Home / Informações / Arminho ou Doninha do Ártico: Curiosidades e Fotos

Arminho ou Doninha do Ártico: Curiosidades e Fotos

O arminho ou doninha do ártico (Mustela erminea) é um indivíduo que faz parte da família dos mustelídeos. 

Características do arminho 

Ágil e um bom nadador, o animal do Ártico lembra muito uma fuinha, tanto nas suas características físicas, quanto em seu comportamento. Por outro lado, esse indivíduo é muito maior e pode alcançar cerca de 40 centímetros de comprimento, sendo 10 cm dele somente em relação a cauda. O macho é maior que a fêmea. Esta chega aos 31 centímetros. O peso varia de 200 a 445 gramas. 

Durante períodos quentes, ou seja, no verão, seu pelo é castanho avermelhado, com a região ventral em um tom branco amarelado. Sua cauda apresenta, na parte final, um tom preto em qualquer estação do ano. E uma das coisas mais interessantes relacionada a esse bicho é sua capacidade de mudar a cor da sua pelugem, e isto acontece duas vezes ao ano: no outono e na primavera. Essa alteração é completa, sendo os pelos sensoriais os únicos que permanecem intactos. Neste período ele adere um tom de branco por todo o seu torso. 

Arminho
Arminho  

Na primavera, o retorno a sua cor original demora um pouco mais para acontecer, começando no dorso e terminando no ventre. Já no outono, isso ocorre de forma mais rápida e se inicia no sentido inverso. Este fenómeno dá-se devido a um processo ótico provocado pela presença de muitas camadas de ar nos pelos, que são mais grossos que os da estação de verão.

Essa alteração, segundo estudos recentes, não acontece devido a temperatura, já que ocorre em estações diferentes do ano, mas, sim, em decorrência da iluminação diurna. A “metamorfose” é determinada pela diminuição das horas de luz, que altera a produção de certos hormônios.  Mas o clima, de certa forma também influencia nessa troca de pelo, já que obriga o animal a ficar mais tempo na sua toca, tendo menos contato com a brilho do sol. Durante essa fase é possível observar alguns desenhos se formando na sua pelugem, o que é comum entre os mustelídeos. 

Habitat 

A doninha do ártico pode ser encontrada na Europa, América do norte, no norte da Ásia até o Japão. 

É um bicho que consegue viver em diversos tipos de habitats, mas ele prefere residir nas encostas de montanhas. Suporta bem climas variados. 

Passa a maior parte do seu dia dentro de uma toca – que pode ser um tronco oco, um buraco no muro ou uma construção abandonada -. 

Comportamento da doninha 

Apesar de normalmente ficar escondido durante o dia, é possível vê-lo nesse horário. Não tem medo dos seres humanos. 

Sai para caçar durante a tarde. Para capturar sua comida, ele fica de prontidão na frente da toca de uma presa, normalmente um roedor. 

O animal fica em constante movimento, e mesmo quando parece não estar se mexendo, seus olhos, orelhas e cabeça estão sempre “trabalhando”. 

É um indivíduo que salta e corre com bastante agilidade, consegue subir em muros e árvores. É um exímio nadador, podendo atravessar com facilidade rios. Também é bem inteligente. 

É do tipo corajoso, e é por este motivo que ele caça os mais diversos tipos de presa. Não tem medo de nenhum predador e, quando se sente ameaçado, revida sem hesitação, mesmo que o perigo seja o homem. 

Porém, quando sente que está realmente em risco, ele usa um odor forte expelido por suas glândulas anais para afastar os caçadores.

Se alimenta de animais de pequeno porte, assim como invertebrados e vertebrados. Mas, como dito anteriormente, também caça bichos maiores, como cobras e lebres. 

Exímio predador 

O arminho é considerado corajoso porque não se intimida com o tamanho da sua presa, chegando atacar até urubus e águias. Para isso, ele investe nestas aves quando elas estão repousando em um galho ou no solo, pegando a vítima pelo pescoço. 

Ele também não desperdiça comida. Por acabar pegando caças maiores, o animal nem sempre consegue comer tudo de uma vez. Quando isso acontece, ele guarda o que restou no interior da sua toca, sob feno ou palha. Uma espécie de dispensa. 

16 Curiosidades sobre o Arminho

  1. Tem um olfato muito apurado, consegue identificar quantos indivíduos estão dentro de uma toca. 
  2. Consegue caçar dentro da água. 
  3. Um grupo de arminhos é capaz de destruir uma grande colônia de roedores. 
  4. É um indivíduo brincalhão, dando cambalhotas e piruetas. 
  5. Usa uma espécie de dança para distrair e se aproximar de certas presas, como aves e roedores, sem ser percebido.
  6. Muda de cor para poder se camuflar em locais com neve, durante o inverno. 
  7. Não constrói tocas, normalmente invade as de sua caça. 
  8. Era muito caçado devido a sua pele. 
  9. É considerado um importante exterminador de roedores. 
  10. A fêmea é fecundada quando ainda está no ninho, antes mesmo do desmame. 
  11. Sua expectativa de vida é de 10 anos, mas existem registros de animais que chegaram aos 14 anos. 
  12. Corre risco de extinção devido a perda do seu habitat. 
  13. É um indivíduo solitário. 
  14. Come ovos das suas presas. 
  15. Precisa comer várias vezes ao dia pois tem um metabolismo muito rápido, o que faz com que ele passe boa parte do seu dia caçando. 
  16. A presa é morta com uma mordida no pescoço. 

Reprodução

A gestação de uma doninha fêmea pode durar de 200 a 340 dias, isso vai depender do ambiente onde o animal vive. 

Os filhotes nascem em maio, e cada ninhada vem com 4 ou 5 bebês. Eles ficarão numa toca roubada de alguma caça. 

As crias ficam com mãe até a fase adulta. Por ser um indivíduo inteligente, logo aprende a caçar e a se defender. 

Arminho em cativeiro 

Apesar de muito bonitinho, o arminho não serve para ser um animal de estimação, isso porque o indivíduo não consegue viver muitos anos em cativeiro. Principalmente se ele for capturado já na fase adulta. Quando isso acontece, o bicho torna-se irritadiço, chegando a recusar comida e, por causa disso, acaba morrendo em pouco tempo. 

Porém, sua criação é mais fácil e chega a ficar bem manso quando se pega um filhote de doninha.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *