenvolveu uma forma mais refinada para tanto, isso devido a seu focinho que é estreito e tem uma protuberância na ponta. Ao invés de caçar grandes presas, ele prefere consumir peixes. 

O bicho mede 6 metros, mas não é uma ameaça aos seres humanos. 

Residente do subcontinente indiano, o animal está ameaçada de extinção. 

Tem um torso quase completamente preto. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *