Home / Informações / Alimentação e Reprodução do Lêmure

Alimentação e Reprodução do Lêmure

Os lêmures são primatas e como o imaginado somente com esta informação, são mamíferos e arborícolas, só assim já dá para imaginar um pouco sobre a sua reprodução e sua alimentação, pois bem, como típicos primatas que são, as árvores são a base não só do seu habitat, mas consequentemente da sua alimentação e portanto sua sobrevivência, não à toa atualmente praticamente todas as espécies de lêmures estão ameaçadas de extinção, pelo comum motivo da ameaça de extinção de tantos outros animais,  o desmatamento do seu habitat, além da sua caça pelos humanos para consumo de sua carne. Isso mesmo, algumas pessoas são capazes de caçar lêmures para comer a sua carne, além da caça para o comércio ilegal de sua espécie. O seu habitat é somente a ilha de Madagascar, localizada na África do Sul e ainda sobre a informação citada anteriormente, assim que a região começou a ser habitada por seres humanos, a população de lêmures começou a diminuir drasticamente, infelizmente.

Apesar de habitar somente um continente, a diversidade de lêmures é grande, entre espécies e subespécies. Uma forma de conservar a sua população é através da sua reprodução, o que algumas criações em cativeiro se propõem a fazer e o que, felizmente, garante naturalmente a sua conservação na natureza.

Lêmure
Lêmure

Herbívoros Ou Onívoros Estes Tais Lêmures

Neste rico habitat tão conhecido pela sua diversidade não só de lêmures mas de tantos outros animais encontrados somente por lá, habitam florestas e saltam de árvore em árvore ou de um galho para o outro, saltam até mesmo quando caminham ou correm pelo solo, atrás da sua alimentação, alguns fazem isto durante o dia, outros durante a noite, neste último caso, foram nomeados de lêmures por ter o significado de espírito da noite, ou com o mesmo significado mas em outras palavras, fantasma.

Já quanto a sua caça, alguns são onívoros, outros herbívoros, mas falando mais genericamente diante da sua diversidade, se alimentam a base de frutos, folhas, cascas, flores, seivas, brotos, néctares, além de alguns invertebrados, como insetos e até mesmo alguns vertebrados, como os pássaros e seus ovos quando reproduzem. Já a sua hidratação e retirada através de lambidas dos orvalhos das folhas e do próprio suco dos frutos. Mas uma espécie de lêmure curiosa tanto quanto a sua alimentação quanto ao seu habitat é um que diz por si só somente com o seu nome, o lêmure do bambu, já está explicado, não é? Eles habitam as florestas de bambu de Madagascar e consequentemente se alimentam das mesmas árvores, de seus frutos.

Um Curioso Filhote De Lêmure

Uma espécie de lêmure curiosa quanto a sua reprodução são os lêmures rato pigmeu, que curiosamente são representados em um dos personagens do filme que tem o mesmo nome do seu habitat, Madagascar.

Na animação ele é representado no personagem Mort, o servo do rei Julian, que inclusive, é outra espécie de lêmure, mas deixemos esta curiosidade mais para frente. A curiosidade sobre a reprodução do lêmure rato pigmeu, é que, como o imaginado pelo seu nome, são pequeninos e portanto, seus filhotes, são minúsculos, quando nascem medem somente cerca de cinco centímetros e pesam aproximadamente somente sete gramas.

Haja cuidado e proteção por conta da sua mamãe contra os seus predadores, que inclusive, são algumas espécies de cobras como as jiboias e algumas aves de rapina, como o gavião e o falcão caçador cinzento. Esta proteção é feita através de carregamento pelos seus peitos quando os filhotes são recém nascidos ou pelas suas costas quando os mesmos já tem mais maturidade para se segurar e se equilibrar na mesma, fora o carregamento quando não é o bastante, são resguardados em espécies de tocas que constroem, tudo para garantir a sobrevivência de sua cria.

Comportamento Incomum

O seu comportamento também carrega muita curiosidade. No seu período anual reprodutivo, há competição entre os machos através de vocalizações e odores liberados através de suas glândulas odoríferas para atrair as fêmeas para o acasalamento. Fêmeas estas que são matriarcas, dominantes e vivem em grupos somente entre elas. Se você está acostumado a pesquisar sobre os animais, sabe o quanto este comportamento é incomum, o mais comum é que as sociedades dos animais sejam compostas por machos dominantes, pois então, bem avisamos que o seu comportamento é carregado de curiosidades.

Quando finalmente reproduzem, os filhotes do sexo feminino passam a também fazer parte do grupo em que a mãe pertence, enquanto os machos passam a viver fora dele, quando atingem a maturidade para tal independência, com cerca dos quatro anos de idade.

Mais Detalhes Sobre Sua Reprodução

Mais especificamente sobre a reprodução já citada do lêmure rato pigmeu, reproduzem de dois a três filhotes por vez que atingem a maturidade sexual ou a capacidade de também se reproduzir a um ano de idade e tem a expectativa de vida de quinze.

Lembra que citamos mais uma espécie de lêmure representada através de um personagem em Madagascar? O rei Julian, pois bem, chegou a hora de falarmos dele. Certamente é o lêmure mais popular, o da cauda anelada, o lémur catta.

Lêmure Filhote
Lêmure Filhote

Vamos falar um pouco sobre a sua reprodução que também carrega muita curiosidade. Para começar, a fêmea tem a capacidade de se reproduzir somente vinte e quatro horas durante o mês de abril anualmente. Sua gestação dura cerca de cinco meses e portanto, seus filhotes nascem entre o mês de setembro, no máximo agosto. Seu número reprodutivo por vez é menor, de um, no máximo dois filhotes mas já são bem maiores comparados ao lêmure rato pigmeu, e já pesam cerca de setenta gramas quando nascem. Seu desmame se dá com cerca de seis meses de vida. Sua maturidade sexual ou capacidade de se reproduzir sucede ao dois ou aos três anos de idade e como a espécie anterior citada, sua expectativa de vida também é de cerca de quinze anos.

Como você pode notar, os lêmures são animais peculiares, cheios de suas curiosidades, isto falando somente sobre a sua alimentação e reprodução pelo tema deste post. Mas ainda há muitas outras particularidades, como a de que se penteiam entre si nos seus grupos através dos seus dentes ou que tem o andar engraçado, parecido com uma característica dança, entre tantas outras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.