Home / Informações / Aranha Armadeira: Picada E Filhotes

Aranha Armadeira: Picada E Filhotes

Algumas aranhas são mais perigosas que outras e apresentam um comportamento mais ameaçador quando pensamos em um possível ataque. Uma destas aranhas é a chamada aranha armadeira. Esse termo armadeira é utilizado como conceito genérico para as aranhas do gênero phoneutria. Que é um gênero de aranhas que integram a família dos ctenídeos que podemos sintetizar como aranhas de hábitos noturnos.

Comumente chamada apenas de aranha armadeira, este conceito integra uma série de aranhas que apresentam um comportamento de ataque que invariavelmente se configura com a elevação das patas dianteiras.

São animais que podemos encontrar em nosso país com uma significativa distribuição geográfica. São encontrada no estado da Bahia, principalmente em Salvador, Porto Seguro e Ilhéus, mas também podem ser vistas no estado de Minas Gerais.

Mas hoje você vai conhecer a aranha armadeira para além desta pequena descrição de onde é possível encontrá-la e suas características de ataque.

Aranha Armadeira: Algumas Características

A aranha armadeira é um animal que podemos dizer que embora seja de pequeno porte é um tanto quanto impositiva. Tem de três a cinco centímetros e as suas pernas podem chegar aos incríveis dezessete centímetros quando estendidas, isso para a fêmea. Ao contrário, por exemplo, da aranha de jardim que como o nome sugere habita a área externa de nossas casas, como os jardins, são animais consideravelmente agressivos e desta forma um ataque pode ocorrer quando menos se espera. E para azar de quem pode sofrer com uma picada deste animal, a aranha armadeira possui um veneno altamente potente ou neurotóxico onde apenas 0,006 mg do composto pode matar um rato de cerca de 200 mg.

Azar ainda maior é que frequentemente estas aranhas podem ser encontradas em nossa casa. As mesmas acabam adentrando a nossa residência em busca de alimento, parceiros para acasalar e até mesmo em busca de abrigo.

Aranha Armadeira
Aranha Armadeira

Os acidentes com estas aranhas somam cerca de cinquenta porcento do total de acidentes que ocorrem no Brasil. Curiosamente quando picam estas aranhas são cruéis, por assim dizer, ou seja, picam ferozmente inúmeras vezes.

Os acidentes com estas aranhas apresentam números elevados no Brasil, ao que tudo indica isso acontece porque o seu veneno apresenta grande poder sobre nós seres humanos e estas aranhas apresentam grande sinantropismo, ou seja, capacidade adaptativa para viver em locais urbanos.

Sua Alimentação E O Poder Do Seu Veneno

A aranha armadeira ao contrário de outras espécies também de pequeno porte não constrói teias para capturar suas presas. Esta aranha se utiliza do seu veneno para conseguir o seu alimento. Além de utilizar da sua força para prender e imobilizar as suas presas, a armadeira também tem o seu veneno. As suas presas são insetos dos mais diversos como moscas, mosquitos, tenébrios dentre inúmeros outros.

A caça ao seu alimento ocorre quase sempre no período noturno visto que são animais que passam o dia em seus esconderijos. Esconderijos estes sob os quais podemos descrever como lugares úmidos e escuros.

Além do Brasil, podem ser encontradas em praticamente toda a América do Norte e também na América Central em madeiras, interior de residências, pedras e também bananeiras e folhas. Curiosamente a aranha armadeira pode ser concomitantemente mencionada como aranha bananeira.

E por falar em curiosidades a aranha armadeira reúne neste conceito cerca de oito espécies distintas das quais todas as oito podem ser encontradas no Brasil.

Aranha Armadeira, Reprodução E Outros

A aranha armadeira ou as aranhas desse gênero que recebem este nome genérico são conhecidas como as aranhas mais venenosas do mundo. O seu veneno tem alto poder de toxicidade e pode levar um humano a óbito caso não seja rapidamente socorrido. Justamente por está característica não é recomendado que estes animais sejam criados em cativeiro.

O seu veneno quando em contato com o organismo da vítima ataca diretamente o sistema neurológico e também o sistema cardíaco o que favorece o óbito de maneira acelerada.

É uma espécie naturalmente da América do Sul e como comentamos as suas espécies podem ser encontradas em nosso país. São aranhas de pequeno porte de cor acinzentada que podem chegar a um tom de marrom e as suas patas apresentam algumas manchas brancas que as caracterizam bem.

A sua reprodução é sexuada e para conhecer um pouco mais sobre o seu processo de reprodução é necessário adentrarmos nos conhecimentos sobre a reprodução dos aracnídeos.

Aranha Armadeira
Aranha Armadeira

Os aracnídeos de modo resumido se reproduzem por meio de fecundação interna e após este processo realizam a colocação de seus ovos. Dos ovos nascem filhotes imaturos muito semelhantes aos seus progenitores dos quais acabam sendo dependentes por um período.

Mas se formos nos aprofundarmos na reprodução dos aracnídeos teremos uma condição bem engraçada para não dizer curiosa. Os machos da espécie tecem teias nas quais colocam o chamado espermatóforo e para atrair a fêmea para o local realizam um tipo de dança que tem o objetivo de hipnotizá-la. Com sorte o macho consegue colocar os seus espermatóforos diretamente no órgão genital da fêmea. Após fecundada a aranha passa a tecer um tipo de teia com uma secreção especial que garantirá que os ovos sejam colocados com segurança. Algumas espécies ficam nas teias para assegurar o nascimento de seus filhotes. Outras levam-os consigo para onde quer que vá até o seu nascimento.

Alguns machos curiosamente não conseguem reproduzir uma única fêmea ao longo de toda a vida e o que justificaria essa condição seria o seu curto tempo de vida.

A Teia Das Aranhas

Não há muitos estudos sobre a teia das aranhas, o que se sabe até o momento é que não é possível identificar uma teia pela espécie de aranha nem vice-versa. O que se sabe também é que as teias não são como nos desenhos que fazemos para representá-las, isso porque elas não apresentam uma fórmula ou jeito certo de serem feitas e cada uma delas pode acabar saindo de uma determinada maneira. O que se sabe sobre as teias de aranhas é que se trata de um meio nem sempre eficaz de caça. Com as teias as aranhas consegue imobilizar o seu alimento e se deslocar até ele. Mas como comentamos as teias não são assim tão eficazes e nem sempre conseguem imobilizar totalmente a presa para que ela não fuja. Em contrapartida as teias  podem avisar que há uma aranha por perto. Informação muito útil principalmente para seus predadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *