Home / Informações / Características da Estrelinha-de-poupa: Curiosidades e Fotos

Características da Estrelinha-de-poupa: Curiosidades e Fotos

Igualmente conhecido como rei das aves na Europa, a estrelinha-de-poupa ou apenas estrelinha (Regulus regulus) é um indivíduo da família reguilidae. E ele é famoso por ser a menor ave europeia, com apenas 5 gramas. Com um corpo rechonchudo, a estrelinha habita regiões da macaronésia e euro-asiática. 

O seu grupo inclui várias subespécies que tem integrantes, moradores do leste e norte da sua área de distribuição, com costumes migratórios. Estes procuram outros locais durante o inverno, principalmente aqueles nas partes sudoestes destes locais. 

Estrelinha-de-poupa
Estrelinha-de-poupa

Características da Estrelinha-de-poupa

Além de ser leve, ela também é pequena. Pode medir até 9,5 centímetros de comprimento e tem uma envergadura de 15,5 cm. Chega ao peso máximo de 7 gramas. 

Apresenta um bico preto, pequeno e fino. Já as penas da maior parte do seu corpo tem um tom marrom-alaranjado escuro. Aquelas da parte dorsal são verde-oliva, já as centrais apresentam uma coloração cinza-amarelado. Suas asas são cinza-esverdeadas com duas faixas brancas. 

O rosto é liso e apresenta olhos pequenos e bem pretos. Mas a característica que chama mais atenção está em sua cabeça. Apesar da região ser coberta por penas cinza-escuras, ele exibe uma espécie de coroa em um amarelo vivo, com a parte centralizada da região em laranja. Isso para os machos, o moicano das fêmeas é apenas amarelado. O que acaba dando um contraste ao corpo do bicho coberto de penugem escura. 

Essa poupa fica ainda mais a mostra quando o pássaro ergue a região. 

Devido a isso, a ave apresenta dimorfismo entre macho e fêmea. Mas além do penacho e de alguns penas mais claras na parte central e escura na dorsal nas fêmeas, os bichos são idênticos. Sendo até difícil diferenciá-los quando eles estão de longe ou em bando, principalmente na fase mais jovem. 

Comportamento 

Apesar da cor “espalhafatosa” na sua cabeça, ele é um pássaro bem discreto. Se movimenta sempre em meio às copas das árvores, o que faz a sua observação ser algo difícil entre os admiradores de aves. 

Detém um voo muito característico da espécie. Bate suas asas de forma rápida e irregular. Ele também costuma fazer mudanças bruscas de direção enquanto está voando. Nos vôos mais curtos, que costumam acontecer quando a criatura está se alimentando, ele faz uma mistura de de disparadas súbitas e rápidas, pairando no ar com frequência. 

Se move sem parar entre as folhagens, rasando pelos ramos e subindo e descendo o tronco das árvores. 

Habitat 

Aparece em várias regiões de Portugal, principalmente no frio, embora exista registros de machos cantando por lá na Primavera. Mas não se sabe se ele constrói seus ninhos no país. 

No Açores é possível encontrar três subespécies endêmicas: regulus regulus-marie, que vive exclusivamente na ilha de Santa Maria. Regulus regulus inermis, morador das ilhas de Flores, São Jorge, Pico, Faial e Terceira. E, por fim, o regulus regulus azoricus, que fica restrito na ilha de São Miguel. 

19 Curiosidades da Estrelinha-de-poupa e outras aves (no geral)

  1. É por causa do penacho formado por penas que ele recebeu o nome de estrelinha. Isso porque os animais domésticos marcados na testa são chamados de estrelados, sendo a marca entitulado de estrela, independente do formato. E este também está relacionado a nomenclatura científica do bicho, regulus/régulo, que significa pequeno rei. 
  2. Muitas referências no folclore europeu o aponta como o rei das aves. 
  3. Os jovens têm penas ventrais mais claras e não exibem o moicano amarelo. Apesar disso, podem ser confundidos com os adultos quando vistos em meio a natureza.
  4. As aves são indivíduos vertebrados, bípedes e ovíparos. Tem o corpo coberto de penas e existem cerca de 8500 espécies no mundo. 
  5. O filhote é capaz de quebrar o próprio ovo quando nasce porque detém um dente especial para perfurar a casca do recipiente. Esse processo dura dois dias e logo após sair do ovo, ele perde esse dente. 
  6. O condor é considerado o maior pássaro de rapina do mundo. Suas asas medem em torno de três metros de comprimento, de uma ponta a outra. 
  7. O avestruz, que também é uma ave, tem de 1,8 a 2,50 metros de altura, medindo o mesmo que um camelo. 
  8. O papagaio tem a capacidade de aprender várias palavras diferentes, mas o vocabulário dele não passará de 20. 
  9. Mochos e corujas podem enxergar com uma incrível perfeição no escuro, quase como se fosse de dia. Isso é possível graças a seus olhos que são adaptados à escuridão. 
  10. O beija-flor pode voar até 150 quilômetros por hora. O menor da espécie é o abelha, com apenas alguns centímetros de comprimento. 
  11. Conseguem voar muito bem pois tem um ossos ocos e extremamente leves. 
  12. Os ovos da galinha são os mais consumidos porque ela é a espécie mais produtiva do grupo. Essa criatura consegue produzir cerca de 300 ovos por ano. 
  13. A ave mais antiga do mundo viveu há 150 milhões de anos atrás, durante o período Jurássico superior, ao sul de onde fica a Alemanha, atualmente. Ela era chamada de Archaeopteryx e era parecida com o pega-rabuda, mas muito maior. Sua aparência era uma mistura de dinossauro com penas com um pássaro moderno. Seu fóssil foi achado um pouco depois de Darwin lançar “A Origem das Espécies”. 
  14. Eles não têm dentes, a não ser o pintinho quando nasce. É por este motivo que eles exibem um bico capaz de bicar ou agarrar sua comida. 
  15. Os ovos desse grupo têm formatos variados e são bem fortes. Os menores pertencem ao beija-flor, os maiores, ao avestruz. Este demora duas horas para ser cozido. 
  16. O albatroz-real passa 79 dias sendo incubado e cada recipiente pode conter nove gemas. 
  17. Alguns bebês não precisam nem dos cuidados os pais, como é o caso das galinhas, avestruzes, gaivotas e patos. O mesmo não acontece com corujas, pica-paus e pássaros cantores. Estes precisam ser alimentados e protegidos pelos parentes durante dias ou semanas. 
  18. Todas as aves detém asas, menos o Kiwi, morador da Oceania. Muito parecido com a fruta, ele também não exibe uma cauda. 
  19. Pinguins e avestruzes tem asas, mas não são capazes de voar. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *