Home / Informações / Características da Aranha de Jardim

Características da Aranha de Jardim

A aranha de jardim é também conhecida como aranha de grama ou aranha lobo e é uma espécie de aranha pertencente à família Lycosidae. Todas as aranhas pertencentes à família Lycosidae são espécies do tipo aranha lobo, são cosmopolitas, ocorrendo no mundo todo e são aranhas comuns no nosso cotidiano. Podem ser encontradas em todas as regiões tropicais, subtropicais e temperadas, do Ártico aos Subtrópicos.

São espécies que apresentam uma elevada capacidade de adaptação ao meio ambiente, podendo ser encontradas de regiões costeiras ao nível do mar até áreas montanhosas de três mil metros de altura, de terrenos arenosos a áreas pantanosas. Dentro de Lycosidae, Lycosa constitui um gênero que compreende mais de 230 espécies de aranhas pelo mundo.

Aranha de Jardim
Aranha de Jardim

Aranha de Jardim e Suas Características

A aranha de jardim pertence à espécie Lycosa erythrognatha e é um animal de aproximadamente cinco centímetros de comprimento. A espécie apresenta coloração acinzentada ou marrom clara, com o ventre mais escuro, de cor negra. O centro do ventre da aranha de jardim, assim como as bases das pernas, são de tonalidade preta ou castanha escura. As quelíceras apresentam pelos laranjas ou vermelhos e o cefalotórax possui uma padronagem de faixas claras. A característica principal dessa espécie consiste em um sinal preto em forma de seta presente no dorso do abdômen. Os machos são geralmente menores que as fêmeas, com corpo menos volumoso.

A aranha de jardim pode ser reconhecida pela posição e arranjo diferenciado de seu olhos, com quatro pequenos olhos posicionados anteriormente e dois grandes e dois medianos posteriormente. Essa espécie não constrói teias e é uma ágil caçadora. Popularmente, a aranha de jardim pode ser também chamada de tarântula.

Habitat e Comportamentos da Aranha de Jardim

A aranha de jardim é um animal errante, vivendo no solo e pode ser encontrada geralmente em ambientes de vegetação rasteira, como pradarias abertas, campos, mas também florestas caducifoliadas, desertos, dunas costeiras, solos arenosos e pântanos. A espécie pode ser encontrada próxima a corpos d’água, como lagoas, rios e riachos.

Com a urbanização, crescimento de áreas urbanas e a crescente degradação do habitat natural, essa espécie foi obrigada a migrar e invadir o ambiente urbano, sendo encontrada em gramados de jardins urbanos ou junto a residências, terrenos baldios, entulhos, tocos de madeira e pastos, podendo ainda ser encontrada em beiradas de piscinas.

Aranha de Jardim Características
Aranha de Jardim Características

A aranha de jardim cava tocas e galerias onde se esconde e onde pode passar a maior parte de sua vida. Apresentam hábitos diurnos, são territorialistas, caçadoras e ágeis, correndo rapidamente e fugindo de imediato quando descoberta. É uma espécie não social, vivendo solitariamente, exceto durante o período reprodutivo.

A aranha de jardim é não raramente confundida com a aranha armadeira, uma vez que também apresenta display de defesa, levantando as pernas dianteiras quando intimidada. Uma das características que diferenciam a aranha de jardim da armadeira é o desenho em seta presente no dorso no abdômen.

Alimentação da Aranha de Jardim

A aranha de jardim é uma espécie com hábito alimentar carnívoro, se alimentando principalmente de pequenos insetos, como moscas, grilos, gafanhotos, larvas de besouros tenébrios, baratas, dentre outros. A espécie é uma exímia caçadora, saltando e capturando a sua vítima pulando sobre ela e a envolvendo com seu primeiro par de pernas e palpos. Posteriormente, o animal insere sua quelícera completamente distendida na vítima, matando-a com sua peçonha. A aranha de jardim é capaz de sobreviver por cerca de quatro meses sem alimento algum.

Devido aos seus hábitos alimentares, essa espécie de aranha apresenta um papel ecológico importante como controladora de populações de insetos que podem nos trazer e causar doenças, como mosquitos, moscas e baratas. Como a espécie apenas ataca se ameaçada ou pisada, não há motivos matar o animal desenfreadamente.

Aspectos Reprodutivos da Aranha de Jardim 

Os machos adultos da aranha de jardim seguem sinais de seda e químicos deixados pelas fêmeas. Geralmente, os machos usam uma combinação de comportamentos visuais e vibratórios no cortejo de sua parceira em potencial. Os machos apresentam um display de acasalamento, acenando e ritmicamente batendo os pedipalpos e/ou o abdômen no chão.

A fêmea da aranha de jardim produz em média 800 ovos por período reprodutivo e pode morrer na terceira postura dos ovos. A fêmea produz uma ooteca de cor cinza, que corresponde a uma bolsa formada por duas camadas espessas de seda que envolve e protege seus ovos. Ela pode produzir até três ootecas depois da cópula e esta estrutura é carregada pela aranha fixada às fiandeiras.

Ao nascerem, os filhotes da aranha de jardim se dirigem ao dorso da mãe, lá permanecendo por alguns dias antes de se dispersarem e até completar as trocas de pele e serem capazes de caçar sozinhos. As mães cuidam dos filhotes até sua dispersão. A fêmea costuma carregar a ooteca presa ao abdome durante toda a época reprodutiva. A aranha de jardim vive em média um ano e meio na natureza, em seu habitat natural e, em laboratório, cerca de dois anos e meio.

Cuidados Com a Aranha de Jardim

A aranha de jardim, embora não seja considerada agressiva e nem potencialmente perigosa para a espécie humana, tem alta frequência de casos de acidentes. A espécie pica se molestada ou quando colocamos mãos ou pés acidentalmente. Os acidentes são frequentes, mas não são muito graves, com descrição principalmente de dor no local da picada. As picadas de aranhas são caracterizadas por duas perfurações na pele, que indicam as marcas produzidas pelas quelíceras.

Os acidentes provocam dor transitória no local da picada, com raros casos de inchaço e vermelhidão. O tratamento com soro geralmente não é necessário, sendo utilizados apenas analgésicos para controlar a dor, além de pomadas anti-inflamatórias, anti-histamínicas e antibióticas. A ação do veneno é normalmente fraca, resultando em atividade proteolítica, de ação local, cutânea, com ardência local, podendo ser necrosante, mas sem consequências graves ou intoxicação nervosa ou circulatória.

A picada produz uma dor local tolerável, com sensação de queimadura e formicação, tumefação e uma pequena ferida com extravasamento do líquido celular. Pode provocar reações alérgicas, mas as aranhas desse gênero não causam acidentes de importância em Saúde Pública.

Um comentário

  1. Eu queria saber , quando elas entram no periodo reprodutivo? que idade +/- , elas começam buscar parceiros ?
    tem alguma forma de saber que ela está pronta pra se reproduzir?

Deixe um comentário para Gabriel Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.