Home / Informações / Cachorro do Mato: Características e Filhotes

Cachorro do Mato: Características e Filhotes

Classificação científica

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Mammalia

Ordem: Carnivora

Família: Canidae

Gênero: Cerdocyon

Espécie: C. thous

Nome binomial

Cerdocyon thous

Fonte: Wikipedia

Características – Origem

A raposa carnívora (Cerdocyon thous), também conhecida como a raposa da floresta, a raposa-da-madeira, Maikong, lobinho, graxaim-do-mato, graxaim, raposa, lobete crab-eating fox, crab-eating zorro, common zorro, zorro de patas negras, perro de monte, lobo, zorro de monte, zorro perro, zorro común, zorro perruno.

É uma espécie existente de canídeo de tamanho médio, endêmica da parte central da América do Sul e que surgiu durante a época do Plioceno (entre 5 a 2 milhões de anos atrás). Cerdocyonina é uma tribo que surgiu há cerca de 6,0 milhões de anos na América do Norte, quando Cerdocyon avius ​​se extinguiu por volta de 1,4-1,3 milhões de anos, vivendo cerca de 4,7 milhões de anos.

Esse gênero persistiu na América do Sul a partir de um tempo indeterminado, possivelmente por volta de 3,1 milhões de anos, e continua até o presente da mesma forma ou de forma semelhante à raposa comedora de caranguejo. Como uma das espécies da tribo Canini, está relacionada ao gênero Canis. O parente vivo mais próximo da raposa comedor de caranguejo, como teorizado no momento, é o cão de orelhas curtas. Essa relação, no entanto, ainda precisa ser apoiada por investigações mitocondriais. Dois subgêneros (Atelocynus e Speothos) foram incluídos há muito tempo em Cerdocyon.

Características – Aparência

O cachorro do mato é predominantemente marrom-acinzentado, com base amarelada na face e nas pernas, e orelhas e cauda de ponta preta. Tem pernas curtas e fortes e sua cauda é longa e espessa. Pode atingir um peso adulto entre 4,5 a 7,7 kg. O comprimento da cabeça e do corpo é em média de 64,3 centímetros e o comprimento médio da cauda é de 28,5 centímetros. É principalmente noturno e também ativo ao entardecer, passando o dia em tocas escavadas por outros animais. Ele caça individualmente ou em pares.

Graxaim
Graxaim

Características – Habitat

O cachorro do mato é um canídeo que se espalha nas savanas; bosques; florestas subtropicais; arbustos espinhosos e arbustos; e savanas tropicais, como a caatinga, a planície e o campo, da Colômbia e do sul da Venezuela, no norte, até o Paraguai, o Uruguai e o norte da Argentina, no extremo sul de sua extensão. Foi também avistado no Panamá desde a década de 1990.

Seu habitat também inclui margens de rios arborizados, como a mata ciliar. Na estação das chuvas, o seu alcance sobe, enquanto nos tempos mais secos eles se movem para um terreno mais baixo. Seu habitat abrange todos os ambientes, exceto florestas tropicais, montanhas altas e savanas gramadas abertas. Na Amazônia, habitam o nordeste do rio Amazonas e rio Negro, sudeste do rio Amazonas e Araguaia.

Cachorro do Mato
Cachorro do Mato

Características – Ciclo de vida e comportamento

O cachorro do mato cria equipes monogâmicas para caçar e grupos de vários pares monogâmicos podem se formar durante a estação reprodutiva. O territorialismo foi notado durante a estação seca e durante as estações chuvosas, quando há mais comida, eles prestam menos atenção ao território. Os esconderijos são frequentemente encontrados em arbustos e em grama alta, e normalmente cavam vários furos de entrada por caverna.

Apesar de serem capazes de fazer túneis, preferem se apossar de tocas de outros animais. Os métodos de caça são adaptados ao tipo de presa. Vários sons característicos são feitos pelo cachorro do mato, como latidos, zumbidos e uivos, que ocorrem frequentemente quando os casais perdem contato uns com os outros.

Características – Dieta

É um oportunista e um onívoro, preferindo insetos ou carne de roedores e aves quando disponíveis. Outros alimentos prontamente consumidos incluem ovos de tartaruga, tartarugas, frutas, ovos, crustáceos, insetos, lagartos e carniça. Sua dieta é variada e os pesquisadores acreditam que sua alimentação é oportunista dependendo da variação geográfica. O cachorro do mato contribui para o controle de roedores e insetos nocivos.

Características – Domesticação e riscos de extinção

O cachorro do mato é caçado ocasionalmente, mas sua pele não é valiosa. Eles não representam um perigo para criações de gado e não é atualmente uma espécie de preocupação pela conservação. No entanto, seu habitat está diminuindo lentamente devido à atividade humana, como a agricultura, bem como a invasão de cães selvagens em seu território, embora a população ainda seja estável.

Apesar do baixo valor de suas peles, esses canídeos são às vezes mortos pelos habitantes locais, embora não se tenha  prova inequívoca de que eles atacam animais de fazenda. Eles são fáceis de domesticar e muitas vezes criados por pessoas locais. Isso, no entanto, não exime as ameaças à sua população, porém a domesticação não é aconselhada, sendo necessária a autorização do Ibama.

Características – Reprodução

A fêmea adulta dá à luz uma ou duas ninhadas por ano, e o casal reprodutor é monogâmico. O par varia as planícies juntas. Como animal tropical, a reprodução não é fixada em certas épocas do ano e ocorre duas vezes por ano. O período reprodutivo geralmente começa em novembro ou dezembro e novamente em julho. O nascimento da prole ocorre após uma gestação de 56 dias, tipicamente em janeiro, fevereiro ou às vezes março, depois novamente de setembro a outubro.

Cachorro do Mato – Filhotes

Podem nascer de 3 a 6 filhotes em cada ninhada do cachorro do mato. A prole se torna independente aos seis meses de idade. A maturidade sexual chega aos onze meses.

Cachorro do Mato – Filhotes
Cachorro do Mato – Filhotes

Variações da Espécie

Cachorro-do-mato-de-orelhas-curtas(nome científico: Atelocynus microtis)

Esta espécie mede aproximadamente 25 cm de altura, tem entre 42 a 100 cm de comprimento e pesa aproximadamente 10 kg quando adulto. Sua cauda possui 30 cm. Tem coloração marrom-escura, com tonalidades brancas mesclada, exceto a cauda, que é de cor preta. Possui uma faixa escura na parte superior das costas e da cauda e uma mecha de cor clara na parte inferior da base da cauda. Esta espécie de cachorro do mato é encontrada somente na Amazônia aqui no Brasil e, ao contrário do cachorro do mato lobete, está ameaçado de extinção.

O cachorro-do-mato-vinagre (nome científico: Speothos venaticus)

O cachorro-vinagre difere dos outros por ter a coloração castanho avermelhada e o dorso mais claro que o resto do corpo. A cabeça apresenta coloração mais clara, podendo estender-se até a metade do dorso. Suas orelhas arredondadas, as pernas e cauda curtas são as características que o distinguem dos demais canídeos do Brasil. Em terras brasileiras, é encontrado no Cerrado, Mata Atlântica, Pantanal e Amazônia e assim como a espécie de orelhas curtas, também é considerado um animal em extinção.

Um comentário

  1. Alessandra Nathalia de Souza

    Olá, tudo bem? Li o artigo “Cachorro do Mato: Características e Filhotes”, muito bacana. Gostaria, se possível de saber das referências bibliográficas utilizadas. Muito obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *